Serie A

O último dos moicanos

Nem Milão, nem Roma. A última cidade italiana com representante nas competições européias é Florença. Num daqueles dias onde a primavera é florida, o sol é brilhante e os melhores jogadores jogam o melhor, a Fiorentina eliminou o PSV em Eindhoven, segue para as semifinais da Copa da Uefa e finalmente mira a final do torneio. Para quem, há algumas semanas, enviava time misto para a competição…

Mutu: no pós-lesão do romeno, a Fiorentina voltou a dar as cartas

Desta vez, o melhor venceu. Sim, o PSV teve três ótimas oportunidades para marcar (um pênalti, até), mas os viola souberam dominar o adversário em seu próprio campo, assim como foram dominados em Florença no empate da última semana. Montolivo, o melhor da partida, só foi ofuscado por Mutu, autor dos dois gols. No fim do primeiro tempo, Liverani rolou e o romeno acertou um grande tiro a trinta metros de Gomes. Logo em sua primeira oportunidade, estava derrubada a vantagem dos holandeses.

Para a ripresa, uma inversão de papéis vistos como tradicionais: a Fiorentina com o 4-3-3 típico holandês, o PSV com o 4-4-2 italiano. Pouco depois do começo do segundo tempo, Gomes parou Pazzini no um-a-um, mas, de novo de fora da área, Mutu emendou de primeira para ampliar. Frey ainda fechou o caixão ao defender o pênalti mal cobrado por Timmons. Do conjunto viola, apenas Donadel destoou.

Frey: pouco acionado, sempre perfeito – no melhor estilo Frey

Nas semifinais, os viola enfrentarão o Rangers, que eliminou com dificuldades o Sporting. Até lá, as atenções retornam para a Serie A: a Fiorentina enfrentará Inter e Palermo antes de viajar à Escócia. E, para as pretensões de consolidação no cenário nacional, classificar-se para a próxima Liga dos Campeões é tão prioritário quanto disputar a final da atual Copa da Uefa.

2 comentários

  • Aposto na Fiorentina para obter a vaga na Liga dos Campeões e o título da Copa da Uefa. A vitória sobre o PSV e as excelentes performances de seu elenco de uma forma geral credenciam a Viola.

    Também é muito interessante ver o “renascimento” de Mutu após todo a crise causada por seu envolvimento com drogas.

  • Infelizmente não pude acompanhar o jogo, mas fico feliz de saber que o Montolivo jogou bem, sempre elogio o potencial desse jovem. Falta apenas agora ele dar mais consistência a essas boas atuações, mais regularidade, porque talento ele obviamente possui.

Deixe um comentário