Liga Europa

Silêncio: Pirlo joga

O primeiro gol contra o Lyon foi de Pirlo. Um golaço incrível de falta (Foto: Reuters)

Foi difícil. Foi complicado. O grito de gol ficou preso na garganta dos torcedores que lotaram a Arena Juventus na tarde desta quinta-feira por bastante tempo. Até que Marchisio tirou um coelho da cartola, acertando um tirambaço em Koné, que enganou Anthony Lopes. O tento da vitória da Juve por 2 a 1 para avançar à semifinal da Liga Europa. O Lyon parou por aí.

Antes, a torcida já havia gritado gol. Bem cedo, aliás. Em cinco minutos de jogo, a Senhora já tinha criado duas chances. A primeira, com Tévez, não entrou; na segunda tentativa, Pirlo, em cobrança de falta, jogou a bola para dentro da meta defendida por Lopes. O goleiro nem se mexeu. O tento do veterano, no entanto, recuou a Juventus. Com a vantagem de dois gols, a equipe mandante deixou o Lyon comandar a partida. Mvuemba e Malbranque, ajudados por Tolisso, pela direita, pensavam o ataque para que Briand ou Lacazette tivesse condições de finalização. 

O empate veio com Briand. O time francês cobrou escanteio curto, Mvuemba deu um balão para a área e o atacante marcou de cabeça. Marchisio, que estava na marcação, deu bastante espaço ao adversário. Ainda na primeira etapa, uma boa jogada trabalhada pela esquerda acabou nos pés de Gonalons. O capitão do Lyon soltou uma pancada de fora da área que Buffon espalmou. 

Na etapa complementar, os comandados de Antonio Conte voltaram a dominar o jogo assim como nos primeiros 15 minutos disputados em Turim. Enquanto os jogadores bianconeros teimavam em cair na área (ou perto) do Lyon, Lacazette foi derrubado por Chiellini no Setor Pirlo, aquele em que o meio-campista adora bater falta. Mvuemba bateu forte, no canto de Buffon. O goleiro, meio que no susto, jogou a bola pela linha de fundo. Na sequência, Tévez foi flagrado em posição irregular ao cabecear o cruzamento de Pirlo e marcar gol. Minutos depois, a defesa do Lyon deu espaço e Marchisio finalizou da intermediária. A bola bateu em Umtiti e parou apenas na rede. 

Com a classificação à fase semifinal, a Juve espera por Sevilla, Benfica ou Valencia. Independentemente do rival, existem alguns pontos que necessitam ser trabalhados pela comissão técnica nos próximos dias. 

Pirlo foi o melhor jogador de Juventus-Lyon. Entretanto, novamente a equipe penou para se armar ofensivamente quando Malbranque o marcou de perto. Bastou para Bonucci iniciar as jogadas. Só com lançamentos longos – e geralmente errados. Nem Marchisio, nem Vidal foram capazes de recuar para ajudar o regista. Quando no primeiro tempo o Lyon tinha o controle do confronto, a única boa jogada tramada pela Juve foi exatamente quando Marchisio voltou para construir o ataque. Malbranque se descuidou com dois adversários para marcar e Pirlo achou Marchisio, que rapidamente ligou para Asamoah. 

Está definido que Lichtsteiner joga a Serie A enquanto Isla é titular na Liga Europa. Só que o chileno precisa entrar no jogo um pouco mais cedo. Seu primeiro avanço à linha de fundo aconteceu aos 30 minutos do primeiro tempo. Bedimo, neste meio tempo, nem passou tanto da linha do meio de campo, visto que as principais ações do Lyon eram feitas pelo meio, com Mvuemba e Gonalons, e pela direita, com Tolisso e Ferri.

Por último, a questão Vucinic. Llorente, autor dos dois gols ante o Livorno, na última rodada da liga, ficou no banco de reservas. O montenegrino iniciou a partida entre os 11 contra os franceses e errou tudo o que tentou: domínios, passes… A única explicação plausível é que os alienígenas de Space Jam roubaram sua qualidade neste primeiro semestre de 2014.

Juventus 2-1 Lyon

Quartas de final da Liga Europa

Arena Juventus, em Turim, na Itália

Juventus (3-5-2): Buffon, Cáceres, Bonucci e Chiellini; Isla, Vidal (75′ Pogba), Pirlo, Marchisio e Asamoah; Tévez (77′ Giovinco) e Vucinic (59′ Llorente). T: Antonio Conte

Lyon (4-1-2-1-2): Lopes, Tolisso, Koné, Umtiti e Bedimo; Gonalons, Ferri, Mvuemba e Malbranque (75′ Danic); Lacazette (69′ Gomis) e Briand (70′ N’Jie). T: Rémi Garde

Gols: Pirlo (4′), Briand (18′), Umtiti (68′, contra)

Deixe um comentário