Coppa Italia

Coppa Italia: Sem grandes surpresas na quarta fase

Brasileiro Renan (dir.) marca e Samp de Mihajlovic goleia no Marassi (Il Secolo XIX)

A quarta fase da Coppa Italia aconteceu nesta semana, entre terça e quinta-feira. Três times da Serie A deram adeus à competição, quatro belas goleadas, que renderam uma média de 3,8 gols por jogo e um pequeno saiu com ares de gigante do Giuseppe Meazza, apesar da derrota. Confira como foi cada partida e quais serão os confrontos das oitavas-de-final, que serão disputadas em janeiro.


Internazionale 3-2 Trapani

No encontro entre Inter e Trapani, time
da Serie B que há quatro anos disputava a quinta divisão do futebol
italiano (e, há seis, disputava campeonatos regionais, os
eccellenza“), ainda que os donos da casa tenham
dominado o jogo, quem saiu sorrindo do Meazza foram os visitantes. Os
reservas da Inter venceram sem problemas por 3 a 2 e o time avançou
às oitavas, mas Mazzarri não saiu satisfeito com os gols sofridos.
Ao contrário dos 2.500 trapanesi.

Logo aos 3 minutos de jogo, o placar
estava aberto. Guarín cobrou falta no canto direito, a bola bateu na
trave e no goleiro Marcone, para então entrar (gol computado para o
goleiro). Demorou um pouco para o ferrolho siciliano ser furado. Aos
40, Belfodil tabelou com Pereira na ponta esquerda e recebeu cruzamento
a meia altura na área, para desviar e fazer seu primeiro gol na
temporada. Quatro minutos depois, pênalti em Guarín, que Taider
converteu. No segundo tempo, Caccetta, aos 9, e Madonia, aos 45,
fizeram o impensável, para a alegria da curva visitante. A dormente defesa nerazzurra deverá ser reavaliada por Mazzarri.

Sampdoria 4-1 Hellas Verona

Depois de mais de um mês, a Sampdoria
sente novamente o gosto da vitória. O time de Mihajlovic mostra que
realmente melhorou após a chegada do treinador sérvio e arrasou o
Verona em Gênova, com uma goleada por 4 a 1, apesar de a arbitragem
ter cometido erro grave quando o placar ainda mostrava 2 a 1 para os
donos da casa (pênalti claro não concedido após toque de mão de
Petagna dentro da área). Os blucerchiati, que completaram três
jogos sem derrota, avançam para enfrentar a Roma nas oitavas.

Levou apenas 20 minutos para a Samp
fazer dois gols. Aos 15, a bola foi cruzada para a área, a zaga não afastou e a bola sobrou nos pés de Sansone, que abriu o
placar. Cinco minutos depois, Petagna bateu forte de fora da área,
Mihaylov espalmou para o lado e Bjarnason conferiu o rebote, mandando
para o fundo do gol. No segundo tempo, aos 18, o Verona diminuiu com
Longo, que emendou um belo sem-pulo após cruzamento do brasileiro
Raphael Martinho, titular poupado que entrou no decorrer da partida.
Aos 37, pênalti claro não concedido ao Verona e, no
contra-ataque, a Samp fez o terceiro. Krsticic puxou contra-ataque
sozinho, ganhou na corrida de toda a defesa (muitos estavam
protestando com o árbitro) e bateu no ângulo. O brasileiro Renan,
que marcou o gol de empate contra a Inter no jogo do fim-de-semana,
marcou novamente, completando um drible mal executado por Krsticic,
fechando a conta.

Chievo Verona 4-1 Reggina

Eugenio Corini, realmente, consertou o
Chievo. Ainda que em um nível apenas psicológico. Fato é que o
Chievo, até pouco tempo lanterna da Serie A, conquista sua terceira
vitória consecutiva, entre campeonato e Coppa (uma destas sendo o
dérbi de Verona, contra o Hellas), e com autoridade. O time veronês,
com reservas em campo, aplicou uma goleada de 4 a 1 sobre a Reggina e
avança para enfrentar a Fiorentina nas oitavas. Com dois gols,
Alberto Paloschi foi o nome do jogo.

O placar foi aberto aos 22 do primeiro
tempo, quando Acosty recebeu lançamento longo, invadiu a área e foi
derrubado pelo goleiro Benassi. Paloschi cobrou forte, no meio do
gol, e marcou para os donos da casa. Aos 25, o mesmo atacante tabelou
na entrada da área e recebeu em profundidade, batendo no canto
esquerdo de Benassi, fazendo sua doppietta. Os toscanos diminuíram
aos 36, com Gentili emendando cobrança de escanteio com um
chute na pequena área. No segundo tempo, Ardemagni chutou de
direita de fora da área aos 5 e fez o terceiro gol veronês. Aos 32,
um jovem brasileiro, Victor da Silva, de apenas 18 anos, marcou o
quarto, completando com um “peixinho” cruzamento da direita.

Atalanta 2-0 Sassuolo

Com atenções voltadas para a Serie A, Atalanta e Sassuolo se enfrentaram em Bérgamo com suas equipes reservas, recheadas de jovens, incluindo o atacante Mario Pugliese, joia da Atalanta de apenas 16 anos, da seleção italiana sub-17. E quem avançou de fase foram os donos da casa, com gols apenas no segundo tempo. Aos 9 minutos, após cruzamento de Livaja da direita, o marfinense Koné recebeu o passe em velocidade no meio da zaga adversária e saiu cara a cara com o goleiro dentro da área. Com calma, ele fuzilou para o gol, sem chances ao arqueiro. Aos 27, De Luca, que havia substituído Marilungo dois minutos antes, recebeu um passe açucarado no meio da zaga do Sassuolo, assim como no primeiro gol, e também saiu no mano a mano com o goleiro, marcando com facilidade. O próximo adversário do time lombardo é o Napoli.

Parma 4-1 Varese

Jogando em casa, o Parma atropelou o
Varese, goleando por 4 a 1 e avançando às oitavas para enfrentar a
Lazio. Foi a quarta partida consecutiva sem derrota, entre campeonato
e Coppa. Valdés abriu o placar para os anfitriões logo aos 5
minutos de jogo, com uma bomba de perna esquerda de fora da área,
que foi morrer no ângulo do goleiro Milan. Já no segundo tempo,
Munari desviou de cabeça cruzamento de falta e fez o segundo aos 7
minutos. O terceiro veio pouco tempo depois, aos 13, um golaço:
Palladino deu uma “caneta” em Laverone, invadiu a área e bateu
rasteiro no canto esquerdo. Aos 25, Amauri fez jogada individual,
bateu de fora da área e a bola desviou na zaga, mas Rosi,
oportunista, a interceptou dentro da área, fazendo o quarto. Por fim,
aos 43, Damonte fez o gol de honra do Varese, após cobrança de
escanteio.

Bologna 1-2 Siena

O Siena foi até Bolonha e arrancou a
classificação do time da casa. Após empate por 1 a 1 no tempo
normal, foi apenas nos acréscimos do segundo tempo da prorrogação
que os toscanos chegaram ao gol da vitória. Com o resultado, o time
bianconero se prepara para enfrentar o Catania nas oitavas. Gols
apenas no segundo tempo: aos 33, Valiani chuta de fora da área e
abre o placar para os visitantes. Dois minutos depois, quase veio o
segundo, em chance perdida por Pulzetti, mas foi o Bologna que chegou
ao empate. Alibec, que veio do banco, lançou Moscardelli, que empatou.
Na prorrogação, Alibec marcou para o Bologna, mas Moscardelli,
impedido, atrapalhava o goleiro e o gol acabou sendo anulado. Quando tudo parecia
caminhar para as penalidades, o marroquino Feddal marcou, com uma cabeçada, e pôs números finais ao confronto.

Spezia 3-0 Pescara

Na Ligúria, o Spezia recebeu o Pescara, em duelo de duas equipes da Serie B. Dois times, que por sinal, brigam entre si também por um posto na zona de classificação para o play-off final, com os lígures na nona posição, com 23 pontos, e os abruzzesi em décimo, com 22. E quem levou a melhor foram os donos da casa, que venceram por 3 a 0, com gols de Ebagua, Sansovini e Rivas. O Spezia pega, agora, o Milan nas oitavas-de-final.

Avellino 2-1 Frosinone

O Avellino, que disputa a Serie B, recebeu na Campânia o Frosinone, que disputa a Lega Pro Prima Divisione. Sem maiores dificuldades, o time da casa venceu por 2 a 1, sendo que o gol sofrido veio apenas aos 45 do segundo tempo. D’Angelo e Castaldo marcaram para o Avellino e Ciofani deixou o dele para o Frosinone. Nas oitavas, o adversário dos lobos será a Juventus.

Confrontos das Oitavas-de-final (09/01/2014)

Milan x Spezia

Napoli x Atalanta

Roma x Sampdoria

Juventus x Avellino

Catania x Siena

Lazio x Parma

Fiorentina x Chievo

Udinese x Internazionale

Deixe um comentário