Liga dos Campeões

Ibra decide mais uma vez

 Quando Ibrahimovic está em campo na Liga dos Campeões, o Milan tem a certeza de que boas coisas virão dos pés do sueco (UEFA)
No Grupo H da Liga dos Campeões há uma clara definição de forças: Milan e Barcelona estão bem à frente de BATE e Viktoria Plzen e, salvo desastres, devem ser os dois classificados do grupo. Portanto, a verdadeira briga dos dois gigantes é para ver quem abocanha a primeira colocação e segue pelo caminho (teoricamente) mais fácil nas fases finais. Para que a disputa continue, vão passando pelos outros rivais – mesmo que com alguma dificuldade.

Nesta quarta-feira, o Milan enfrentou o BATE no San Siro e, como de costume na LC 2011-12, encontrou um adversário mais preocupado com a defesa. Allegri armou o 4-3-1-2, com Boateng na função de trequartista – opção mais utilizada em jogos decisivos. Desde o início, os rossoneri pressionaram muito e tiveram ótimas chances de abrir o placar. Ibrahimovic quase fez um golaço do meio-campo e Aquilani parou na trave, após ótima troca de passes do ataque italiano.

A grande chance do BATE veio em um erro de Van Bommel, que, após receber passe curto de Abbiati na saída de bola, entregou para Bressan. Para a sorte do holandês, o atacante adversário parou nas mãos do goleiro milanista. Mas isso não abalou o ímpeto dos donos da casa, que logo após a jogada, conseguiram abrir o placar. Abate cruzou e Ibra aproveitou a sobra para acertar um belo chute no gol.

No segundo tempo, o BATE voltou um pouco melhor e novamente teve boa chance após erro da defesa rossonera, que ainda tem dificuldades para se achar nesta temporada. Na Serie A, por exemplo, o time já sofreu oito gols em apenas seis jogos. Contemplado com a fraqueza do adversáio, contudo, o Milan não sofreu o gol, mais uma vez, e logo decretou o placar final da partida, com Boateng. O ganês recebeu na entrada da área e acertou um chute forte no ângulo do goleiro bielorrusso. O 2 a 0 no placar, deu tranquilidade aos donos da casa, que reduziram o ritmo e fecharam a partida segurando mais a bola.

Ibra fez uma grande partida na última rodada da Serie A e vem embalando o Milan na LC 2011-12: é o artilheiro da equipe, com dois gols, e já cedeu uma assistência. Participou de três dos quatro gols dos rossoneri marcados enquanto ele esteve em campo. Resta saber se o sueco não perderá o fôlego na fase decisiva da competição, como aconteceu na temporada passada. Na rival Inter, seu histórico também não é dos melhores: Ibrahimovic era a principal esperança dos nerazzurri na competição europeia e jamais conseguiu levar o time longe na fase do mata-mata.

Clique aqui para ler sobre os jogos de Inter e Napoli na competição.

Deixe um comentário