Serie A

3ª rodada: Não está fácil para ninguém

Milan jogou mal de novo e caiu diante da torcida pela segunda vez no campeonato (Getty Images)

O sábado foi de jogos tecnicamente bem fracos na Serie A. Às 13h (de Brasília), 12.625 torcedores sofreram com o empate por 1 a 1 entre Palermo e Cagliari, no Renzo Barbera. Pior para Giuseppe Sannino, que perdeu seu emprego no time siciliano apenas três partidas após o início do campeonato, e deu lugar a Gian Piero Gasperini. Mais tarde, foi a vez de o Milan decepcionar sua torcida. Com futebol ruim, a equipe deu espaços para a Atalanta e perdeu o segundo jogo seguido dentro de casa. Veja mais detalhes:

Milan 0x1 Atalanta

A três dias de sua estreia na Liga dos Campeões, o Milan perdeu a segunda partida consecutiva no San Siro e aprofundou a crise vivida pelo time. Dessa vez, o algoz foi a Atalanta, que, postada em um 4-4-1-1 compacto, conseguiu marcar bem e levar perigo ao gol adversário. Cigarini fez o único gol do jogo, aos 20 minutos da segunda etapa, mas a equipe visitante poderia ter marcado pelo menos mais uma vez, se não fosse um Abbiati inspirado. É a primeira vez desde 1920 que a equipe rubro-negra perde as duas primeiras partidas disputadas dentro de casa.

Sem Pato e Robinho, que podem voltar na próxima rodada, Allegri escalou o ataque com Pazzini e El Shaarawy, mas pouco viu a dupla em ação. Isso porque o meio de campo montado com De Jong, Ambrosini, Emanuelson e Boateng se mostrou muito pouco criativo e travou o jogo dos mandantes. Apesar dos 63% de posse de bola, o time não conseguiu finalizar com perigo e viu uma Atalanta mais eficiente. Assim, o time de Milão permanece com três pontos e cai para a décima colocação. A Atalanta, por sua vez, conquista sua primeira vitória e desnegativa sua pontuação.

Palermo 1×1 Cagliari

Como disse o ídolo palermitano Fabrizio Miccoli, “o Palermo está mais fraco do que no ano passado e tem que pensar em se salvar”. E foi isso que a partida de sábado, contra o Cagliari, mostrou à torcida rosanera. Em jogo feio e com poucas emoções, Sannino escalou seu time mal, principalmente por ter deslocado Ilicic do meio para a ponta, e viu uma equipe muito pouco produtiva. O time até saiu na frente, com gol do uruguaio Arévalo Ríos, mas não soube controlar a partida e deixou o Cagliari jogar. A equipe visitante, inclusive, terminou com 61% da posse de bola.

O estreante Sau, que entrou no lugar de Thiago Ribeiro aos 17 do segundo tempo, marcou o (merecido) gol de empate do Cagliari. O desempenho bem abaixo da média não agradou a diretoria do Palermo, que após a derrota demitiu Sannino, primeiro técnico a cair na Serie A 2012-13. Ele dirigiu o time por apenas três jogos, conquistou só um ponto e viu seus comandados marcarem um único gol. Gian Piero Gasperini, que estava sem clube desde sua demissão da Inter, em setembro de 2011, assume o time siciliano. Mais uma amostra de que não existe projeto algum no Palermo, pois Sannino e Gasperini tem filosofias de jogo absolutamente distintas.

Clique aqui para ver os gols dos jogos.

Relembre a 2ª rodada aqui.

Confira estatísticas, escalações, artilharia e da 3ª rodada, além da classificação do campeonato, aqui.

1 comentário

  • Acompanho o Milan desde o final dos anos 1980 e não me recordo de um time tão ruim. É bem possível que a equipe caia na fase de grupos da UCL.

    Esse Acerbi é muito fraco (grandalhão, desengonçado e lento), os demais zagueiros não passam segurança, há problemas nas laterais, o meio de campo é repleto de cabeças de bagre (não há um único meia para pensar o jogo), sem falar na inoperância do ataque.

    O mais engraçado é a postura dos dirigentes do clube (e até de parte da imprensa italiana), transferindo a culpa pro Allegri.

Deixe um comentário