Serie A

Quem manda aqui somos nós

Palmas para o Padova: até agora, biancoscudati vão confirmando favoritismo e tem feito boas partidas na segundona (PadovaCalcio.it)

Depois de seis rodadas, a Serie B vai mostrando, desde cedo, alguns contornos que já eram esperados, contrariando a tendência de, normalmente, ser um torneio bastante equilibrado. Na frente, alguns dos times mais fortes da competição, como Padova, Brescia, Torino e Sampdoria estão invictos e tem mostrado um futebol interessante, confirmando as expectativas que demonstrávamos em nosso guia – veja aqui e aqui. O nível técnico do torneio está superior ao de temporadas recentes e, a cada rodada, ao menos um jogo movimenta a parte de cima da tabela. Hoje, por exemplo, Sampdoria e Torino se enfrentam no Marassi, às 16 horas.

O Padova (líder, 14 pontos), líder ao lado do Brescia, teve uma tabela complicada nos primeiros jogos, com um dérbi do Vêneto e partidas contra equipes da parte de cima da classificação, e se saiu muito bem. O jogo coletivo, em que o próprio conjunto é o destaque, vem funcionando muito bem. O Brescia, que tem a mesma pontuação, tem surpreendido pela forte defesa, que sofreu apenas dois gols, mas não tem um grande ataque, que sente a saída de Caracciolo. Pelo ambiente interno atribulado, ainda carrega certa desconfiança, mas pode lutar pelo acesso até o fim. Com a mesma pontuação e tendo sofrido apenas um gol a mais, está o Torino, que pode sofrer com a lesão de Guberti, que só deve voltar ano que vem.

Um pouco mais embaixo, a favorita Sampdoria (4ª, 12) não vem atropelando seus adversários e passa a sensação de que, naturalmente, ainda está se adaptando à nova realidade. A equipe de Gênova também teve tabela um pouco complicada (enfrentou Padova, Livorno e Grosseto, que estão na parte alta da classificação) e empatou seus três jogos mais complicados. Pozzi e Bertani formam ótima dupla de ataque e Piovaccari, artilheiro da última B, é ótima opção. Até agora, quem vem brilhando é Bertani, autor de cinco gols. Fechando a zona de play-offs, Grosseto (5º, 12) e Sassuolo (6º, 12), vem acumulando boa gordura. A maior surpresa é o próprio Sassuolo, que vem embalado pelos jovens atacantes Boakye e Sansone, emprestados por Genoa e Parma, e pela boa defesa.

Entre os times que estão colados na zona de classificação para os play-offs, Livorno (7º, 11) e Reggina (8ª, 10), são times que devem rondar por ali até o fim da temporada. A equipe da Calábria, até o momento, mostra mais credenciais do que o Livorno, até por ter um trio de ataque muito efetivo: Bonazzoli, Missiroli e Campagnacci marcaram quatro gols cada um. A defesa, no entanto, não está arrumada após as saídas de Acerbi, Campagnolo e Costa e, com nove gols sofridos, está entre as piores da competição. O Verona (8º, 10), que subiu da Lega Pro, é uma das surpresas da competição e dá mostras de que tem time para, no mínimo, se estabelecer no meio da tabela e permanecer na segundona com tranquilidade.

Um pouco mais para o meio da tabela, o Bari (10º, 8) ainda não se acertou e já está quatro pontos atrás do pelotão que disputaria os play-offs. Pior ainda vem o Empoli (13º) que somou apenas seis pontos mesmo com uma equipe forte, que conta com Tavano, artilheiro do torneio até o momento. Na mesma parte da tabela, o Pescara (9º, 9) caiu um pouco de produção após um ótimo início, com gols do atacante Immobile (emprestado pela Juventus) e tem margem de elhoramento. Por ali também, merece destaque o bom início do AlbinoLeffe (11º, 7), com ótima atuação do atacante Cocco (emprestado pelo Cagliari), com 5 gols.

Naturalmente, o panorama da Serie B ainda pode mudar, não só porque o campeonato está apenas no início, mas também porque a segundona italiana é um campeonato muito parelho, mas o isso dificilmente deve atingir os pequenos Juve Stabia (19º, 3) e Gubbio (21º, 2), favoritos para cair. O Ascoli (lanterna, 0), conseguiu zerar a punição de sete pontos pelo envolvimento com o esquema de apostas ilegais, mas deve continuar na parte de baixo da tabela no restante do campeonato. O que surpreende é a péssima temporada do Vicenza (20º, 2) de Abbruscato.

Classificação parcial resumida
Promoção direta: Padova (14 pontos) e Brescia (14)
Play-offs: Torino (14), Sampdoria (12), Grosseto (12) e Sassuolo (12)
Play-out: Juve Stabia (3) e Vicenza (2)
Rebaixados: Gubbio (2) e Ascoli (0)

Artilharia
Tavano (Empoli) – 6 gols
Bertani (Sampdoria), Cocco (AlbinoLeffe), Dionisi (Livorno) e Immobile (Pescara) – 5

Classificação completa aqui.

Deixe um comentário