Outros torneios

Serie B com cara de classe A

Perugia fechou com Taddei e tentará voltar à elite (TMW)

Prever o que acontecerá na Serie B não é das tarefas mais fáceis. 42 rodadas de muitos acontecimentos e resultados inesperados. Mas ainda é possível ter uma ideia dos times que brigarão por vaga direta na Serie A, os outros tantos que ficarão no pelotão pelas seis vagas do play-off e os que lutarão contra o rebaixamento para a reformada Lega Pro.

Pelo que já aconteceu nas duas primeiras rodadas, fica claro que os recém-rebaixados Bologna, Catania e Livorno não terão vida fácil na segundona. Com problemas financeiros e o imenso baque que é cair da Serie A, eles não têm a perspectiva que o Palermo, por exemplo, teve na temporada passada: a de um time com orçamento e elenco bem superiores aos rivais da segunda divisão e até mesmo de times da elite. Ainda assim, é provável que estes três times estejam na parte de cima da tabela quando o campeonato acabar.

Entre os times que ficaram no quase em 2013-14, nenhum chama tanta atenção quanto o reformulado Bari. Refundada, a equipe empolgou nos últimos meses de 2013-14
com a quase promoção para a Serie A, quando atraiu ótimos públicos ao gigante estádio San Nicola, um de seus trunfos. Agora, a nova direção mostra mais ambição
em resgatar os galletti. O Bari fez grande mercado, trouxe o bom e
jovem Devis Mangia (de boa passagem pela seleção italiana sub-21) para comandar um grupo de garotos e alguns velhos
conhecidos – só para citar alguns, Donati, Rossini, Stoian, Camporese, Minala, De Luca, Contini, Caputo e Wolski. Grupo forte, coeso e que deve sonhar por algo a mais nesta
temporada.

Os modestos Latina, Lanciano, Carpi e Trapani devem seguir incomodando, especialmente o primeiro deles. O time do Lácio fez bom mercado ee mostra ambição para seguir crescendo. Os leões alados aproveitaram a falência do Siena para adquirir jogadores experientes, como Ângelo, Valiani e Paolucci, que continuarão comandados pelo mesmo técnico, Mario Beretta, também ex-Siena. O Spezia, de quem tanto se esperava, não engrena, mas também não desmorona. Agora comandados pelo croata Nenad Bjelica e com uma série de reforços do país vizinho, a equipe deve seguir brigando pelos play-offs, como nos dois últimos anos. Modena e Brescia, que começaram mal, têm condições de se recuperar e incomodar os principais postulantes ao título.

Já o Crotone, que teve vários destaques na última temporada, não foi tão bem em repor as saídas dos jovens Cataldi, Crisetig, Pettinari e Bernardeschi, além de Mazzotta, mas espera que os novos garotos que trouxe dêem resposta. Por enquanto, não é o que ocorre e o time de Drago deve ficar atento a uma prolongada queda de rendimento.

Entre outros conhecidos dos apaixonados por futebol italiano, o Pescara promete superar o decepcionante ano passado, enquanto o Avellino é mais cauteloso após brigar pela promoção por alguns meses. Recém-promovidos da antiga Lega Pro Prima Divisione, os tradicionais Pro Vercelli e Perugia têm objetivos diferentes: o time piemontês busca ano confortável na segundona, enquanto o time de Úmbria sonha mais alto e quer a volta para a Serie A, como mostrou no mercado e nas duas primeiras rodadas, nas quais conquistou duas vitórias – é o único time do campeonato a ter 6 pontos. Com reforços como Taddei e Giacomazzi, a equipe tem potencial para ser uma das gratas surpresas da Serie B.

Também de bom início de campeonato, Cittadella e Ternana buscam tranquilidade e, quem sabe, vaga no play-off que define a terceira vaga ao filé do futebol italiano. Frosinone, Varese, Virtus Entella e Vicenza devem suar durante a temporada. Dentre os citados, destaque para o Entella, equipe da Ligúria e novata na Serie B. O time fechou com bons reforços, mas falta experiência e equilíbrio no elenco.

Também destacamos o Vicenza, de volta à segundona graças à falência do Siena, agora renomeado Robur Siena, e recomeçando na Serie D. Os tradicionalíssimos lanerossi revelaram ao futebol um tal de Roberto Baggio e também deram espaço para os primeiros passos de Paolo Rossi, mas hoje vivem dias bem diferentes. A equipe só ficou sabendo que jogaria a Serie B no dia 29 de agosto, data do resultado da avaliação técnica da FIGC, e pouco se reforçou para jogar a segundona. Será um ano complicado. Façam suas apostas.

Deixe um comentário