Apoie

Você acompanha o nosso site e quer que a Calciopédia publique mais conteúdo, como entrevistas, colunas periódicas, reportagens especiais e e-books? Quer ver os jornalistas do site tocando um canal no YouTube e fazendo documentários exclusivos sobre o futebol italiano? E, de quebra, ainda quer ganhar recompensas exclusivas para garantir que isso tudo aconteça? Então não perca tempo e confira a nossa campanha na APOIA.se!

Quem somos

A Calciopédia é o maior veículo dedicado exclusivamente ao futebol italiano em língua portuguesa e foi fundado em julho de 2006 – ainda sob o nome Quattro Tratti. O futebol italiano é um tema querido por tantos brasileiros, que se acostumaram a acompanhar o calcio desde 1983, quando a TV Bandeirantes apostou e trouxe para o Brasil o primeiro campeonato estrangeiro.

Em junho de 2017, os editores decidiram apostar na mudança para o nome Calciopédia, que traduz melhor a proposta do site. Sob qualquer uma das nomenclaturas, temos como objetivo ser a mais completa fonte de informações em língua portuguesa sobre o futebol italiano do presente e do passado.

Cobrimos não apenas as principais competições do país – a Serie A e a Coppa Italia – e as participações das equipes da Bota na Liga dos Campeões e na Liga Europa. Também publicamos todas as transferências envolvendo jogadores de clubes da primeira divisão do país, falamos sobre aspectos táticos do jogo, relembramos figuras e acontecimentos do passado e fazemos especiais de início e fim de temporadas. Buscamos ainda levar à nossa qualificada audiência as mais relevantes informações da divisões de acesso, do futebol feminino e também dos principais campeonatos de categorias de base do país. Sem esquecer, é claro, do extracampo e dos aspectos socioculturais do esporte e da Itália.

Por que a Calciopédia quer a sua ajuda?

Ao longo dos anos, nos tornamos referência no que diz respeito ao futebol italiano: viramos material de consulta para jornalistas esportivos de todo o Brasil e entramos na pauta de Band, Bandsports, FoxSports, ESPN, DAZN, Esporte Interativo e SporTV. Também firmamos parcerias e colaborações com veículos independentes e relevantes, como Trivela e Footure. Porém, precisamos dizer a verdade: nem sempre prestígio se traduz em grana.

Por isso, a Calciopédia vem buscando criar um ciclo de apoios junto a seu público com iniciativas como um programa de assinaturas (o Calciopédia PRO, em 2017) e a inauguração de uma loja online – a Calciopédia Store. Tanto o plano para assinantes quanto a criação de uma loja com produtos alusivos aos principais e mais tradicionais clubes da Velha Bota buscavam viabilizar formas inovadoras de custeio para o site e o aprimoramento de seu conteúdo. O mesmo vale para a atual campanha de apoio recorrente.

O jornalismo vive uma crise no seu modelo de negócio e a publicidade não é suficiente para pagar as contas dos veículos – principalmente as de empresas de mídia independente e segmentada, como é o caso da Calciopédia. Dessa forma, precisamos de recursos para podermos continuar a existir do jeito que você está acostumado ou acostumada, com o conteúdo qualificado e aprofundado sobre o futebol italiano, que marcam o nosso site em quase uma década e meia de existência.

Toda a renda obtida através da APOIA.se, assim como a oriunda da venda de produtos da loja, será revertida para o pagamento das nossas contas e a remuneração do nosso jornalismo. Isso significa que manteremos os conteúdos atuais do site e que, conforme as metas mensais da campanha forem batidas, poderemos levar ao nosso público um trabalho cada vez mais próximo do que imaginamos quando criamos a Calciopédia.

Atualmente, publicamos em nosso site pelo menos cinco textos semanais, nos quais repercute e analisa temas atuais ligados aos times do futebol italiano e/ou relembra craques, lendas e acontecimentos marcantes do passado do esporte na Velha Bota. Nossos editores também colaboram com o podcast Calciopizza, do Footure.

O seu apoio permitirá que a Calciopédia pague as contas, amplie sensivelmente o leque de conteúdos produzidos e diversifique os formatos de distribuição do que chega até você – atendendo aos anseios que captamos através de uma pesquisa de opinião com nossos seguidores. Sem apelar para o paywall, poderemos entregar mais textos, entrevistas, colunas periódicas, reportagens especiais, publicar e-books próprios ou traduzidos e também desbravar o mundo do audiovisual através de um canal no YouTube e de documentários temáticos. Para isso, contamos com você!