Outros torneios

Serie B: Ao ataque!

O brasileiro Barreto é destaque do Bari, líder da cadetta

As equipes da Serie B levam a sério o ditado futebolístico que diz que “a melhor defesa é o ataque”. Enquanto apenas cinco dos vinte e dois clubes que disputam a série cadetta sofreram menos de vinte gols até a vigésima segunda rodada, os atacantes fazem a festa.

Encabeçando a lista de artilheiros, Daniele Vantaggiato trocou o Rimini pelo Parma na janela de janeiro. O ataque crociato, mesmo contando com nomes de Serie A à disposição do técnico Francesco Guidolin, marcou “apenas” 25 gols na competição. Vantaggiato deve agregar valor a uma equipe que já conta com nomes como Cristiano Lucarelli, Alberto Paloschi, Julio César León e Reginaldo. A chegada do capocannoniere fez com que alguns jogadores deixassem a equipe da Emilia-Romagna. De imediato, Matteini e Paponi foram repassados ao Rimini, que, de postulante a uma das vagas que levam a Serie A, passou a ser, nesta temporada, mero time de meio de tabela.

O Bari, treinado pelo promissor Antonio Conte, também aproveitou um atacante saído do Parma. Os líderes da competição contrataram o bielorusso Vitalii Kutuzov, que deve ser uma boa opção para segundo tempo. Depois de anos amargurando posições na parte de baixo da tabela, o time barese conta também com um dos jogadores de mais prestígio da Serie B. O brasileiro Barreto, vice-artilheiro da cadetta com 11 gols, chegou emprestado pela Udinese para recolocar o Bari na disputa pelo acesso a Serie A. Outras contratações importantes, como o volante De Vezze, ex-Livorno, deram mais consistência à equipe. Agora em janeiro o Bari parece ainda mais focado em seu objetivo: a Serie A, que não disputa há oito anos. O retorno de Lanzafame e a contratação de Edusei são sinais de que a ambição pode se concretizar.

Dentre os elencos mais capacitados para conseguir o acesso para a Serie A, ainda encontram-se Livorno e Brescia, treinados por Leonardo Acori e Nedo Sonetti, respectivamente. Os granata conseguiram manter boa parte do time que caiu na última temporada e está na ponta dos cascos. A dupla formada por Tavano (10 gols) e Diamanti (6 gols), ambos com nível para a Serie A, é uma das mais perigosas da competição. Pulzetti e Loviso, remanescentes do time que caiu, uniram-se a Rosi e Candreva, jovens meio-campistas cedidos por Roma e Udinese, respectivamente. Todos têm correspondido e são titulares absolutos da equipe. Além disso, a defesa livornese é a melhor do torneio, com apenas 14 gols sofridos.

O Brescia também conta com bons nomes na defesa, como o goleiro Viviano e os defensores Zoboli., Mareco e Zambelli. Na frente, Andrea Caracciolo, que já figurou em diversas convocações da Azzurra (como Tavano, do Livorno), vem em boa fase e leva muito perigo a qualquer defesa. Até agora, já marcou oito gols.

No entanto, o melhor ataque da competição é do pequeno Grosseto, sexto colocado. Eles são a essência da máxima que inicia este texto. Trinta e seis gols marcados rendem-lhes apenas três gols de saldo, já que a defesa levou trinta e três. Sansovini, artilheiro da equipe com nove gols, faz dupla com o austríaco Pichlmann, autor de outros sete. Mas, com um elenco tão desequilibrado, ficará difícil para a equipe comandada por Elio Gustinetti subir para a Serie A. O Empoli, um dos três times que caíram da Serie A na última temporada, mesmo que tenha mantido parte de seu time, tem em Francesco Lodi, contratado a Frosinone, o destaque da equipe, com 10 gols marcados. Outro destaque, em termos de artilharia, é o bomber Zampagna, que trocou o Vicenza pelo Sassuolo, no mercado de verão. A dupla Nassi e Mastronunzio, do Ancona, também merece citação: os atacantes dorici marcaram 19 dos 30 gols da equipe nesta Serie B.

Breve artilharia:
Daniele Vantaggiato (Parma) 13
Barreto (Bari) 11
Francesco Lodi (Empoli) 10
Cristiano Lucarelli (Parma) 10
Maurizio Nassi (Ancona) 10
Francesco Tavano (Livorno) 10
Salvatore Mastronunzio (Ancona) 9
Marco Sansovini (Grosseto) 9

Confira a classificação da Serie B e sua artilharia aqui.

4 comentários

Deixe um comentário