Serie A

Parada de inverno: Lazio

Hernanes chegou e rapidamente se sentiu em casa. Hoje é um dos líderes da surpreendente Lazio (AFP)

Campanha

3ª posição. 17 jogos, 33 pontos. 10 vitórias, 3 empates, 4 derrotas. 24 gols marcados, 16 sofridos.
Maior sequência de vitórias: 5, da 5ª à 9ª rodada.
Maior sequência de derrotas: 2, da 10ª e 11ª rodada.
Maior sequência de invencibilidade: 8, da 2ª à 9ª rodada.
Maior sequência sem vencer: 2, da 10ª e 11ª rodada e da 13ª e 14ª rodada.
Artilheiros: Hernanes e Floccari, 5 gols
Fair play: 25 amarelos, nenhum vermelho
Time-base
Muslera; Lichtsteiner, Biava, André Dias, Radu; Brocchi (Matuzalém), Ledesma, Mauri; Hernanes, Floccari; Zárate.

Treinador
Edoardo Reja. Prestigiado após ter sido fundamental na luta contra o rebaixamento, na segunda parte da última temporada, Reja começou 2010-11 vendo a Lazio fazer planos nada ambiciosos, já que faltava dinheiro e a folha salarial estava inchada. O cenário mudou quando as saídas de Carrizo, Dabo e Cruz reduziram a folha salarial e Kolarov, vendido ao Manchester City, rendeu 19 milhões de euros ao clube. Com esse dinheiro a Lazio contratou Hernanes, em volta de quem Reja montou seu time. Primeiro, o friulano testou o 4-3-1-2, com Hernanes atuando como trequartista, mas depois readaptou seu esquema de maneira diferente: recuou Floccari para a linha em que o brasileiro atua e isolou Zárate no ataque. Com um centroavante, provavelmente Santa Cruz, que está negociando com o clube, o esquema pode dar mais certo ainda.

Destaque
Hernanes. Contratado por 12 milhões de euros junto ao São Paulo para o início dessa temporada, o Profeta não sentiu a mudança de país, se adaptou muito rápido e hoje é o principal jogador da terceira colocada Lazio. Jogando como trequartista, Hernanes tem ido muito bem: ao jogar mais à frente do que estava acostumado, o brasileiro consegue ter mais chances de finalizar de fora da área, uma de suas especialidades, e fica próximo aos atacantes, colocando-os muitas vezes em boas condições para finalizarem as jogadas. Prova disso é que Hernanes é o artilheiro dos biancocelesti ao lado do atacante Floccari, com cinco tentos anotados, e também foi autor de quatro assistências, ficando atrás apenas do capitão Mauri, outro destaque do time. Mauri, por sua vez, recuperou o bom futebol de quando jogava por Brescia e Udinese – e de seu início em vestes laziali – e, com sete assistências e três gols, é quem dita o ritmo no meio-campo. Mereceu voltar à Nazionale e deve continuar a ser convocado por Prandelli.

Decepção
Fernando Muslera. O goleiro uruguaio já faz sua quarta temporada na Lazio e nunca foi unanimidade. É capaz de realizar belas defesas, mas as falhas nunca deixaram de aparecer. A boa campanha com o Uruguai na Copa do Mundo (mesmo com algumas falhas), deu esperanças de que ele se acertasse e finalmente deixasse a irregularidade de lado: o arqueiro foi destaque ao pegar dois pênaltis na épica batalha contra Gana, mas no último jogo do Mundial, a disputa do terceiro lugar contra a Alemanha, falhou duas vezes. Na Lazio, suas falhas mais grosseiras foram contra a Udinese, quando escorregou e deixou cabeçada fraca de Denis entrar, e quando, mau posicionado, empurrou cruzamento de Krasic contra as próprias redes no último minuto do jogo contra a Juventus, sendo responsável direto pela derrota na importante partida. Além de Muslera, outro que não consegue despontar é Foggia, relegado ao banco da equipe e prestes a ser emprestado em janeiro.

Perspectiva
Vaga em competições europeias. Hoje os laziali estão na terceira posição com três pontos a menos que o Milan, porém uma queda de rendimento do time pode acontecer naturalmente. Destaque do time, Hernanes praticamente não teve férias em 2010, o que significa que ele pode sofrer fisicamente no segundo turno. Além disso, ao voltarmos os olhos para elenco vemos fragilidades e a falta de opções em várias posições. Portanto brigar pelo scudetto, contra plantéis mais caros e que contam com mais alternativas como são os de Milan, Juventus, Roma e Inter não será tarefa fácil e a conquista de uma vaga na Liga dos Campeões, competição que não disputa desde 2007-08, já seria algo a se comemorar. A equipe ainda segue viva na Coppa Italia, onde enfrentará a Roma na próxima fase, e, caso derrote a rival, pode começar a sonhar com um título nessa temporada.

2 comentários

  • olha a Lazio tem que buscar uma vaga na Liga Europa, a equipe não tem dinheiro para contratar e não tem um elenco suficiente para brigar nem com Roma, Milan, Inter e Juventus, e fica atras de Palermo e Napoli ainda!
    o Hernanes custou 10 milhões de euros e não 12 milhões!

  • Olha sobre o valor, o Estadão fala em 13,5 milhões, valor que o IG confirma, já o Globoesporte.com fala de 10 milhões. Ficamos em +ou- 12 mihões, mas valores de negociações é muito difícil de afirmar ao certo quanto foi.

Deixe um comentário