Serie A

Dérbi de Milão movimenta a 4ª rodada do Italiano; confira a prévia



Em uma semana de jogos pelas copas europeias e resultados amargos para os italianos – com exceção feita ao Napoli, que bateu o Liverpool no San Paolo –, o final de semana de Serie A pegará fogo com mais um grande clássico. Em Milão, o primeiro Derby della Madonnina da temporada colocará frente a frente Inter, única equipe 100% na competição, e Milan, que ainda busca o melhor desenho sob o comando de Marco Giampaolo. Confira a prévia da 4ª rodada.

Assista o Campeonato Italiano no Dazn com 1 mês grátis. Assine.

O jogão

Milan x Inter

Data e horário: sábado, 21/9, 15h45
Transmissão: DAZN, Rai, RedeTV e Bet365

O grande jogo da rodada está envolvido no polêmico debate do San Siro. Se os vizinhos Inter e Milan ambicionam uma nova casa, mais moderna e rentável, a prefeitura pressiona para a reforma da Scala del Calcio. De qualquer forma, a promessa é de casa cheia para um confronto que nos últimos anos começou a recuperar seu prestígio – se talvez não tanto tecnicamente, pelo menos atraiu mais torcedores e repercussão internacional. A esperança é que as brigas internas na Curva Nord e os recentes casos de racismo por parte de torcedores interistas não estraguem o espetáculo no clássico mais charmoso do país, sediado na capital da moda.

Dessa vez, a pressão estará maior no lado rossonero, que não vence o Derby della Madonnina na Serie A há quase quatro anos e perdeu os dois jogos da última temporada. Além do mais, Giampaolo está tentando encontrar a formação mais adequada para obter o melhor de seus principais jogadores. Até agora, o artilheiro Piatek está aquém da expectativa e Suso, enfim de volta à direita, se mostrou muito sobrecarregado por causa do lento começo de 2019-20 por parte de Lucas Paquetá. Do outro lado, Conte quer manter seu aproveitamento perfeito no campeonato após tropeçar em casa com o Slavia Praga, e aposta na boa arrancada dos baixinhos Politano e Sensi, ambos ex-Sassuolo, nesse começo de época.

Prováveis escalações

Milan: Donnarumma; Conti, Musacchio, Romagnoli, Rodríguez; Kessié, Bennacer, Çalhanoglu; Lucas Paquetá; Suso, Piatek

Inter: Handanovic; Godín, De Vrij, Skriniar; Candreva, Barella, Brozovic, Asamoah; Politano, Sensi; Lukaku.

Fique de olho

Kessié é a peça mais constante do meio-campo do Milan (Getty)

Domingo, 22/9, às 10h

Sampdoria x Torino

No encontro entre duas boas equipes intermediárias e que sonham com uma vaga nas copas europeias, realidades distintas. A Sampdoria de Di Francesco é a maior decepção do início da temporada, pois sofreu três derrotas seguidas e amarga a última posição do campeonato, com impressionantes nove gols sofridos e apenas um marcado. Do outro lado, o Torino de Mazzarri ainda se ressente da queda precoce na Liga Europa, e após vitórias apertadas – mas fundamentais – sobre Sassuolo e Atalanta, também adversários diretos, foi surpreendido em casa pelo Lecce: perdeu por 2 a 1 e sofreu com atuações negativas de suas estrelas.

Além da péssima fase, a Sampdoria ainda deve encarar o mau retrospecto recente em jogos contra o Torino, já que não vence no confronto há três anos e perdeu todas na última temporada. O caminho para se livrar da “zica” pode ser Quagliarella, maior artilheiro em atividade da Serie A e um amante da ‘lei do ex’: o veterano foi revelado pelos granata, mas marcou somente um gol de pênalti até o momento. Di Francesco ainda promete uma drástica mudança tática, saindo do seu 4-3-3 predileto para uma formação com três zagueiros. Por outro lado, Mazzarri carrega consigo os 4 a 1 no Luigi Ferraris em novembro do ano passado, quando Belotti marcou uma doppietta: o artilheiro e capitão recuperou a boa forma e, em 2019-20, já soma 10 gols em 11 partidas entre Toro e seleção italiana.

Domingo, 22/9, às 13h

Atalanta x Fiorentina

Ribéry fez grande partida contra a Juve e é uma das esperanças da Fiorentina contra a Atalanta (Getty)

Prometendo muitos gols, Atalanta e Fiorentina se enfrentarão em um lugar insólito: o estádio Ennio Tardini, em Parma, no meio do caminho entre Bérgamo e Florença. Longe do seu estádio, que passa por profunda reforma e modernização, os bergamascos venceram apenas como visitantes nesta Serie A e também carregam uma decepcionante e inesperada goleada sofrida para o Dinamo Zagreb, em sua estreia na Liga dos Campeões. O capitão Papu Gómez disse que não esperava o alto ritmo do time croata, fato que demonstra como o nível de competitividade na principal competição do futebol europeu é muito superior ao que a Atalanta está costumada normalmente. Mais: isso também comprova quanto as equipes de Gian Piero Gasperini sofrem nos inícios de temporada.

Do outro lado, temos uma Fiorentina profundamente renovada: nova direção, novos jogadores e um ambiente muito mais agradável depois do fim do ciclo da família Della Valle. Apesar disso, os resultados ainda não refletiram as boas partidas do time de Vincenzo Montella, que caiu de pé para o Napoli, em casa, tropeçou em Gênova e dominou a arquirrival e imbatível Juventus. Os viola devém manter o adaptado 3-5-2, tendo a dupla Chiesa e Ribéry como destaques, e oferecer resistência para a Atalanta. A Dea venceu os últimos dois duelos desse confronto, que costuma ser movimentado e ter muitos gols. Como ambas as equipes balançaram bastante as redes nesta temporada, quem sabe o quarto 4 a 3 da Serie A não ocorre no Tardini?

Demais partidas

Sexta-feira, 20/9, 15h45
Cagliari x Genoa

Sábado, 21/9, 10h
Udinese x Brescia

Sábado, 21/9, 13h
Juventus x Verona

Domingo, 22/9, 7h30
Sassuolo x Spal

Domingo, 22/9, 10h
Lecce x Napoli
Bologna x Roma

Domingo, 22/9, 15h45
Lazio x Parma



Deixe um comentário