Liga dos Campeões

Não há o que temer

Gianni Infantino e Paul Breitner comandaram a cerimônia de sorteio dos confrontos da primeira etapa do mata-mata europeu. Italianos terão duelos acessíveis (Reuters)

Hoje pela manhã, no horário de Brasília, foram sorteados os confrontos da fase de mata-mata das duas grandes competições continentais europeias, que acontecerão entre fevereiro e março. As equipes italianas não tem muito do que reclamar. Paul Breitner, ex-lateral do Bayern de Munique, do Real Madrid e da seleção alemã, não foi um amuleto da sorte, mas também não sorteou grandes rivais. Até mesmo quando uma equipe italiana não é favorita, tem boas chances de seguir em frente.

O destaque do sorteio foi o emparelhamento das equipes inglesas que continuam na competição com duas italianas. O Milan, atual campeão naconal, enfrentará o Arsenal, em duelo equilibrado, mas com leve favoritismo para os rossoneri. A equipe de Milão não passa para as quartas de final desde 2007, quando foi campeã, e em 2008 foi eliminada pelo próprio Arsenal, com uma bela exibição de Fàbregas. Hoje, o maior perigo é van Persie, que está em ótima forma e está conduzindo os Gunners em sua recuperação no campeonato inglês. Até fevereiro, muita coisa pode acontecer, mas olhando para o papel, para a forma das duas equipes e pela experiência dos elencos, o Milan sai na frente.

No outro confronto entre italianos e ingleses, o Napoli terá uma parada mais dura pela frente: enfrenta o Chelsea. Para o azar dos partenopei, o caldeirão do San Paolo não será o palco do jogo da volta, mas sim da ida – fato lamentado por Walter Mazzarri. Se, na fase de grupos, os azzurri passaram pelo Manchester City, terão pela frente outra equipe endinheirada para ser questionada pelo amor de seus torcedores. Embora conte com uma torcida fanática, o principal trunfo do Napoli ainda é seu forte ataque, que pode se aproveitar dos problemas defensivos da equipe de Stamford Bridge, principal deficiência da gestão do técnico André Villas-Boas. Porém, como a janela de transferências será aberta em janeiro, uma contratação (ou simplesmente uma mudança tática) pode corrigir o problema e dificultar a vida dos napolitanos. Outro ponto negativo é a experiência internacional dos jogadores do Chelsea, bem maior que a dos jogadores do Napoli. O favoritismo é inglês, mas o Napoli já mostrou que cresce nos grandes jogos e oferecerá resistência.

A Inter, por sua vez, teve mais sorte. Enfrentará o Marseille, oitavo colocado no campeonato francês, e classificado às oitavas depois de ter virado contra o Borussia Dortmund nos acréscimos. Um “presente” para a equipe, que tem jogado mal e dificilmente teria grandes chances contra um adversário mais qualificado ou experiente. Se a Inter passou com facilidade pelo Lille, atual campeão francês, não tem boas recordações do último confronto europeu contra o OM: pelas quartas de final da Copa Uefa 2003-04, foi eliminada com duas derrotas. O período de dois meses e meio que antecede o confronto deve ser vital para que Claudio Ranieri trabalhe mais com o elenco e, provavelmente, com reforços para o meio-campo, consiga que o futebol praticado pela equipe dê mais segurança a sua torcida.

Liga Europa
Na Liga Europa, Lazio e Udinese, únicas remanescentes do Belpaese na competição, também tiveram seus destinos definidos hoje e, ao menos, evitaram a dupla de Manchester. Na fase de 16 avos-de-final, que antecede as oitavas, a Lazio terá um confronto contra uma das forças da competição, o Atlético de Madrid, que ficou à frente da Udinese no equilibrado grupo I. A Lazio tem jogado mal na Liga Europa e, bem na Serie A, pode acabar privilegiando a competição nacional com o intuito de garantir uma vaga na próxima Liga dos Campeões. Se passar do Atlético de Madrid, pega Sporting Braga ou Besiktas, nas oitavas-de-final. A Udinese tem jogado um pouco melhor do que a Lazio na Europa, mas também pode privilegiar a Serie A. De qualquer forma, é muito superior ao PAOK, uma das surpresas da competição – eliminou o Tottenham. Caso passe do PAOK, Udinese enfrentará AZ ou Anderlecht, único time 100% na competição até agora.

Veja todos os confrontos da Liga dos Campeões e da Liga Europa

Lyon x Apoel
Napoli x Chelsea
Milan x Arsenal
Basel x Bayern de Munique
Bayer Leverkusen x Barcelona
CSKA Moscou x Real Madrid
Zenit x Benfica
Marseille x Inter

Porto x Manchester City
Ajax x Manchester United
Lokomotiv Moscou x Athletic Bilbao
Red Bull Salzburg x Metalist Kharkiv
Stoke x Valencia
Rubin Kazan x Olympiacos
AZ x Anderlecht
Lazio x Atlético de Madrid
Steaua Bucareste x Twente
Viktoria Plzen x Schalke 04
Wisla Cracóvia x Standard Liège
Braga x Besiktas
Udinese x PAOK
Trabzonspor x PSV
Hannover x Club Brugge
Legia Varsóvia x Sporting

4 comentários

Deixe um comentário