Serie A

Prévia: Inter x Barcelona

Na fase de grupos, Ibrahimovic sofreu com a defesa interista. Messi também sofrerá? (Associated Press)

O sorteio dos grupos da Liga dos Campeões marcava o decantado reencontro de Samuel Eto’o e Zlatan Ibrahimovic com seus antigos companheiros de time e torcidas. Pois bem, a competência de Inter e Barcelona e, mais uma vez o sorteio, colocou Eto’o e Ibrahimovic frente a frente a suas ex-equipes pela segunda vez só nesta temporada. Mas, desta vez, não será um “mero” confronto da fase de grupos. Este jogo vale muito mais: o camaronês pode provar ao Barcelona que fez mal em negociá-lo, enquanto Ibrahimovic pode mostrar a Inter que precisava mesmo deixar o Giuseppe Meazza para conseguir brilhar em âmbito continental. Além dos duelos particulares, está em jogo a classificação para a final do torneio e o provável status de favorito para a final.

Se classificará a renovada Inter de José Mourinho, que aprendeu a jogar na LC ou o implacável e mágico Barcelona comandado por Xavi e Lionel Messi? Para a prévia desta empolgante semifinal, contaremos com a ótima colaboração de Victor Mendes, do blog Quatro Tiempos, especializado no futebol da Espanha. Confira a prévia de Inter x Barcelona e depois, nos dois endereços, o resumo do embate.

A temporada até aqui

Inter: Com a atenção voltada a Liga dos Campeões, o rendimento na Serie A caiu e a Inter venceu quatro vezes nos últimos dez jogos, deixando escapar uma larga vantagem que tinha para a Roma, nova líder da Serie A. Os nerazzurri, que costumavam ser perseguidos na tabela, se veem pela primeira vez em muito tempo na situação oposta e prometem levar a disputa pelo título até a última rodada. A vitória no dérbi contra a Juventus, aberta com um golaço de Maicon, anima os interistas para a disputa de mais um objetivo na temporada: o título da LC. Não obstante a queda de rendimento na Serie A, esta é a mais sólida temporada nerazzurra nos últimos anos, já que a equipe de José Mourinho, que merece boa parte dos créditos por isso, está disputando três títulos até este momento. Além de estar nas semifinais da LC e estar apenas um ponto atrás da Roma na Serie A, a Inter jogará a final da Coppa Italia.

Barcelona:

Na Liga BBVA, o Barça é líder da competição com quatro pontos de vantagem para o Real Madrid. Só perdeu uma partida durante o campeonato inteiro, tem a melhor defesa e o artilheiro da competição, Messi. A vitória sobre o Real Madrid, há duas semanas, parece ter dado um ânimo a mais pro Barça. A partir da segunda metade da temporada, Guardiola passou a mudar a tática do time, do 4-1-2-3 para o 4-2-1-2, com Messi vindo de trás de Pedro e Ibrahimovic. No último jogo pela Liga, o Barça jogou o derby barceloní e sofreu para sair do Cornellà-El Prat com um ponto e a tática voltou a ser o 4-1-2-3. Mas, contra a Inter, o esquema a ser utilizado por Guardiola, deve ser o novo. Desde a vitória contra o Schalke 04, pelas quartas da temporada 07/08, o Barça não ganha fora de casa na fase final da LC. Desde lá, foram seis jogos e seis empates. A ambição de Pep e de todo o time era conquistar uma nova tríplice coroa, mas o Barça acabou eliminado da Copa del Rey, contra o Sevilla, em janeiro. Na última partida da Champions, os blaugrana arrasaram o Arsenal, no Camp Nou, com 4 gols do genial Lionel Messi.

Pontos fortes

Inter: A grande novidade desta LC tem justamente a ver com a campanha da Inter. Após muitas temporadas jogando de maneira medrosa na principal competição europeia, José Mourinho conseguiu transformar a mentalidade dos jogadores nerazzurri. As partidas contra o Chelsea, nas quais a Inter jogou com a faca nos dentes e com enorme inteligência tática já começam a ser identificadas como um divisor de águas na história recente do clube. Parte destes méritos se deve também a mudança feita pelo técnico no esquema tático da equipe, que encontrou no 4-2-3-1 seu módulo mais equilibrado e eficiente. A chance de parar Lionel Messi está no bom desempenho da defesa interista em jogos importantes. Apesar de alguns deslizes contra Roma e Fiorentina, o conjunto de defesa da Inter se portou muito bem contra Milan, Juventus, Chelsea e contra o próprio Barcelona, no primeiro dos jogos das duas equipes na fase de grupos da LC. Messi deverá ser marcado diretamente por Zanetti e Samuel, dois ejogadores experientes e seus companheiros de seleção.

Barcelona: O ataque do Barça não é tão avassalador como o da temporada passada, mas mesmo assim, continua passando medo aos adversários. Messi vem fazendo uma temporada genial e é o artilheiro da Liga BBVA (26 gols) e da LC (8 gols), além de ser o líder de assistências da Liga BBVA (9 assistências). Ibrahimovic vive de altos e baixos, mas tem a confiança da torcida: ele marcou gols em todos os jogos de maior importância para o Barça na temporada (em que disputou), além de, pela primeira vez na carreira, ter marcado gols nas fases decisivas da Champions. Pedro foi uma aposta de Guardiola que deu certo. Ele marcou pelo menos um gol nas seis competições que o Barça disputou na temporada 09/10 e foi o herói das conquistas da Supercopa da UEFA, fazendo o gol do título no último minuto da prorrogação, e do Mundial, quando marcou aos 44 minutos do segundo tempo o gol de empate. Contra a Inter, pela 5ª rodada da fase de grupos, fez sua melhor partida pelo Barça e deixou a sua marca. E ainda tem a brilhante dupla de meio campo Xavi, o maestro, e Iniesta, o motor do time, que não jogará a ida e ainda é dúvida pra volta.


Pontos Fracos

Inter: A Inter chegou em um momento complicado e crucial na temporada: jogando três competições diferentes e passando por altos níveis de stress, é muito complicado manter a concentração. Até agora, Mourinho e sua comissão técnica tem conseguido sucesso em focar o grupo para as partidas da LC, torneio ao qual a Inter parece totalmente dedicada. Porém, o cansaço mental é forte e tem feito o time errar um pouco mais do que de costume, vide o empate contra a Fiorentina no último sábado. Claro, o peso de atuar em três frentes diferentes não cansa apenas o cerébro, mas também o corpo. Mourinho, nem um pouco afeito a rodízio de jogadores, contribui um pouco para este desgaste ao dar pouco descanso para os titulares em momentos importantes da temporada. Por outro lado, os jogadores também não deram tanta chance para o treinador ousar um turnover mais radical ao caírem de rendimento e permitirem a aproximação – e depois ultrapassagem – da Roma. Fato é que jogar cansado contra uma equipe veloz como o Barcelona pode ser mortal caso os jogadores não ocupem bem os espaços em campo.

Barcelona: Talvez a defesa do Barcelona seja o ponto “menos forte” do time. A temporada de Piqué é muito boa, mas a de Puyol vem sendo um pouco abaixo da média. O capitão já chegou a fazer partidas impecáveis, como as duas contra o Real Madrid, mas vem falhando demais, principalmente nesta segunda metade da temporada. Abidal faz sua melhor temporada desde que chegou ao clube azulgrená, porém, de um tempo pra cá, vem se lesionando com frequência e, dependendo de como estiver, poderá ser reserva na ida. O titular então seria Maxwell, que apoia muito bem, mas é fraco defensivamente. O brasileiro tem certas dificuldades em marcar jogadores velozes, vide Walcott, no Emirates, e poderia ser um ponto positivo, caso jogue, pra Inter.


Expectativas

Inter: Em momento crucial na temporada, a comunidade interista deseja a conquista da tríplice coroa, que só pode ser conquistada pela própria Inter ou pelo Bayern de Munique. Nos poucos jogos que restam na temporada, a Inter pode ser campeã de tudo ou terminar com zero tituli, para usar uma expressão popularizada por José Mourinho. Como a Coppa Italia não é muito valorizada e a tabela nos últimos quatro jogos da Serie A não é difícil, reservando os esforços em secar a Roma, a Inter deve apostar tudo nos dois confrontos contra o Barcelona. Por mais que os catalães sejam favoritos por todo o futebol que tem mostrado nos últimos anos, a Inter já mostrou que é possível eliminar o time favorito no confronto e que é possível parar Messi. Não há dúvidas que os dois jogos serão os mais esperados da temporada europeia.

Barcelona: O que anima (e muito) o Barça é o fato de a final da LC ser realizada no estádio do Real Madrid, o Santiago Bernabéu. Uma conquista do Barça no campo do maior rival entraria para história da rivalidade entre Barcelona e Madrid. Além disso, o Barcelona tentará, se chegar a final, quebrar a marca de que nenhum time consegue ganhar dois títulos consecutivos do campeonato desde o Milan do fim da década de oitenta, que abocanhou os títulos de 1988-89 e 1989-90. Nos últimos três confrontos entre nerazzurri e blaugranas, o Barcelona venceu duas vezes e houve um empate: Barcelona 5 a 0 Inter, na temporada 2007-08 pelo Trofeu Joan Gamper – com um gol de Thiago Motta, hoje jogador interista -; Inter 0 a 0 Barcelona, pela primeira rodada da fase de grupos da atual LC, e Barcelona 2 a 0, pela quinta rodada.


Prováveis escalações

Inter: Júlio César; Maicon, Lúcio, Samuel, Zanetti; Thiago Motta (Stankovic), Cambiasso; Pandev, Sneijder, Eto’o; Milito.

Barcelona: Victor Valdés; Daniel Alves, Piqué, Puyol, Maxwell (Abidal); Busquets (Touré), Xavi, Keita; Messi, Ibrahimovic, Pedro.

1 comentário

  • Esse é um jogo que não dá pra perder… tenho que comprar uma tv lcd full hd pra não perder um lance… Messi contra Julio Cesar, Maicon contra Ibrahimovic… Um dos melhores confrontos que podia acontecer…

Deixe um comentário