Coppa Italia

Milan e Inter avançam e semifinais da Coppa terão as quatro maiores torcidas da Itália



Milan e Inter avançaram sobre os azarões Torino e Fiorentina e garantiram suas vagas na semifinal da Coppa Italia. Com a vitória dos seus dois representantes, a cidade de Milão terá chance dobrada de conquistar o título no Olímpico, ao passo que Napoli e Juve, que já haviam vencido na semana passada, conheceram os seus adversários na sequência da competição. O time do sul vai enfrentar a Inter, enquanto a Velha Senhora pegará o Milan.

Milan 4-2 Torino

Milan e Torino fizeram uma partida emocionante no San Siro nessa última terça-feira, 28 de janeiro. A equipe rossonera começou o confronto com uma retrospectiva de 13 jogos sem perder para o Toro como mandante. Já os visitantes tentaram esquecer o 7 a 0 sofrido para a Atalanta no final de semana para tentar se reerguer contra o embalado time de Pioli.

A partida começou com o Milan na frente. Logos aos 12 minutos, Castillejo recuperou a bola no meio-campo e abriu para Rebic na ponta esquerda. A sensação croata pedalou na frente de Nkoulou e cruzou rasteiro: a bola passou por Piatek mas não por Bonaventura, que empurrou para a rede. Aos 34 minutos o Torino empatou. Foi o começo da melhor atuação de Bremer com a camisa da equipe grená. O brasileiro interceptou um passe na entrada da área, puxou o contra-ataque e tocou para Belotti. O capitão do Toro tocou para Verdi, que enfiou para Bremer nas costas de Bennacer. O zagueiro brasileiro invadiu a grande área e, com a calma de um camisa 9, tocou por baixo de Donnarumma.

O segundo do Torino só veio aos 73 minutos. E foi marcado, novamente, por Bremer. O ex-defensor do Atlético-MG cabeceou para o gol após um belo cruzamento de Aina e anotou o seu terceiro gol com a camisa granata. Porém, quando tudo parecia perdido para a equipe de Milão, Çalhanoglu, o contestado camisa 10 rossonero, empatou o jogo com um belíssimo chute de fora da área.

O gol marcado por Çalhanoglu, nos acréscimos do tempo regulamentar, levou a partida para a prorrogação – para o Torino, a segunda nessa Coppa Italia. Porém, se contra o Genoa a equipe de Turim levou a melhor depois do tempo extra, nos pênaltis, contra o Milan a situação foi diferente. Aos 106 minutos o herói improvável do Milan anotou mais uma vez. Çalhanoglu foi lançado por Kessié e bateu cruzado para virar o jogo a favor dos rossoneri. Pouco tempo depois, Ibrahimovic fechou o caixão do Torino ao anotar o quarto gol milanista na partida. Com a vitória, o Milan enfrentará a Juve pelas semifinais.

Em estreia de Eriksen, Barella decidiu para a Inter (Getty)

Inter 2-1 Fiorentina

Inter e Fiorentina se enfrentaram no San Siro para definir quem iria ficar com a última vaga para a semifinal da Coppa Italia. E, assim como no jogo da terça, um time de Milão se sagrou vitorioso. A equipe de Conte ainda presenteou a sua torcida com a estreia da sua nova contratação: Christian Eriksen. O dinamarquês entrou dois minutos antes da equipe nerrazurra assumir, novamente, a vantagem no marcador.

As equipes vinham de uma sequência de invencibilidade – não perdiam havia pelo menos cinco jogos –, mas o confronto não foi dos mais empolgantes. A Inter dominava a posse de bola e ocupava o campo defensivo da Viola, que por sua vez apostava nos contra-ataques puxados por Chiesa e Vlahovic. O jogo caminhava para o fim do primeiro tempo sem que grandes chances tenham sido criadas por ambos os lados. A Inter só havia chutado uma bola no gol até que Candreva contou com a imprecisão da defesa gigliata e abriu o placar, aos 44 minutos.

No segundo tempo, a Viola ameaçou a equipe mandante, principalmente quando Iachini colocou Cutrone no lugar de Badelj. O treinador do time de Florença trocou o seu 3-5-2 por um 4-3-3 e conseguiu chegar ao gol de empate em um escanteio cobrado por Pulgar na cabeça de Cáceres. Logo depois ainda assustou o time nerazzuro com Vlahovic, que perdeu um gol cara a cara com Handanovic. Como a Inter sofria diante da Viola, Conte tirou Eriksen do banco e o colocou no lugar de Sánchez, dando continuidade ao 3-4-1-2 que iniciou a partida. Dois minutos depois, Barella deu um ponto final no sonho da Fiorentina com um lindíssimo chute de fora da área.

A vitória mantém o time de Conte brigando em três frentes: Serie A, Liga Europa e Coppa Italia. Além disso, a Inter se junta ao Milan e, com isso, a capital da moda terá dois representantes na semifinal do tradicional torneio de mata-mata italiano. As quatro maiores torcidas do país continuam com chances de título na temporada.

Já a Viola continua sofrendo com um futebol pobre e bastante pragmático. Mesmo com um elenco que tem bastante qualidade técnica – a destacar Chiesa, Vlahovic, Pulgar, Castrovilli, Cutrone, Badelj e Ribéry –, a equipe de Florença não consegue oferecer muito mais que lançamentos para a sua dupla de ataque, abrindo mão da técnica que o seu meio-campo é capaz de oferecer.



Deixe um comentário