Serie A

26ª rodada: Tudo azul

Doze dias após pedir demissão, a glória. Reja permaneceu no cargo, levou a Lazio a um resultado histórico e agora já sonha em comandar a equipe em uma Liga dos Campeões (Fotonotizie)

A 26ª rodada serviu para mostrar como uma equipe em momento conturbado também pode se dar bem e como o azul é a cor do momento na Serie A italiana. A Lazio de Edy Reja, que teve sua demissão negada pela segunda vez na temporada há menos de duas semanas, conseguiu vencer a Roma no dérbi da capital e chegou à terceira colocação isolada da competição. Assim, o sonho de voltar a jogar uma Liga dos Campeões fica cada vez mais próximo, ainda mais porque a Udinese vive momento instável na competição. O Napoli, por sua vez, ainda corre para tentar ficar com essa vaga e, para isso, vem fazendo bons jogos. Com a vitória sobre o Parma, neste fim de semana, a equipe azzurra chegou à quarta seguida na competição e se aproxima da zona de classificação. Na parte de baixo da tabela, Novara e Cesena continuam em situação dificíl e devem mesmo dar adeus à Serie A. Os jogos:

Roma 1×2 Lazio
O pedido de demissão do técnico Edy Reja, após derrota por 5 a 1 para o Palermo, na 24ª rodada, causou efeito contrário ao que todos imaginavam e a Lazio venceu duas partidas seguidas, ao invés de cair de produção. Agora, a equipe azul da capital ocupa a terceira colocação, apenas seis pontos atrás do líder Milan, e, com a vitória sobre a maior rival, ganha moral para o restante do campeonato. Montado no 4-2-3-1, o time de Reja mostrou personalidade em campo, com meio de campo muito consistente, composto por Gonzalez, Hernanes e Mauri. O gol saiu logo aos 10 minutos de jogo, depois que Stekelenburg fez pênalti em Klose e foi expulso, em decisão controversa do juiz. Borini empatou logo depois, mas, com um a menos, a Roma não conseguiu segurar o placar e viu Mauri deixar a Lazio em vantagem. Totti foi marcado (com muita falta) por André Dias e pouco pôde ajudar sua equipe. Destaque negativo para a torcida laziale, que fez gestos racistas para o brasileiro Juan. Com a vitória, a Lazio abre 10 pontos de vantagem para a Roma, primeira fora da zona de classificação para copas europeias. Foi dia de história também: desde de 1998 o time biancoceleste não ganhava duas vezes da Roma no mesmo campeonato.

Parma 1×2 Napoli

No Brasil, apenas os mais corajosos acordaram às 8h30 para acompanhar o jogo que abria o segundo dia da 26ª rodada da Serie A. E quem conseguiu acompanhar a partida viu uma vitória controversa dos partenopei, que só conseguiram garantir os três pontos aos 41 minutos do segundo tempo, com gol irregular de Lavezzi. O jogo começou a mil e o Parma, em casa, foi o primeiro a levar perigo, com Galloppa. Cavani deu a resposta aos 17 minutos de jogo e marcou, mas o assistente levantou a bandeira para dedurar o impedimento de Dossena. Já no fim da primeira etapa, o atacante uruguaio viu o goleiro Mirante defender seu pênalti, mas não desperdiçou no rebote. O Parma só conseguiu empatar faltando 13 minutos para o fim do jogo, com Zaccardo. Quando parecia tudo resolvido, Lavezzi apareceu, em posição de impedimento, para dar a vitória aos napolitanos. Com o resultado, o Napoli se consolida na quinta colocação, abrindo cinco pontos de diferença para a Roma, que vem logo atrás. O Parma, por sua vez, perde série invicta em casa que durava desde outubro e fica perigosamente próximo da zona de rebaixamento. (Murillo Moret)

Udinese 0x0 Atalanta

Em fevereiro, a Udinese só conseguiu vencer uma vez dentro de casa. Assim sendo, era apenas uma questão de tempo perder a terceira colocação na tabela. E isso aconteceu nesta rodada: após o terceiro empate seguido em seus domínios, o time de Guidolin foi ultrapassado pela Lazio e agora ocupa apenas a quarta colocação, dois pontos distante do sonho de conquistar uma vaga na próxima Liga dos Campeões. Contra a Atalanta, Di Natale e seus companheiros não brilharam e pouco conseguiram produzir. Andrea Consigli, goleiro nerazzurro, foi o principal responsável pelo único confronto que terminou 0 a 0 da rodada, defendendo grande chute de Di Natale. Os zeros no placar não deixam de ser curiosos, uma vez que a partida sediada no Friuli colocou frente a frente os goleadores Di Natale e Germàn Denis, sempre promessa de gol. (Murillo Moret)

Inter 2×2 Catania

O azul escuro da Inter é que não vai bem na Serie A. A equipe de Ranieri não vence uma partida desde o dia 22 de janeiro, quando superou a Lazio por 2 a 1 em jogo válido pela 19a rodada. De lá para cá, foram cinco derrotas e dois empates, resultados que praticamente minaram as esperanças interistas de se classificar para alguma competição europeia no ano que vem. Com 37 pontos, o time está seis atrás do Napoli, que ocupa a última vaga para a Liga Europa. A Gazzetta Dello Sport definiu as duas regras de sobrevivência para os torcedores da Inter neste momento: não olhar para a classificação e esquecer o que é feio, consolando-se com as notas positivas. Neste caso, o positivo foi ter conseguido empatar um jogo que estava 2 a 0 para o adversário. Gómez, que fez ótima partida, abriu para o Catania e Izco ampliou. No segundo tempo, Forlán diminuiu e Militou empatou. O Catania tem 32 pontos e ocupa o meio da tabela.

Siena 3×0 Cagliari
O Siena, aos poucos, vai mostrando porque conseguiu chegar à semifinal da Coppa Italia. Depois de golear o Palermo por 4 a 1, na última rodada, os bianconeri venceram o Cagliari por 3 a 0, também no Artemio Franchi, e vão mostrando boa evolução para escapar de vez do perigo do rebaixamento. O time da casa correu muitos riscos com seu jogo bastante ofensivo, mas se deu bem, mostrando eficiência frente à baliza de Agazzi. Bogdani, Calaiò e Del Grosso marcaram. Os três pontos conquistados na Toscana colocam o time na 16ª posição, com 29 pontos. Agora, o Siena tem quatro a mais que o Lecce, primeiro representante para o descenso à segunda divisão. Os rossoblù de Cagliari, que vem de duas derrotas seguidas, somam 31 e estão no bolo que ainda não pode deixar de se preocupar com o rebaixamento. (Murillo Moret)

Lecce 2×2 Genoa
Em Via Del Mare, Lecce e Genoa fizeram um jogaço para os pouco mais de oito mil torcedores presentes no estádio. Giuseppe Sculli, em grande dia, foi o nome do jogo, mas não só por coisas positivas. Além dos dois gols do Genoa, o atacante foi responsável por uma chance perdida no último minuto do jogo, que poderia ter dado a vitória ao time rossoblù. Antes disso, o Lecce já tinha virado a partida uma vez, com Muriel e Brivio. O reusltado não foi nada bom para os donos da casa, que precisam somar pontos para tentar fugir do rebaixamento. Agora, o time fica três pontos atrás do Parma, primeiro time fora da zona da degola.

Fiorentina 2×0 Cesena
Após três derrotas consecutivas, a Fiorentina voltou a vencer. Bastou enfrentar o lanterna Cesena, que soma 16 pontos em 25 jogos, para engordar a pontução na Serie A e subir à 14ª posição. A vitória por 2 a 0 não se deu por conta de uma redenção de Stefan Jovetic, que fez péssima partida contra a Lazio, na última rodada. Pelo contrário: o atacante saiu no primeiro tempo com uma lesão muscular e vai ficar de fora do time por pelo menos duas semanas. Ele aumenta o trabalho dos médicos, que já tomam conta de Behrami, Kharja e Kroldrup. Os gols saíram apenas na etapa final: Moras mandou para o próprio gol e Nastasic ampliou, de voleio, para a Fiorentina. Destaque para a mudança de esquema tático na viola, que jogou em um 3-4-3 com Vargas, Amauri e Cerci no setor ofensivo. A mudança foi boa para o time, como deixou claro o resultado. Com 31 pontos, a Fiorentina foge um pouco da zona perigosa. O Cesena, com apenas 16, fica cada vez mais próximo do descenso. (Murillo Moret)

Bologna 1×0 Novara
Em jogo entre desesperados, o Bologna se deu melhor e marcou três pontos importantes na luta contra o rebaixamento. A vitória colocou o time na 14a colocação, com 31 pontos (cinco à frente da zona de descenso). O gol veio só no final, com Acquafreca, e serviu como uma última homenagem ao cantor Lucio Dalla, cantor italiano morto no último dia primeiro e torcedor do Bologna. Antes, ainda na primeira etapa, Di Vaio já tinha errado um pênalti e colocado o time em situação complicada. Com apenas 17 pontos, o Novara já tem pelo menos um pé na Serie B 2012-13 e agora tem que aproveitar seus últimos momentos de glória na elite do futebol italiano.

Veja todos os gols da rodada clicando aqui.

Para resultados, escalações e estatísticas da 26ª rodada, clique aqui.
Para relembrar os jogos de sábado, clique aqui.
Para relembrar a 25ª rodada, clique aqui.

Seleção da 26ª rodada
Sorrentino (Chievo); Acerbi (Chievo), Thiago Silva (Milan), Nastasic (Fiorentina), Brivio (Lecce); Mauri (Lazio), Gómez (Catania), Lazzari (Fiorentina); Robinho (Milan), Ibrahimovic (Milan), Sculli (Genoa). Técnico: Massimiliano Allegri (Milan).

Deixe um comentário