Categorias de base

Fique de olho: Khouma El Babacar

O jovem senegalês mostrou estrela e marcou logo na sua estreia, contra o Chievo, pela Coppa Italia (TC&C)

Com 17 anos recém completados, o senegalês Khouma El Babacar é um dos jovens talentos que começou a virar realidade nessa temporada. Mesmo com o pequeno número de aparições (apenas cinco), o atacante já deixou sua marca duas vezes e encheu os olhos dos torcedores da Fiorentina. O africano é uma das grandes esperanças para o ataque viola nos próximos anos, com seu preparo físico avantajado e técnica acima da média. Babacar já é comparado a Didier Drogba e foi eleito, aqui mesmo no Quattro Tratti, uma das 15 maiores revelações da Serie A italiana.

Nascido em Thies, no Senegal, o primeiro time de Babacar foi o US Rail, na própria cidade. Com apenas 13 anos, já era um dos melhores da equipe. Aos 15, saiu de seu país e partiu para Fuerteventura, no arquipélago das Canárias, onde entrou para a European Football University, escola de futebol de base liderada pelo italiano Franco Rondanini. Não demorou muito para que o jovem chamasse a atenção e partisse para a Itália, para defender os times jovens do Pescara.

A boa passagem pela equipe de Abruzzo fez com que Pantaleo Corvino, diretor esportivo da Fiorentina, fosse atrás de Babacar e o levasse para Florença ainda em 2008. O atacante estreou pelo time Primavera dos viola em 2009, na Copa de Viareggio e, apesar da campanha ruim de seu time, conseguiu algum destaque. Nesse seu tempo de adaptação ao time, disputou 18 partidas e marcou seis gols, sempre jogando com atletas três ou quatro anos mais velhos.

O bom rendimento de Babacar lhe rendeu um contrato com a Fiorentina e especulações vindas de outros grandes centros europeus. Com apenas 16 anos, o jovem atacante foi defender o time Allievi – categoria abaixo da Primavera – da equipe viola e venceu seu primeiro título: o campeonato nacional da categoria. Mais uma vez o garoto impressionou e conquistou seu espaço: Cesare Prandelli o chamou para compor a equipe principal.

Apenas um mês depois já fazia sua estreia, no jogo contra o Chievo, pela Copa da Itália. O garoto entrou de titular na equipe mista montada por Cesare Prandelli e, com seus poucos 16 anos, se tornou o jogador mais novo da história da Fiorentina a marcar um gol pela equipe profissional. Babacar marcou aos 75’, cinco minutos antes de sair, e ajudou seu clube a vencer o time de Verona por 3 a 2. O garoto mostrou estrela e começou a tomar o lugar que deveria ser do brasileiro Keirrison.

Enquanto o ex-palmeirense precisou de 12 jogos para marcar dois gols, Babacar fez o mesmo com apenas cinco partidas. Além de seu jogo de estreia na Coppa Italia, foram mais quatro jogos disputados na Serie A. Em todos, o senegalês mostrou boa movimentação, rendimento razoável nas finalizações e uma tranqüilidade pouco vista em jogadores tão jovens. Em seu gol na Serie A mostrou personalidade ao deixar o bom Bocchetti para trás e bater bonito na saída do goleiro.

El Babacar já é xodó da torcida do Artemio Franchi e, em um futuro próximo, deve se tornar peça importante do ataque viola, já que atua bem tanto centralizado no ataque, quanto pelos lados do campo. Não à toa, o senegalês de grande porte físico e velocidade ímpar já é pretendido por grandes clubes europeus, como Real Madrid, Chelsea e Manchester United. Olho nele.

Originalmente para o Olheiros.

Khouma El Babacar
Nascimento: 17 de março de 1993, em Thies (Senegal)
Clubes: US Rail, Pescara e Fiorentina
Seleções de base que defendeu: Senegal Sub-20 e Sub-17
Títulos: Campionato Allievi 2008-09

Deixe um comentário