Liga dos Campeões

“Seremos perfeitos”

Com grande atuação, Milan se garante na Champions League (Getty Images)

Foi o que disse Balotelli ao final do jogo. O atacante
milanista, mesmo com poucas palavras enalteceu a grande partida que o clube
rossonero fez nessa quarta-feira, frente ao PSV e já projetou uma grande
temporada. Depois de empatar na Holanda e chegar pressionado para a partida de
volta, ainda mais após o resultado do fim de semana (derrota para o Verona), o
Milan realmente fez um jogo imponente e quase não deu chances ao time holandês.

Mesmo precisando do resultado favorável, o PSV não aplicou a
pressão inicial como fez em Eindhoven. Ainda assim, a equipe comandada por
Phillip Cocu teve a primeira grande chance, em uma cabeçada de Matavz, bem
defendida por Abbiati. Mas na jogada seguinte, o Milan abriu o placar com
Boateng. De fora da área, o ganês acertou um chute certeiro no canto de Zoet.
Com a vantagem no placar e no confronto, o Milan se fechou
na defesa, obrigando o PSV a apostar nos chutes de longa distância. Nas
melhores oportunidades, Maher fez Abbiati trabalhar, enquanto Willems acertou o
travessão rossonero. O Milan também criou ótimas chances, primeiro com
Montolivo, que finalizou mal após receber passe brilhante de Boateng e em
seguida com El Shaarawy, que concluiu cruzamento de De Sciglio no travessão.
O PSV voltou para o segundo tempo disposto a mudar o placar
e logo nos minutos iniciais Wijnaldum parou em Abbiati. Entretanto a pressão holandesa
deixou espaços na defesa e o Milan se aproveitou. El Shaarawy desperdiçou
frente a frente com o goleiro, mas na sequência, Balotelli ampliou. O atacante
que estava sumido, aproveitou o desvio de Méxes após cobrança de escanteio e só
esticou o pé para fazer o segundo gol. Com mínimas esperanças, o time holandês
seguiu buscando o gol, mas se desordenou cada vez mais no sistema defensivo. Em
um contra-ataque, Poli cruzou para Boateng, que se enrolou, mas conseguiu
fintar Depay e concluir na saída de Zoet para definir o resultado.
Além da vitória e da classificação, o Milan pôs fim a um
jejum de três temporadas seguidas sem que um clube italiano conseguisse a
classificação através do play-off eliminatório. Foram duas eliminações da
Udinese (para Arsenal e Braga) e uma da Sampdoria (para o Werder Bremen).
Agora, resta saber se as previsões de Balo se concretizarão. Ser perfeito é quase
impossível, não só para o Milan, mas se o Diavolo fizer uma temporada melhor do
que foi a passada, certamente os torcedores ficarão bem felizes.
Confira os gols do jogo aqui.

Deixe um comentário