Serie A

29ª rodada: O dono da bola

Ibrahimovic decide de novo, chega ao seu 22º gol no campeonato e deixa o Milan mais perto do título (AP)

No sábado, dois jogos movimentaram a 29ª rodada da Serie A. A Roma foi a Milão para tentar vencer o Milan e entrar de vez na briga por vaga na Liga dos Campeões, mas, apesar de ter saído na frente, não resistiu ao futebol de Ibrahimovic. O sueco marcou duas vezes e deu a vitória ao time da casa, que continua isolado na liderança. Na outra partida, o Palermo esteve muito perto de vencer, mas deixou a Udinese empatar no final. O resultado foi ruim para o time friulano, mas, devido as circuntâncias, deve ser comemorado. Veja como foram os jogos:

Milan 2×1 Roma (Murillo Moret)
Zlatan Ibrahimovic mostrou (mais uma vez) porque é um dos jogadores mais importantes desta Serie A. Contra a Roma, no San Siro, o Milan entrou em campo com cansaço acumulado, após a eliminação para a Juventus na prorrogação da Coppa Italia, e, com dois gols do sueco, bateu a Roma por 2 a 1, de virada. Sem Juan, a Roma sofreu com a intensa movimentação do ataque milanista durante toda a primeira etapa, principalmente por causa de El Shaarawy, e viu Stekelenburg salvar a pátria algumas vezes, em chutes de Emanuelson, Muntari e do próprio El Shaarawy. Quem marcou primeiro, no entanto, foi a Roma. De Rossi chutou cruzado e Osvaldo desviou para o fundo do gol de Abbiati, aos 44 minutos do primeiro tempo.

Apesar disso, o time de Luis Enrique não melhorou no segundo tempo e continuou sendo pressionado pelo Milan. Aos 8′ da etapa final, então, De Rossi colocou a mão na bola e Ibrahimovic bateu o pênalti para empatar o jogo. Decisiva a troca de Emanuelson por Boateng. Com o ganês e campo, o time passou a ser ainda mais incisivo. O gol que deu números finais ao jogo aconteceu pouco antes do fim, aos 38 minutos. E foi um golaço: Ibrahimovic deu um chapéu no goleiro Stekelenbur e completou para o gol, de cabeça. O resultado deixa a Roma longe do sonho de jogar a próxima Liga dos Campeões (agora, sete pontos separam o time da vaga) e coloca o Milan mais perto do título. Destaque negativo para a lesão de Thiago Silva, que perderá os dois jogos contra o Barcelona, pelas quartas da LC.

Palermo 1×1 Udinese
O cansaço físico típico de fim de temporada imperou na partida entre Palermo e Udinese. Jogada em ritmo lento, principalmente no início, a partida proporcionou poucos lances que levantassem os torcedores da cadeira. Miccoli foi o melhor do jogo e foi o único que incomodou Handanovic no primeiro tempo. Na primeira ocasião, o goleiro venceu o duelo e defendeu bom chute do atacante, mas na segunda vez foi batido por um belo chute de esquerda do baixinho. Nem a desvantagem no placar acordou o time da Udinese, que chutou a gol apenas uma vez na etapa inicial.

No segundo tempo, Basta e Pasquale saíram e deram lugar a Pereyra e Armero, melhorando a movimentação do time visitante. O argentino fez outro bom jogo e Armero, como usual, incomodou muito os defensores do lado direito do time adversário. Para completar a mudança de ritmo friulano, Guidolin tirou Pazienza e colocou Torje, que deu maior equilíbrio ao meio de campo do time. Assim, a Udinese passou a jogar melhor e logo alcançou o gol de empate, com o próprio Torje, que aproveitou bom passe de Pereyra. O empate não era o resultado que a Udinese esperava, mas pode ser comemorado, pelo poder de reação que a equipe mostrou. Agora, a Lazio abre três pontos de vantagem na terceira colocação.

Para resultados, escalações e estatísticas da 29ª rodada, clique aqui.
Para relembrar a 28ª rodada, clique aqui.

Deixe um comentário