Serie A

28ª rodada: O ex que machuca

Salah brilhou contra sua ex-equipe e deixou a Roma tranquila na terceira colocação (Foto: Dailymail)

Com Juventus e Napoli seguindo na mesma toada e não desperdiçando pontos fáceis, o topo da tabela perdeu o protagonismo nessa rodada e deu lugar à boa disputa pelas vagas europeias. No jogo mais esperado dessa 28ª jornada, a Roma atropelou a Fiorentina e abriu três pontos na terceira colocação – a última que garante vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada. Com boa vitória sobre o Palermo, a Inter mostrou que também quer ter uma chance na principal competição do continente e agora já se prepara para o duelo decisivo contra os romanos, no próximo dia 19. Enquanto isso, o Milan deu adeus ao sonho de se classificar para a Champions e abriu espaço para o Sassuolo sonhar com uma vaguinha na Liga Europa. Na parte de baixo da tabela, o Frosinone reagiu e começa a ameaçar times como Palermo, Atalanta e Udinese. Leia o resumo completo.

Roma 4-1 Fiorentina

El Shaarawy (Salah), Salah (Perotti), Perotti (El Shaarawy) e Salah (Pjanic) | Ilicic (pênalti)

Tops: Salah e El Shaarawy (R) | Flops: Tino Costa e Bernadeschi (F)

O jogo mais esperado da rodada, valendo a desejada terceira colocação – que leva à Liga dos Campeões -, aconteceu ainda na sexta-feira e cumpriu as expectativas. Em partida muito movimentada, a Roma foi superior à rival Fiorentina e deu um presentão para a torcida da casa, que comemorou o sétimo bom resultado seguido e agora vê o time mais consolidado na zona-LC. Para melhorar o gostinho da goleada para os romanistas, a lei do ex foi cruel com os torcedores viola, que viram Salah brilhar, com dois gols e uma assistência. 

E olha que, no início, não parecia que seria assim. Foi a Fiorentina que começou pressionando e assustando. Ilicic, surpresa na escalação, apareceu duas vezes com perigo logo no início e os 15 minutos iniciais foram totalmente dos visitantes. O abafa, no entanto, não resultou em gol e fez a Roma acordar para o jogo. Depois do susto inicial, Salah tomou as rédeas do time e abusou da habilidade e velocidade para mudar o ritmo da partida. Aos 22, ele tocou para El Shaarawy fazer 1 a 0. Três minutos depois, recebeu de Perotti para ampliar. Depois, Perotti fez 3 a 0 e Ilicic diminuiu. No segundo tempo, o domínio da Roma continuou e Salah fez 4 a 1 ainda aos 13 minutos, aproveitando lindo lançamento de pjanic. A Fiorentina não teve forças para reagir e assistiu os donos da casa jogarem. Nos 15 minutos finais, Spalletti colocou Totti em campo pela primeira vez após a polêmica entre os dois e o capitão foi aplaudido a cada toque que dava na bola. Quase marcou de falta, para o delírio da torcida. Com a grande vitória, a Roma abre três pontos sobre a própria Fiorentina, quarta colocada, e ganha moral para o jogo de volta das oitavas da Liga dos Campeões, nesta terça, contra o Real Madrid. 

Inter 3-1 Palermo

Ljajic (Perisic), Icardi (Palacio) e Perisic (Icardi) | Vázquez (Rispoli)

Tops: Icardi e Perisic (I) | Flop: Vitiello (P)

Após o grande jogo contra a Juve, pela Coppa Italia, a Inter manteve a boa fase ao superar o Palermo sem dificuldades, em casa, e mostrar que continua viva  na briga pela terceira colocação. O time de Roberto Mancini agora está apenas dois pontos atrás da Fiorentina, quarta colocada, e cinco distante da Roma, dona do terceiro posto. As boas apresentações vêm em bom momento e animam a torcida, uma vez que essa diferença pode ser diminuída já no próximo dia 19, quando a adversária será a própria Roma, no Olímpico. 

Organizada, a Inter não teve dificuldades para criar contra o Palermo e abriu o placar logo aos 11 minutos, em belo chute de Ljajic. Aos 23, foi a vez de Icardi aparecer bem, completar cruzamento de Palacio, fazer o 2 a 0 e dar tranquilidade ao time. O Palermo diminuiu no fim do primeiro tempo, com Vázquez, mas a Inter não abaixou o ritmo e Perisic fez 3 a 1, logo aos 9 minutos do segundo tempo. Sem vencer há sete rodadas, o Palermo se aproxima da zona de rebaixamento rapidamente. Com 27 pontos, os rosanero estão apenas um à frente do Frosinone, primeira equipe na zona da degola. 


Atalanta 0-2 Juventus

Barzagli (Mandzukic) e Lemina

Top: Mandzukic (J) | Flop: Rafael Tolói (A)

Na parte de cima da tabela, nada mudou. A Juventus continua imparável e o Napoli se esforça para continuar próximo da Velha Senhora. Fora de casa, o time de Allegri não teve dificuldades para superar uma Atalanta que continua caindo na classificação e já vê a zona de rebaixamento como um perigo real, apenas quatro pontos atrás. Os donos da casa nem foram tão mal quanto nas últimas rodadas – já são treze partidas sem vencer agora -, mas contra uma Juve muito segura nada se podia fazer. Buffon já está há 836 minutos sem sofrer gols e os bianconeri acumulam 17 vitórias nas últimas 18 partidas. Dessa vez, até Barzagli, que não fazia gol desde 2012, marcou, após cobrança de escanteio e desvio de Mandzukic. Lemina também foi às redes, após grande jogada. O resultado mantém a Juve três pontos à frente do Napoli.  

Napoli 3-1 Chievo

Higuaín (Ghoulam), Chiriches (Jorginho) e Callejón (Allan) | Rigoni

Tops: Higuaín e Callejón (N) | Flop: M’Poku (C)

Se a Juve já provou que não será fácil tirar esses três pontos de vantagem que ela conseguiu abrir, o Napoli também mostrou que será um perseguidor implacável. Em casa, a equipe de Sarri mostrou poder de reação contra um Chievo muito organizado e saiu com vitória importante, após sofrer um gol logo aos dois minutos de jogo. Rigoni aproveitou bobeira de Chiriches e marcou para os visitantes, mas não pode festejar por muito tempo. Higuaín, sempre ele, empatou quatro minutos depois e chegou ao 26º gol na Serie A. Chiriches se redimiu, virou a partida ainda no primeiro tempo e Callejón fechou a conta na segunda etapa. Assim, o Napoli mantém cinco pontos de distância para a Roma, terceira colocada, além de continuar vivo na briga pelo scudetto. O Chievo, com 34 pontos e futebol razoável, provavelmente apenas cumprirá tabela até o fim da competição, sem pretensões na parte de cima ou perigo de rebaixamento. 

Sassuolo 2-0 Milan

Duncan (Berardi) e Sansone (Vrsaljko)

Tops: Duncan e Sansone (S) | Flops: Balotelli e Zapata (M)

Se o sonho de se classificar para a próxima Liga dos Campeões já estava difícil para o Milan, a situação ficou ainda mais complicada após a derrota dessa rodada, para o ótimo Sassuolo. O time de Mihajlovic vinha de nove bons resultados seguidos, mas, em sua pior partida em 2016, caiu pelo terceiro ano consecutivo no Mapei Stadium, deixando as esperanças europeias bem longe. Agora, são nove pontos de distância para a Roma, terceira colocada. Quem pode sonhar mais alto depois dessa grande vitória é o Sassuolo, que encostou no próprio Milan e continua na luta por um lugar na Liga Europa – são três pontos, e Inter, quinta colocada, está sete na frente. Duncan, Sansone e Berardi foram os melhores em campo e ditam o ritmo de um Sassuolo ousado. 

Torino 1-1 Lazio

Belotti | Biglia (pênalti)

Tops: Belotti (T) e Savic (L) | Flop: Felipe Anderson (L)

Há pouco o que falar do jogo entre Torino e Lazio. As duas equipes fazem campeonato abaixo das expectativas e ocupam posições intermediárias na tabela – lugar onde devem permanecer até o fim da temporada. Então vamos às curiosidades: o Torino continua com dificuldades para vencer as partidas jogadas no horário do almoço e também não tem se dado bem em frente à sua torcida esse ano. Em 13 jogos disputados às 12h30, foi só uma vitória até aqui. No Olímpico de Turim, o desempenho também é ruim: uma vitória em 2016. Mas o jogo não foi ruim. Os donos da casa pressionaram mais e abriram o placar com Belotti. Immobile errou um pênalti que facilitaria a partida, também perdeu outras oportunidades, e viu Biglia converter uma cobrança para empatar. A Lazio é a oitava colocada, com 38 pontos, e o Torino ocupa a 12ª colocação, com 33. 

Frosinone 2-0 Udinese

Ciofani e Blanchard (Pavlovic)

Tops: Ciofani e Blanchard (F) | Flops: Danilo e Thereau (U)

Firme na luta para não cair à segunda divisão, o Frosinone conquistou importante vitória contra a Udinese nesse fim de semana, graças à dupla Ciofani e Blanchard, responsável pelos melhores momentos na campanha do acesso do time à Série A. A vitória faz o time alcançar os 26 pontos e ficar a apenas um ponto de deixar a zona da degola. O bom resultado serve também para recuperar a moral da equipe em casa, onde não vencia há um mês. O fator casa é importantíssimo para a equipe, que conquistou 21 dos seus 26 pontos jogando no Matusa. Sem brilho, a Udinese chega à terceira derrota em quatro jogos e, com 30 pontos, deve começar a se preocupar com a zona de rebaixamento. O técnico Colantuono está ameaçado de demissão.

Bologna 0-0 Carpi

Tops: Diawara (B) e Letizia (C)  | Flop: Poli (C)

Jogando em casa, o Bologna partiu para cima do Carpi com o sonho de encostar nos times que disputam uma vaga na Liga Europa. A pressão, porém, não deu resultado e o 0 a 0 não serviu a ninguém. O Bologna acabou com as esperanças da já difícil missão de brigar mais acima na tabela e o Carpi permanece atolado na zona de rebaixamento, cada vez mais próximo do descenso. A equipe tem apenas 22 pontos, cinco atrás do primeiro que se salva, e deve jogar todas as esperanças na próxima rodada, em jogo direto contra o Frosinone, que, no entanto, vem apresentando futebol melhor e mais vontade de deixar a situação ruim. 

Verona 0-3 Sampdoria

Soriano, Cassano e Christodoulopoulos (De Silvestri)

Tops: Cassano e Christodoulopoulos (S) | Flops: Fares e Moras (V)

Maior decepção do campeonato, o Verona perdeu mais uma. Dessa vez, nem viu a bola contra uma boa Sampdoria, que fez 3 a 0, mas poderia ter feito muito mais. Se a Serie B já é fato para a equipe de Delneri, se afastar dela tem sido a missão da Samp de Montella, que chega à segunda vitória consecutiva e ganha duas posições importantes com esse triunfo. Em boa partida de Cassano, o time subiu a 31 pontos e agora está cinco à frente do Z-3. Vitória importante também para quebrar o tabu de não vencer fora de casa nessa temporada. O único triunfo fora até aqui tinha sido no clássico contra o Genoa –  ou seja, em sua cidade. 


Genoa 1-0 Empoli

Rigoni (Cerci)

Tops: Rigoni e Pandev (G) | Flops: Büchel e Maccarone (E)

No jogo com menor apelo da rodada, o Genoa superou o Empoli em casa e imprimiu a quarta derrota seguida aos adversários. Mesmo com mudanças táticas, o time de Gasperini manteve a forma de jogar, sempre pressionando o oponente, e dominou a partida, criando chances, inclusive, para vencer por mais de um gol de diferença. Sorte do Empoli que a equipe já tinha conseguido abrir boa gordura na primeira parte do campeonato, pois as quatro derrotas seguidas preocupam. A zona de rebaixamento, que já esteve muito distante, agora começa a aparecer (hoje são oito pontos de distância) e está passando da hora de o time de Giampaolo acordar. 

*Os nomes entre parênteses nos resultados indicam os responsáveis pelas assistências para os gols

Relembre a 27ª rodada aqui.

Confira estatísticas, escalações, artilharia, além da classificação do campeonato, aqui.

A Liga Serie A disponibiliza os melhores momentos da rodada em seu canal oficial. Veja os melhores momentos dos jogos abaixo.

Seleção da rodada

Buffon (Juventus); De Silvestri (Sampdoria), Acerbi (Sassuolo), Koulibaly (Napoli), Ghoulam (Napoli); Duncan (Sassuolo), Pjanic (Roma); El Shaarawy (Roma), Perisic (Inter), Salah (Roma); Icardi (Inter). Técnico: Luciano Spalletti (Roma).

Deixe um comentário