Serie A

29ª rodada: Na cola

No Derby d’Italia, Juve vence Inter com ajuda dos veteranos Buffon e Del Piero e não deixa Milan escapar na liderança. Resultado culminou na demissão de Ranieri (Reuters)

Oito partidas completaram a 29ª rodada da Serie A, no domingo. No clássico italiano, Juventus e Inter fizeram bom jogo e mostraram que os veteranos ainda podem decidir. Buffon segurou atrás e Del Piero foi importante lá na frente para dar a vitória ao time de Turim, em casa. A terceira colocada Lazio também venceu e abriu três pontos de vantagem sobre os concorrentes diretos pela vaga na Liga dos Campeões, uma vez que Napoli e Udinese apenas empataram esse fim de semana. Na parte de baixo, todos os jogos dos times que correm riscos terminaram empatados.

Juventus 2×0 Inter
Com a vitória do Milan no dia anterior, a Juve precisava da vitória no clássico para se manter na briga pelo título e, por isso, foi para cima do time da Inter desde o início da partida. A equipe nerazzurra, por sua vez, esperava o adversário em seu campo e partia nos contra-ataques, tática que dava certo, embora o gol não saísse. Dessa maneira, o time de Ranieri foi mais perigoso no primeiro tempo e só não foi para o intervalo com a vantagem no placar porque Buffon estava em noite inspiradíssima e salvou a Juventus pelo menos em quatro oportunidades claras, com Milito, Forlán e Obi.

O jogo só mudou quando Conte, aos 8 minutos do segundo tempo, tirou Matri e Pepe e colocou Bonucci e Del Piero. Assim, o time deixava o 4-3-3 para jogar no 3-5-2, com De Ceglie e Cáceres atuando nas alas. Com a inter encurralada em seu campo, não demorou para que a Juventus abrisse o placar. Cáceres aproveitou cobrança de escanteio de Pirlo e fez 1 a 0, subindo sozinho no meio da zaga nerazzurra. Depois, Vidal deixou Del Piero livre para tocar na saída do goleiro e correr para o abraço. Desestabilizada em campo, a Inter deu espaço aos donos da casa e quase levou mais gols. No fim, o 2 a 0 foi suficiente para a Juve continuar firme na disputa do scudetto e culminou na demissão de Ranieri, que não conseguia fazer a equipe engrenar na Serie A e ainda foi eliminado precocemente na Liga dos Campeões. Para seu lugar, a Inter aposta em Andrea Stramaccioni, ex-técnico da  equipe sub-20.

Lazio 1×0 Cagliari
Com gol aos 43 minutos do segundo tempo, a Lazio conseguiu uma vitória muito importante para suas pretensões e se mantém na terceira colocação da tabela, abrindo três pontos de vantagem sobre Napoli e Udinese, na briga por vaga na Liga dos Campeões. Mas não foi fácil. O time da capital esbarrou em seu nervosismo, não conseguiu jogar bem em momento algum e só alcançou o gol em uma jogada de bola parada, quando Diakité desviou falta cobrada por Ledesma. Do lado do Cagliari, a única jogada de perigo aconteceu nos minutos finais, com Ekdal exigindo boa defesa de Marchetti. Para agregar ainda mais importância ao resultado, é bom lembrar que isso tudo aconteceu enquanto o Catania reagia contra o Napoli e empatava em 2 a 2 um jogo que estava 2 a 0.

Napoli 2×2 Catania
No San Paolo, o Napoli perdeu a chance de encostar na Lazio, permitindo uma reação do Catania após estar vencendo por 2 a 0. O primeiro tempo foi equilibrado e acabou sem gols. Na segunda etapa, a entrada de Pandev no lugar de Hamsík, aos 15 minutos, mudou o jogo. O time da casa passou a pressionar mais o Catania e logo chegou aos gols. Cavani perdeu chance incrível, mas na sequência Dzemaili abriu aos 16. Aos 22, Cavani perderia outra chance incrível, mas após furada de Spolli a bola que havia batid na trave voltou para seus pés e ele fez. Após o gol, o Napoli continuou em bom ritmo e quase marcou o terceiro, quando Pandev acertou a trave. Porém, a equipe esbarrou em seu grande problema: as jogadas aéreas. Primeiro, levou gol de Spolli, após cobrança de escanteio; depois Lanzafame empatou a partida em jogada muito parecida com a do primeiro gol. Há sete jogos o Catania não perde e oitava colocação é pouco para este time.

Genoa 2×2 Fiorentina
Em Gênova, a partida também só foi definida no fim. Com dificuldades para vencer nos últimos tempos, Genoa e Fiorentina fizeram um dos jogos mais movimentados do fim de semana, sem muita organização tática, mas com muita vontade de ambos os lados. A equipe da casa saiu na frente, com Belluschi, tomou a virada em gols de Montolivo e Natali, e, por fim, conseguiu empatar a apenas um minuto do fim, graças a Palacio. Destaque para a boa atuação de Vargas, que esteve muito sumido durante todo o ano, mas que vem se recuperando nas últimas rodadas. Neste domingo, o peruano fez sua melhor partida na temporada e dá esperanças aos torcedores viola, que vêem o time apenas cinco ponto distante da zona de rebaixamento e têm motivos para se preocupar. O Genoa tem apenas dois pontos a mais que a equipe viola e também está em turbulência.

Novara 0x0 Lecce
Na partida dos desesperados, o empate não foi bom para ninguém, uma vez que os dois times continuam em situação difícil para sair da zona da degola. Em dia de pouca emoção, o nervosismo foi quem mandou no jogo: sete cartões amarelos foram distribuídos ao longo dos 90 minutos de partida. Após duas vitórias, o Novara freou sua caminhada rumo à salvezza logo contra um adversário direto e permanece oito pontos atrás do Parma, primeiro fora da zona. Nem a boa partida de Mascara e Morimoto salvou o time da casa. Se para o Novara é muito difícil tirar a diferença, para o Lecce ainda é possível, uma vez que “apenas” quatro pontos o distanciam da parte segura da tabela. O empate do Parma, no dérbi contra o lanterna Cesena, ajuda o Lecce a manter as esperanças vivas.

Cesena 2×2 Parma
No Dino Manuzzi, a partida foi eletrizante, mas o empate, mais uma vez, não foi bom para nenhum dos dois. Menos mal para o Parma, que esteve mais perto de perder. O Cesena chegou mais vezes ao gol de Mirante, mas errou muitas vezes dentro da área. Quem fez primeiro foram os visitantes, com Floccari. Na segunda etapa, porém, o Cesena voltou muito mais ligado no jogo e logo no início Santana conseguiu empatar, depois que Mirante deu rebote em chute de Raphael Martinho. Pouco depois, Del Nero acertou belo chute de longe e virou. Quando teve a chance de ampliar, o Cesena mostrou nervosismo e não conseguiu, dando a chance para o Parma se recuperar na partida. E foi o que aconteceu: Biabiany deu passe para Paletta empatar e acabar com o jogo. Agora, o Parma tem 32 pontos e ainda vive o perigo do rebaixamento, enquanto o Cesena permanece na lanterna, se acostumando com a ideia de jogar a Serie B no ano que vem.

Chievo 1×1 Siena
O jogo começou muito equilibrado, em Verona, com as duas equipes muito concentradas na parte central do campo e sem dar espaços para o adversário. Não demorou muito para que esse panorama mudasse, no entanto: em cobrança de escanteio de Bradley, Andreolli, Théréau e Acerbi participaram de jogada confusa que acabou com a bola no fundo das redes. Acerbi, inclusive, foi um dos melhores no jogo, mostrando consistência na parte defensiva, além de ter marcado o gol de seu time. Atrás no placar, o Siena teve que se abrir e a partida ficou mais dinâmica. Na segunda etapa, Bradley (que vinha jogando muito bem) errou passe e deu a bola nos pés de Destro, que não desperdiçou e empatou o jogo. O Chievo ocupa a 12ª colocação, com 36 pontos, e o Siena está em 15º, com 33.

Atalanta 2×0 Bologna
Em Bérgamo, um sonho quase proibido é que a Atalanta se supere nessas rodadas que faltam e alcance uma vaga para jogar a próxima Liga Europa. Se a equipe não tivesse começado o campeonato com seis pontos a menos, por conta do escândalo da temporada passada, talvez fosse possível. Como não é o caso, chegar a uma competição europeia exigiria da equipe bergamasca uma performance tão impressionantes quanto a das primeiras rodadas, quando o time estava entre os líderes. De qualquer forma, o time de Colantuono é, de fato, uma das boas surpresas da competição e no domingo conquistou mais uma vitória de personalidade. O Bologna foi bem durante toda a primeira etapa e conseguiu se defender com qualidade, assim como a Atalanta, que contou com Raimondi e Stendardo em boa forma. Na etapa final, porém, o jogo da Atalanta deslanchou. Ainda mais depois que o jovem Manolo Gabbiadini fez seu primeiro gol na Serie A e abriu o placar. No fim, o veterano Tiribocchi fez 2 a 0 e deu mais justiça ao placar.

Clique aqui para ver todos os gols da rodada.

Para conferir o que aconteceu nos jogos de sábado, clique aqui.
Para escalações e estatísticas da 29ª rodada, clique aqui.
Para relembrar a 28ª rodada, clique aqui.

Seleção da 29ª rodada
Buffon (Juventus); Raimondi (Atalanta), Diakité (Lazio), Stendardo (Atalanta), Cáceres (Juventus); Dzemaili (Napoli), Donati (Palermo), Vidal (Juventus); Gabbiadini (Atalanta), Del Piero (Juventus), Ibrahimovic (Milan). Técnico: Massimiliano Allegri (Milan).

2 comentários

Deixe um comentário