Liga Europa

Liga Europa: Calmaria

Guarín e Álvarez comemoram passagem da Inter às oitavas da Liga Europa (Reuters)

Nesta quinta de Liga Europa, nenhuma surpresa para os italianos. O Napoli, que já havia levado uma bordoada em casa ante ao Viktoria Plzen, entrou em campo apenas para cumprir tabela e acabou eliminado. Já Inter e Lazio, que haviam conseguido bons resultados nas partidas de ida, mantiveram a vantagem e se classificaram às oitavas. Na próxima fase, a equipe de Milão tem um duro confronto contra o Tottenham e os romanos, após eliminarem os alemães do Mönchengladbach, voltam à terra do chucrute para enfrentam o Stuttgart. Acompanhe o resumo dos jogos de ontem.

Cluj 0-3 Inter

Em ritmo baixo, a Inter voltou a vencer o Cluj pela Europa League, agora na gelada Transilvânia, assegurando uma vaga nas oitavas com 5 a 0 no agregado. Sem muitas peças de recomposição e vários desfalques, Stramaccioni colocou o que tinha de melhor disponível, mas surpreendeu pela formação tática, adotando o 4-2-3-1 que havia utilizado apenas na pré-temporada, talvez já fazendo um teste para o dérbi de domingo contra o Milan.

Enquanto a Beneamata marcou à frente, fez suas triangulações, buscou trocar o posicionamento dos homens de frente e fazer investidas em bolas enfiadas nas costas da defesa adversária – o que aconteceu em boa parte do primeiro tempo -, o quarteto Guarín (aberto pela direita), Palacio (trequartista), Álvarez (aberto pela esquerda) e Cassano (centroavante) mostrou bom entrosamento, inclusive tendo participação ativa nos dois gols dos primeiros 45 minutos. Primeiro com Guarín, após bela jogada de Álvarez que lançou Palacio em velocidade na ponta direita. O argentino teve apenas o trabalho de passar para o colombiano, que também fez o segundo, agora em falha do goleiro Felgueiras, que soltou a bola nos pés de Álvarez. “Ricky” apenas tocou para que Guarín batesse para o gol aberto e marcasse seu 10º gol na temporada.

Na segunda etapa, Stramaccioni poupou Palacio, Álvarez e Guarín, reposicionando o time no 3-5-1-1, buscando ocupar melhor os espaços atrás e cadenciar o jogo com Cassano na frente. Pasa, Mbaye e Benassi ganharam minutos preciosos, e não decepcionaram. O último, por sinal, marcou o gol que fechou o placar, após grande passe de Fantantonio, que registrou sua 11ª assistência na temporada (também marcou 9 gols). O momento para o dérbi de domingo não é dos melhores, mas a vitória levantou a confiança dos interistas, que enfrentarão o Tottenham na próxima fase da Europa League, com o primeiro jogo a ser realizando em Londres no próximo dia 7.

Lazio 2-0 Mönchengladbach
Jogando
com a vantagem de ter marcado três gols fora de casa, a Lazio fez uma
partida tranquila e aproveitou os erros do adversário para assegurar a
classificação ainda no primeiro tempo. Em falhas de Domínguez e Ter Stegen,
Candreva e González colocaram o time da capital italiana nas oitavas de
final da Liga Europa.

A equipe biancoceleste começou
esperando o Gladbach ir pra cima. Com a falta de atitude dos
alemães, Lazio passou a jogar com tranquilidade e, logo aos dez
minutos, Candreva aproveitou cochilada do zagueiro Domínguez e colocou
os donos da casa em vantagem. Cinco minutos depois, Lulic arriscou de
fora da área e obrigou Ter Stegen a jogar para escanteio. O goleiro parecia
sem confiança, tanto que entregou a bola para o próprio Lulic em outra
jogada, a qual a Lazio não soube usufruir.
Aos
33′, Radu, que fez boa partida e encontrou muita liberdade pela
lateral-esquerda, fez boa jogada e experimentou um chute da entrada da
área. Ter Stegen não segurou e González pegou o rebote para liquidar a
classificação. Aos 45′, Hernanes arriscou chute de perna esquerda e o
goleiro alemão novamente colocou para escanteio.
O
segundo tempo começou da mesma forma que terminou o primeiro, com a
Lazio dominando as ações em seu campo de defesa e esperando que o
Borussia desse espaço. O time alemão estava apático em campo, o que fez a
partida ficar sonolenta. Candreva, em chute de longe, assustou. Somente
aos 66′ o Borussia levou perigo, mas Marchetti segurou o chute de
Stranzl. Dez minutos depois, Younes recebeu cartão amarelo por tentar
simular um pênalti.
Os visitantes acordaram nos minutos finais e, contando com a desatenção laziale,
ensaiaram uma presão. Aos 81′, De Jong chutou forte e Marchetti deu
rebote, que Lulic cortou para escanteio – Herrmann estava pronto para
marcar. Em cobrança de escanteio, Hanke cabeceou sobre o gol. Já nos
acréscimos, o goleiro da Lazio vacilou e perdeu a bola para o mesmo
Hanke, mas Cana estava atento e evitou o gol do Borussia.
Nas
oitavas de final, a Lazio terá mais um alemão pela frente: o Stuttgart
venceu o Genk e será o adversário dos romanos nos dias 7 e 14 de março. (Cleber Gordiano)

Viktoria Plzen 2-0 Napoli

A tarefa já era bem
complicada após a derrota vexatória por 3 a 0, no San Paolo. Pois o
Napoli tratou de dar adeus à Liga Europa na República Checa ao perder
novamente para o Viktoria Plzen, desta vez por 2 a 0. Sem Hamsík
(doente) e Cavani (poupado), Mazzarri aproveitou a oportunidade para
testar um 4-3-3, formação inédita no Napoli. Debaixo da forte neve, os
dois times penaram para alcançar o gol adversário. Quem atacou com
perigo, pela primeira vez, foi o Napoli, com Insigne. O atacante chutou
com força da esquina da área, assustando o goleiro Kozacik, aos 36
minutos. Aliás, esta foi a única boa chance da etapa inicial.
No segundo tempo, os tchecos sacramentaram a
classificação às oitavas de final da Liga Europa num cruzamento de
Horvath. Rolando não conseguiu afastar a bola, que sobrou para Kovarik. A
finalização passou por debaixo de De Sanctis. Logo na sequência,
Cavani, que entrou no intervalo, chutou próximo à trave direita. No
entanto, num belo contra-ataque, Tesl rematou no contrapé de De Sanctis
para definir a vitória do Viktoria Plzen – que só não foi 3 a 0 porque
Reznik, no fim da partida, quase marcou um golaço. Ao Napoli, resta o
campeonato nacional. (Murillo Moret)

Deixe um comentário