Serie A

Visão de quem venceu

Colaboração de Victor Fonseca, milanista de coração que prefere cálculos econômicos a textos jornalísticos.
Rei de copas
Boca x Milan. Eles sem Riquelme, nós sem Ronaldo. Dois grandes jogadores que em boa forma podem e fazem a diferença. Felizmente, o argentino faz mais falta para eles.Promessa de um jogo que não sairia do 0x0, algo que até se cumpriria se Milan não fosse Milan e Boca não fosse Boca, fato que proporcionou uma boa partida.Inzaghi: da Serie D à Copa do Mundo, Pippo deixou sua marca em todas as competições
A disputa
O Milan começa dominando, valorizando a posse de bola e atacando com a paciência de sempre. Depois de um lance perigoso de Inzaghi e outro de González, Kaká arranca sem encontrar oposição, tenta arrematar mas a bola pára na zaga xeneize, no rebote, o próprio 22 tenta novamente o gol e pega mal na bola, sorte de Pippo, que, sempre oportunista e no lugar certo, só tem o trabalho de encostar para o gol.A torcida rossonera ainda comemorava quando Palácio subiu livre para cabecear e empatar a partida. Falha de zaga milanista, que se preocupava demais com Palermo e esquecia do Padawan. Depois do empate, o Boca tomou coragem e foi para cima do Milan, que sentiu o gol e já não era mais o mesmo.Kaká encontra Pippo na grande área: dupla prolífica faz a diferença na final
Intervalo (ufa!)
Segundo tempo começa, e, logo aos 4 minutos, Nesta vê a bola pingando na sua frente, não titubeia e enche o pé, 1×2. Aos 13 minutos, Ibarra acerta chute de longe distância na trave. Mal sabiam os argentinos que aquela seria a bola do jogo para eles. Logo depois, Kaká arranca pela esquerda, levanta a cabeça e vê Inzaghi marcado, então o craque resolve sozinho e com uma ajudinha de Caranta faz o gol do três a um.Jogo já definido, ainda teve tempo para o segundo gol de Pippo depois de um passe generoso de Kaká. A torcida do Boca não parava de cantar mesmo com o resultado e viu ainda uma rede de Ambrosini em sua própria meta, após linda defesa de Dida. Milan comemora: título que pode salvar a tenebrosa temporada rossonera
Final de jogo: Boca 2 x 4 Milan
Com esse titulo, nós nos tornamos tetracampeões mundiais, vitória não só importante para o Milan mas também para Ancelotti, que (infelizmente) garante mais algum tempo no comando rossonero.

2 comentários

Deixe um comentário