Serie A

27ª rodada: Que venha a Champions!

Lavezzi aponta o caminho do Napoli. Com goleada sobre o Cagliari, time se aproxima das primeiras colocações e chega com moral para o jogo decisivo contra o Chelsea (AP)

Por conta dos jogos de Inter e Napoli pela Liga dos Campeões, a 27ª rodada da Serie A começou ainda na sexta-feira. O Napoli fez bonito em casa, venceu o Cagliari por 6 a 3 e deixou sua torcida confiante de que a classificação para as quartas da competição europeia, ante o Chelsea, pode se tornar real. Contra o Chievo, a Inter voltou a vencer depois de sete jogos de jejum, mas nem esse ganho de moral momentâneo foi suficiente para ajudar o time a superar o Olympique de Marselha, nesta terça. Enquanto isso, o Milan abriu mais pontos de vantagem sobre a Juventus, uma vez que a Velha Senhora apenas empatou com o Genoa. Destaque também a vitória do Bologna sobre a Lazio, em Roma. Os resumos dos jogos:

Napoli 6×3 Cagliari
Às vésperas do jogo mais importante para a equipe nos últimos 20 anos, o Napoli fez uma bela apresentação contra o Cagliari e presenteou sua torcida com a partida que teve o maior número de gols da Serie 2011-12 até o momento. Sem dar espaço para os visitantes, os comandados de Mazzari chegaram à quinta vitória consecutiva no campeonato, sequência que já coloca o time na quarta colocação, acima de Udinese, Roma e Inter e apenas dois pontos atrás da Lazio, que ocupa a última vaga que dá classificação para a Liga dos Campeões. Mesmo poupando o artilheiro Cavani, o time não teve problemas para atacar e antes dos 30 minutos do primeiro tempo já ilustrava o placar com um ótimo 3×0. Nem os três gols de Larrivey (um no final do primeiro tempo e outros dois na segunda etapa) foram capazes de deter o time da casa, que sempre teve o jogo em suas mãos e ainda fez mais três gols antes da etapa final. Para o jogo contra o Chelsea, a preocupação de Mazzari deve ser com a defesa, que tomou três gols por falta de atanção. Do lado cagliaritano, a derrota culminou na demissão do fraco Davide Ballardini em sua terceira passagem pelo clube. Esta foi a terceira derrota consecutiva da equipe, que agora ocupa a 17ª posição, apenas uma acima da zona de rebaixamento.

Milan 2×0 Lecce
Outro que terminou a rodada sorrindo foi o Milan. Depois do susto contra o Arsenal no meio da semana, nada melhor do que enfrentar um frágil Lecce e ver sua rival pelo título tropeçar. Enquanto a Juve tinha dificuldades no jogo contra o Genoa, o Milan conseguiu controlar a partida contra o Lecce e abriu o placar logo aos sete minutos de jogo, com Nocerino, que marcou seu nono gol na competição. Ibrahimovic, para não variar, foi o grande destaque do jogo, com uma assistência e um golaço, de voleio. O sueco é artilheiro isolado do campeonato, com 19 gols. Quem também fez boa partida foi Van Bommel, importante na função de contenção, no meio de campo. Para o Lecce, o resultado só não foi pior porque Cagliari, Parma e Fiorentina, adversários diretos na luta contra o rebaixamento, também não conseguiram vencer.

Genoa 0x0 Juventus
No fim do campeonato, este jogo contra o Genoa poderá ser considerado um marco para a Juventus. Foi nesta partida que o time de Turim deixou o Milan escapar na liderança, abrindo quatro pontos de vantagem, e viu os onho do tútulo ficar mais distante. Ironicamente, esse jogo também foi um dos únicos da temporada no qual a equipe não se mostrou satisfeita com um empate e correu atrás da vitória do início ao fim. No 400o jogo de Pirlo pela Serie A, o time de Conte pressionou a partida inteira, mas não conseguiu o gol. Vucinic, Matri e Pepe tentaram diversas vezes, mas não conseguiram superar Frey, em tarde inspiradíssima. Quando Pepe conseguiu balançar as redes, o juiz anulou (erroneamente) o gol, assinalando impedimento. Assim, a Juve chegou a 14 empates no campeonato e evidenciou mais uma vez o principal problema do time: falta um artilheiro em boa forma. Defensivamente, Cáceres e Vidal se viraram bem no miolo e contaram com um Buffon atento para evitar as chances de Palacio e Gilardino.

Chievo 0x2 Inter
A vitória sofrida da Inter, apenas nos últimos minutos do jogo, fez Ranieri chorar à beira do campo. Após dez jogos sem vitória, o técnico comemorou muito a pressão que saía de suas costas e um pouco mais de tranquilidade para trabalhar nos próximos dias, que antecediam o jogo decisivo das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Em momento algum o time exibiu jogo bonito, mas na primeira etapa, pelo menos, conseguiu criar algumas chances de gol. Milito, inclusive, teve chance de abrir o placar, mas errou um pênalti. Na segunda etapa, a produção nerazzurra caiu e parecia impossível furar o bloqueio do Lecce, muito bem postado durante todo o jogo e apostando nos contra-ataques. Os gols só saíram quando parecia que não tinha mais tempo. Em cobrança de escanteio de Sneijder, Samuel, que fez ótima partida defensivamente, parando Pellissier quando necessário, marcou o gol do alívio interista. Minutos mais tarde, Milito faria mais um para garantir os três pontos. Assim, a equipe chega a 40 pontos, seis atrás da Udinese, última classificada para a Liga Europa.

Palermo 0x1 Roma
Depois da goleada sofrida contra o Milan, na rodada passada, Mutti recompôs sua zaga, com os retornos de Balzaretti e Pisano, e viu um Palermo bem menos vulnerável em campo. Mas não foi suficiente: logo aos três minutos de jogo Munoz errou na saída de jogo e deixou a bola nos pés de Lamela, que deu bom passe para Borini (sempre ele) marcar seu nono gol no campeonato. Sete deles foram nos últimos oito jogos, confirmando a boa fase vivida pelo jovem. No resto da partida, a Roma mostrou aquele futebol que todos querem ver de um time de Luis Enrique, com muito domínio, velocidade e que cede poucos espaços ao adversário. No meio de campo, Heinze fez uma de suas melhores partidas com a camisa gialorossa, ajudando o time defensivamente. Com o resultado, a Roma chega aos 41 pontos e fica cinco atrás da última vaga para a Liga Europa. Já o Palermo, continua estagnado com 34 pontos, no meio da tabela.

Lazio 1×3 Bologna
Este talvez tenha sido o resultado mais surpreendente da rodada. A Lazio vinha de uma vitória contra a Roma, no dérbi, e jogava em casa, mas não conseguiu bater um Bologna eficientíssimo. E olha que o time de Reja não fez uma partida ruim. Os méritos são todos dos rossoblù, comandados por um Diamanti muito participativo. O time de Pioli foi impecável taticamente na primeira etapa e foi para o intervalo com 2 a 0 no placar, com gols de Portanova e Diamanti. A Lazio até que tentava, mas, quando superava a proteção de Garics e Rubin, no meio de campo, não conseguia bater o goleiro Gillet. Para piorar, Matuzalém foi expulso no final da primeira etapa. No segundo tempo, Rubin fez contra e deu esperanças à Lazio, aos 10 minutos. Dois minutos depois, porém, o time visitante encaixou ótimo contra-ataque que resultou na expulsão de González. Na conbrança da falta, Khrin deu números finais ao jogo. Com dois a mais e um placar confortável, só restou esperar o tempo passar. Menos mal para a Lazio que a Udinese também não venceu.

Novara 1×0 Udinese
Contra o fraco Novara, a Udinese tinha a chance de se recuperar na competição e voltar a ocupar a terceira colocação, que dá vaga à Liga dos Campeões. Mas não foi o que aconteceu. Penúltimo colocado e virtualmente rebaixado, o Novara contou com um reforço importante no banco: a volta do técnico Attilio Tesser, que comandou a equipe na campanha de acesso à Serie A e tinha sido demitido no último mês de janeiro. O esquema era o mesmo (5-3-2), mas a disposição era outra. Com muito mais concentração e vontade, o time deu trabalho à Udinese. Destaque para Rigoni, muito eficiente no meio de campo, tanto defensiva quanto ofensivamente. O gol saiu ainda na primeira etapa, com Jeda. A Udinese reclama de um gol mal anulado de Danilo. A salvezza ainda é quase impossível, mas jogando dessa maneira o time vai conseguir, ao menos, fazer sua torcida voltar a sorrir. Para a Udinese, o resultado foi muito ruim, uma vez que permitiu a aproximação do perigoso Napoli. Neste momento, a luta pela vaga na Liga dos Campeões está muito mais entre Lazio e Napoli.

Cesena 0x2 Siena
Ainda na parte de baixo da tabela, Cesena e Siena fizeram importante jogo pela salvezza. Apesar de ter jogado melhor durante a maior parte do jogo, o time da casa não conseguiu vencer e já pode dar como certa sua participação na Serie B da temporada que vem. O Siena soube aproveitar as chances que teve e marcou com Brienza e Bogdani, no segundo tempo. A vitória coloca o Siena com 32 pontos, seis atrás da zona da degola, e dá certa tranquilidade ao time de Sannino. O Cesena permanece com 17 pontos, na última colocação, e 14 atrás do Cagliari, primeiro fora da zona de rebaixamento.

Atalanta 1×1 Parma
Em partida muito intensa, o empate foi útil para os dois times. A Atalanta marcou primeiro, com Manfredini, mas não soube controlar o resultado, dando espaços demais ao Parma. Os visitantes aproveitaram na segunda etapa, com Paletta. Dessa forma, o time de Donadoni pôde comemorar o ponto conquistado e o ligeiro afastamento da zona de rebaixamento, e o de Colantuono, mesmo jogando abaixo do que pode, comemorou o empate em casa, uma vez que continua invicto desde o início de fevereiro. Manfredini foi o destaque do jogo, mostrando bom posicionamento defensivo e chegando ao ataque com perigo. A Atalanta tem 33 pontos (dois a mais que o Parma) e ocupa uma confortável 12a colocação.

Catania 1×0 Fiorentina
Quem tem que abrir o olho o mais rápido possível é a Fiorentina. Com a derrota para o bom Catania, mesmo jogando melhor, o time viola permanece com 32 pontos e vê a zona da degola cada vez mais perto. Agora, apenas seis pontos separam a equipe dos três últimos lugares. O Catania, por sua vez, continua em fase ascendente e já chega aos 36 pontos, na oitava posição da tabela. O gol saiu dos pés do melhor homem em campo, Lodi, que marcou seu oitavo gol na competição, convertendo pênalti cometido por Gamberini em Bergessio.

Clique para ver todos os gols da rodada.
Para resultados, escalações e estatísticas da 27ª rodada, clique aqui.
Para relembrar a 26ª rodada, clique aqui.

Seleção da 27ª rodada
Frey (Genoa); Manfredini (Atalanta), Portanova (Bologna), Samuel (Inter), Heinze (Roma); Zanetti (Inter), Lodi (Catania), Rigoni (Novara); Diamanti (Bologna), Lavezzi (Napoli); Ibrahimovic (Milan). Técnico: Stefano Pioli (Bologna)

1 comentário

Deixe um comentário