Serie A

Parada de Inverno: Atalanta

 Germán Denis comemorando um gol: cena comum nos primeiros 16 jogos da Atalanta na Serie A 2011-12 (EFE)

Campanha

11ª posição. 16 jogos, 20 pontos. 6 vitórias, 8 empates, 2 derrotas. 23 gols marcados, 19 sofridos.

Maior sequência de vitórias: 3, da 3ª à 5ª rodada

Maior sequência de derrotas: –

Maior sequência de invencibilidade: 7, da 11ª à 1ª rodada (que foi adiada e jogada no final do ano)

Maior sequência sem vencer: 5, da 12ª à 16ª rodada

Artilheiro: Germán Denis, 12 gols

Fair play: 44 amarelos, nenhum vermelho

Time-base

Consigli; Masiello, Manfredini, Lucchini, Peluso; Schelotto, Cigarini, Padoin, Bonaventura; Maxi Moralez; Denis.

Treinador

Stefano Colantuono. O romano vai para a sua segunda temporada no comando dos nerazzurri, após liderar a equipe na campanha campeã da Serie B 2010-11. O esquema utilizado pelo comandante é o 4-4-1-1, formação que prioriza a proteção à defesa. Nesta temporada, mesmo sendo o foco da formação tática, a retaguarda não se destaca e já foi vazada 19 vezes – é apenas a décima melhor. O ataque é o quinto mais positivo, muito por mérito de Denis, autor de 12 dos 23 gols do time. O relativo êxito ofensivo deve ser dividido com o comandante, que potencializa o desempenho do atacante argentino, o isolando no ataque, fazendo com que ele seja o alvo principal das jogadas dos companheiros. Como os números mostram, a opção tem dado resultado. Além disso, o treinador tem lidado bem com o elenco e, na Serie A 2011-12, 25 jogadores já entraram em campo pelo menos por um minuto.

Destaque

Germán Denis. No início da temporada, foi Maxi Moralez que chegou do Vélez com moral e como principal investimento da Atalanta para a Serie A 2011-12, mas, até aqui, é o atacante argentino que tem chamado mais atenção pelo desempenho. O camisa 19 marcou 12 dos 23 gols da Atalanta no campeonato e tem balançado as redes de qualquer forma: pé direito, perna esquerda, de cabeça e de pênalti. Com o desempenho, Germán Denis foi lembrado por Alejandro Sabella para substituir o contundido Agüero nas primeiras rodadas das Eliminatórias da Copa de 2014. Hoje, o camisa 19 nerazzurro lidera a tabela de artilheiros da Serie A ao lado do badalado Ibrahimovic. A forma impressionante com que Denis se apresenta apagou um pouco a contribuição de Moralez, mas o trequartista também vai bem e lidera o time em assistências, com dois passes decisivos, e é vice-artilheiro da Atalanta, com quatro gols. Schelotto e Cigarini, por sua vez, tem recuperado o bom futebol e estão no radar de Cesare Prandelli para futuras convocações para a Nazionale. No meio-campo, a fartura de boas opções (além dos dois, Padoin, Bonaventura e, na reserva, Carmona, Caserta, Ferreira Pinto e Brighi) tem feito com que a Atalanta jogue bem e não sofra as consequências do envolvimento de Cristiano Doni (e, talvez, do clube) no escândalo das apostas ilegais.

Decepção

Simone Tiribocchi. O atacante, bastante identificado com a torcida nerazzurra e artilheiro do título da segunda divisão, na última temporada, com 14 gols, perdeu espaço com a chegada de Denis. Pouco utilizado por Colantuono, o camisa 90 participou de apenas três jogos e marcou só um gol. A esperança de todos em Bérgamo era que o experiente jogador pudesse contribuir com a equipe, marcando muitas vezes e também com a sua experiência dentro de campo, mas isso não vem acontecendo. As lesões também atrapalharam o desempenho de Tiribocchi até aqui e a pouca utilização do jogador pode tirá-lo do clube já na janela de transferências de janeiro. Uma troca com o Cesena por Bogdani foi especulada nos últimos dias. No coração da torcida, no entanto, a grande decepção é Cristiano Doni, outrora maior ídolo da história da equipe: ele foi suspenso por três anos por participação no escândalo de apostas ilegais e, depois de ter jurado inocência, admitiu que comandava o esquema que prejudicou a Atalanta, punida com a perda de seis pontos nesta Serie A.

Perspectiva

Meio da tabela. Se a Atalanta não tivesse largado o campeonato com seis pontos negativos, chegaria à parada de inverno na zona de classificação para a Liga Europa. Porém, com os pontos perdidos, o time está mais atrás e fica difícil pensar em muito mais do que uma temporada tranquila e sem perigos de rebaixamento. Colantuono sabe disso: “Estamos em situação na tabela melhor do que os prognósticos mais otimistas apontavam”, afirmou após vitória por 4 a 1 sobre o Cesena. Durante o campeonato, além do goleador Denis, o destaque tem sido o ótimo desempenho como mandante: em oito jogos dentro de casa, foram quatro vitórias, quatro empates, 11 gols marcados e apenas cinco sofridos. A força dentro do estádio Atleti Azzurri D’Italia, onde as bancadas têm média de 18.267 presentes por jogo, deve seguir sendo fator fundamental para os nerazzurri seguirem com tranqulidade o caminho até a Serie A 2012-13.

Deixe um comentário