Serie A

8ª rodada: Perdendo pontos

Matri foi bem, mas a Juventus não. Seus dois gols não foram suficientes para dar a vitória ao time de Turim (LaPresse)

Mais uma vez a Juventus deixou de ganhar pontos importantes na sua briga pelo título italiano. Em sete jogos, o time de Turim já empatou quatro vezes e é o líder do campeonato neste quesito. A equipe de Conte já não tinha conseguido vencer o Bologna, em casa, e Chievo e Catania, fora, e já não é mais o primeiro da competição. Neste sábado, como o próprio técnico da equipe avaliou, “foram mais dois pontos perdidos”, contra o Genoa. Para quem quer vencer o scudetto, esse não é o aproveitamento desejado. Pelo mesmo caminho, segue a Fiorenina, que também não vem aproveitando suas chances e acaba perdendo pontos importántes.

Juventus 2×2 Genoa
Sob os olhares de sua torcida, a Juventus enfrentou o Genoa e, mais uma vez, não conseguiu vencer por conta de suas próprias falhas. A Velha Senhora esteve à frente no placar duas vezes, mas nos momentos decisivos não conseguiu segurar o resultado. Jogando no 4-4-2, o time se mostra frágil no meio de campo, por causa dos alas que jogam muito avançados, e não defende com segurança. A ausência de Vidal pesa muito e a equipe já deve voltar ao 4-1-4-1 ou 4-3-3 nesta terça, contra a Fiorentina. O destaque positivo foi o bom retorno de Matri ao time titular. O atacante foi o melhor juventino em campo e, além de marcar os dois gols bianconeri, mostrou disposição, voltou para buscar jogo e levou perigo ao gol de Frey em algumas oportunidades.

Do lado do Genoa, o ex-milanista Merkel fez boa partida e deu velocidade para o time contra-atacar. Foi dos pés dele que saiu o primeiro gol dos rossoblù, ainda no primeiro tempo: o cazaque naturalizado alemão partiu pela esquerda e cruzou para Rossi aproveitar falha de Chiellini e marcar. Na segunda etapa, o time de Malesani continuou organizado em campo e não se deixou desestabilizar quando levou o segundo gol. Aos 40 minutos da etapa final, então, Caracciolo empatou de novo e deu números finais à partida. Na próxima rodada, que já começa nesta terça-feira, o Genoa recebe a Roma, em casa, enquanto a Juve enfrenta a Fiorentina, em Turim.

Fiorentina 2×2 Catania
Em Florença, o jogo foi muito parecido com o de Turim: o time da casa começou vencendo, levou o gol de empate, conseguiu ficar à frente no placar de novo e, no final, sofreu o gol que deu números finais à partida. Já são quatro rodadas sem vitória da Fiorentina e o técnico Mihajlovic balança no cargo. Parte da torcida chegou a gritar o nome de Delio Rossi, enquanto o treinador sérvio esbravejava à beira do campo e era expulso pelo árbitro. Antes disso, Jovetic – fundamental ao time, envolvido em seis dos oito gols viola; com quatro marcados – tinha alegrado os presentes com dois belos gols e arrancadas que lembravam as do auge de Mutu. A outra notícia boa foi a volta de Gilardino aos gramados, no final do jogo. Mas não passou disso. O time viola não jogou bem e Montolivo continua rendendo abaixo da média enquanto atua à frente dos zagueiros. Mihajlovic parece não assistir aos jogos da seleção italiana, que tem o jogador em grande forma como trequartista ou mesmo jogando nas alas.

Para o Catania, por outro lado, o ponto é de grande valia e mantém a série invicta do time, que não perde há quatro rodadas. O trabalho de Montella é bom e o treinador mostrou que conhece a equipe. Na segunda etapa, trocou Catellani por Bergessio e mudou o ritmo da partida, colocando o Catania para cima e proporcionando uma boa partida para quem assistia. Assim, alcançou o empate aos 38 minutos do segundo tempo, com Maxi López, sempre decisivo. O próximo desafio é contra a Lazio, em Roma, e será um bom teste para o time, que já acumula dez pontos no campeonato.

Para resultados, escalações e estatísticas da 8ª rodada, clique aqui.
Para relembrar a 7ª rodada, clique aqui.

Deixe um comentário