Serie A

Review da temporada: Cagliari

Ficcadenti foi e voltou no comando e ainda não sabe se fica para a temporada 2012-13 (Zerozero.pt)

A campanha: 15º colocado, 43 pontos. 10 vitórias, 13 empates, 15 derrotas
Ao final de 2011:  15ª colocação 
Fora da Serie A: Eliminado na quarta fase preliminar da Coppa Italia pelo Siena
O ataque: 37 gols, o terceiro pior
A defesa: 56 gols
Time-base: Agazzi; Pisano, Astori, Canini, Agostini; Nainggolan, Conti, Ekdal; Cossu; Ibarbo (Thiago Ribeiro), Pinilla (Larrivey)
Os artilheiros: Mauricio Pinilla (8 gols) e Joaquín Larrivey (7)
Os onipresentes: Víctor Ibarbo (38), Radja Nainggolan (37) e Michael Agazzi (36)
O técnico: Roberto Donadonni (demitido antes mesmo do início da competição); Massimo Ficcadenti, da 2ª à 11ª rodada; Davide Ballardini, até a 27ª rodada e Massimo Ficcadenti, da 28ª em diante
O decisivo: Víctor Ibarbo
A decepção: Thiago Ribeiro
A revelação: Pablo Ceppelini
O sumido: Nenê
Melhor contratação: Mauricio Pinilla
Pior contratação: Sebastian Eriksson
Nota da temporada: 5,5
Desde a saída do técnico Massimiliano Allegri, para o Milan, ao final da temporada 2009-2010, o Cagliari não se acerta. O nono lugar em 2009-10 foi uma posição espetacular para um time sem tantos recursos. Após a saída do treinador, a instabilidade do presidente Massimo Cellino voltou a falar alto: foram seis treinadores que passaram em apenas dois anos, com o time sempre brigando pelo rebaixamento. A 15ª posição foi a pior dos últimos seis anos e muito disso tem a ver com os problemas internos da equipe, sem contar com as recentes saídas de Biondini, Matri e Lazzari, que não tiveram reposição à altura. Cossu, que brilhou muito nos últimos anos pela equipe sarda teve uma temporada muito irregular e perdeu o posto de maior criador da equipe para o colombiano Ibarbo, um dos poucos motivos de orgulho do torcedor. Além de marcar golaços, ele jogou bem, foi o líder de assistências da equipe e também foi o jogador que mais driblou na Serie A.
Apesar dos problemas, o time até começou bem a temporada, com três vitórias em cinco jogos, e alguns empates na sequência contra times como Udinese e Napoli faziam os torcedores rossoblù acreditarem em uma temporada de tranquilidade. Mas, após uma série de três derrotas seguidas e muitos empates, o time já se via em uma zona de desespero na tabela. Com pouquíssimos gols no primeiro turno e tendo como maiores destaques o forte meio-campo formado por Conti e Nainggolan, além do zagueiro Astori, o então técnico Ballardini pediu e conseguiu a contratação de um atacante. Pouco aproveitado no Palermo, o chileno Maurício Pinilla chegou com desconfiança mas acabou a temporada como artilheiro do time, mesmo tendo marcado apenas oito gols. Nenê e Thiago Ribeiro, ex-cruzeirenses, decepcionaram. O segundo, principalmente, já que chegou com status de contratação da temporada e deve acabar retornando ao Brasil nesta janela de transferências.
Para a temporada seguinte o Cagliari já começa cheio de problemas. A permanência de Ficcadenti ainda é uma incógnita e Pinilla deverá retornar ao Palermo, já que estava emprestado. Um outro problema, que chegou a atarapalhar a equipe neste ano está sendo solucionado: o estádio Sant’Elia foi interditado e durante as últimas rodadas os rossoblù atuaram em Trieste, distante mil quilômetros da Sardenha. Para a próxima temporada, o clube arrendou o estádio do pequeno Sant’Elena Quartu e deve reformá-lo para o ano que vem, inaugurando a Karalis Arena. Com todos esses obstáculos, o Cagliari já começa a olhar o que precisará fazer para não voltar à segunda divisão.

2 comentários

  • Essa temporada foi decepcionante. O elenco do Cagliari poderia ter feito uma campanha muito superior a essa. Alguns pontos falhos existem, como, em minha opnião, o gol, a armação e o ataque. Pinilla foi literalmente a "salvação da lavoura". Agazzi, graças a Deus, deve ir embora, assim como Agostini. Como torcedor – eu sei, mereço parabéns..rsrs – espero muito mais na próxima temporada. E pelo amor de Deus, que saiam esses jogadores que de nada servem – Agazzi, Gozzi, Perico, Nenê, Thiago Ribeiro, Larrivey e El Kabir – e que cheguem jogadores para solucionar os problemas. Creio que Pinilla será adquirido, pois veio com o passe fixado parece.

    Abraço a todos, e parabéns pelo site!

  • Bacana o site!!

    Sou simpatizante do CAGLIARI
    CALCIO, que inclusive é meu segundo time de botão, e gostei muito das informações.

    Realmente o começo do campeonato foi promissor…mas depois quase que a vaca, ou "ovelha" foi pro brejo. rsrsrs

Deixe um comentário