Serie A

Pazzi per il Pozzi-poker

Ou “Loucos pelo poker de Pozzi”.

Empoli 4-1 Cagliari – Pozzi (4); Conti
No jogo dos desesperados, tudo fácil para o Empoli, que o humilha o Cagliari para reencontrar uma vitória que não vinha desde 21 de outubro, dia do confronto com o Milan, no San Siro. Após a aposta frustrada da última rodada, Malesani comanda o Empoli no mesmo 4-3-2-1 de Cagni, com Giovinco e Vannucchi no apoio a Pozzi, barrando Saudati. Sonetti, porém, com um ponto em quinze disputados, já corre riscos no Cagliari. Ao ponto de que não seria surpreendente o retorno (outra vez!) de Giampaolo. Os toscanos, ainda na zona de rebaixamento, põem a lanterna nas mãos do Cagliari.

Nicola Pozzi: na Serie A, de um a cinco gols em setenta minutos

Napoli 1-0 Parma – Zalayeta
O Parma de Mimmo Di Carlo parece jamais reagir. Mantendo Morfeo no banco para seguraro jogo da equipe com um toque de bola mais rápido, é clara a falta de recursos ofensivos do time, mesmo com três atacantes – Reginaldo, Corradi e Pisanu. Já o Napoli, cada vez mais sul-americano, encontra o gol após tabelinha de Lavezzi e Bogliacino, que cruzou para Zalayeta mandar certeiro. Lavezzi ainda podia ter ampliado, mas, após Zalayeta driblar o goleiro Bucci na ponta-direita, o argentino acerta sua finalização na cabeça de Falcone. Os partenopei voltam a sonhar com a Europa, ao Parma resta a esperança de dias melhores.

Livorno 1-1 Roma – Tristán; De Rossi
A maldição da Toscana continua firme. Após os empates com Fiorentina e Empoli, chega a vez de um Livorno regenerado após a chegada de Camolese (doze pontos em seis jogos) servir como trava à continuidade romanista. Se De Rossi abre o placar com clara falta em Balleri, logo Tristán marca seu primeiro gol com a camisa do Livorno, chamando Ferrari para dançar. A arbitragem lamentável ainda era gravemente pelo menos outras duas vezes, além do gol giallorosso: um pênalti sobre Ferrari, por Balleri; e, do outro lado, um sobre Tristán, por Juan. Ao fim do segundo tempo, um gol de De Rossi invalidado soma-se a uma bola no travessão de Juan. A Roma, com 72% de posse de bola no jogo, paga por um gol que talvez tenha chegado cedo demais, e agora vê a Inter a cinco pontos de distância por um scudetto possível, porém cada vez mais improvável. Já o Livorno deixa a zona-salvezza pela primeira vez na temporada.

Daniele De Rossi: única falha de Amelia em jogo dominado pelos goleiros

Lazio 2-0 Catania – Rocchi, Pandev
Contra o Catania, finalmente a Lazio reencontra o sorriso numa partida que se tornara prova de orgulho após o empate com o Siena e a derrota para Inter. E, sobretudo, para a vigília do encontro com o Real Madrid, nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões. Scaloni finalmente se reconstrói como zagueiro, enquanto Meghni volta a se tornar decepção. Um gol por tempo para a dupla Rocchi-Pandev garante os 17 pontos, onde é possível respirar melhor. O Catania continua uma posição acima. No pós-jogo, os etnei anunciam a renovação do contrato de Silvio Baldini. Além da contratação do brasileiro Ricardo Bóvio, a ser confirmada nas próximas horas.

Deixe um comentário