Serie A

15ª giornata

Juventus 1-0 Atalanta
Nedved resolveu a vida da Juventus, relembrando seus bons tempos no time, com uma bela jogada individual, chutando de fora da área sem chances para o goleiro Coppola. O jogo foi equilibrado, com a Juventus criando mais chances de gol, mas não aproveitando bem, enquanto a Atalanta se mostrou organizada e bem postada tanto no meio campo quanto na defesa. Com seu primeiro gol nesta temporada, e no seu 300º jogo na Serie A, o tcheco deixou a vecchia signora viva na luta pelo título, e apenas três pontos atrás da Roma.

Udinese 3-2 Sampdoria
Jogo com muitos gols e muita emoção no Friuli. Di Natale e Quagliarella justificaram a fé neles depositada por Donadoni, e marcaram, respectivamente, um gol e uma doppietta. Pelo lado dos blucerchiati, Cassano foi novamente destaque, sofrendo a falta que resultou numa penalidade máxima convertida por Bellucci e criando a jogada do gol de Maggio. No entanto, o esforço de Cassano não foi suficiente, e a Udinese é outra que retoma forças na briga pelas altas posições da tabela, apimentando as perspectivas de luta pela UCL no final da temporada.

Bellucci e gol: Ficaram no quase

Genoa 1-3 Siena
Provavelmente a melhor partida do time toscano na temporada e a pior partida do Genoa. Tal combinação fez com que o jogo fosse decidido rapidamente. Aos 24 minutos do primeiro tempo o marcador já mostrava uma vantagem de 3 a 0 para os visitantes, doppietta de Frick e gol de Loria. Os grifoni descontaram nos acréscimos com um belo gol de Figueroa. Placar justo, levando em consideração que a equipe bianconera se mostrou dominante em todas as partes do campo, comandada em especial por uma boa atuação de Codrea no meio campo, que foi a cabeça pensante encarregada de distribuir o jogo.

Frick: Ah, se fosse sempre assim

1 comentário

  • E Quagliarella, na hora certa, reaparece. Aproveitando os tropeços da Fiorentina, finalmente a Udinese se revê, de vez, na luta por uma vaga na próxima LC.

    Do outro lado, Cassano também ressurge. Acho que essa chama pode durar até o fim da temporada… afinal, agora há uma meta para o barês: a Euro.

Deixe um comentário