Serie A

Clássico entre Juventus e Milan é o destaque da 12ª rodada; confira a prévia



No último fim de semana, a Serie A teve uma rodada repleta de confrontos diretos. Dessa vez, o número de duelos entre equipes que concorrem pelos mesmos objetivos é menor, mas a jornada não deixará frustrados aqueles que anseiam por grandes jogos. Até porque teremos Juventus x Milan, um dos maiores clássicos do país, fechando o domingo de futebol. Com menos destaque, a partida entre Cagliari e Fiorentina acontece mais cedo e também promete muito. Acompanhe a prévia da Calciopédia.

Assista ao Campeonato Italiano no Dazn com 1 mês grátis. Assine.

O jogão

Juventus x Milan

Data e horário: domingo, 10/11, 16h45
Transmissão: DAZN, Rai e Bet365

Um clássico que reúne uma vencedora incontrolável e um gigante adormecido. Juventus e Milan entrarão em campo com ambições diversas: enquanto os mandantes almejam manter a liderança, os visitantes querem respirar e voltar à parte de cima da tabela para, então, sonhar em competir por uma vaga num dos torneios continentais. O pensamento modesto é reflexo do pior início de temporada dos rossoneri desde 1994.

Embora o Diavolo seja o adversário que mais vezes venceu a Velha Senhora na Serie A (foram 45 vitórias, no total), até hoje nunca triunfou no Allianz Stadium. Ao contrário: nos oito clássicos disputados no estádio, sempre deu Juve. Nessa caminhada, os bianconeri ainda construíram uma média de mais de dois gols por jogo contra os rossoneri. Esses números foram inflados pelas costumeiras grandes exibições de Dybala contra o rival: La Joya já marcou seis gols contra os milanistas no campeonato e cinco deles ocorreram em Turim.

Prováveis escalações

Juventus: Szczesny; Cuadrado, Bonucci, De Ligt, Alex Sandro; Ramsey, Pjanic, Matuidi; Douglas Costa; Higuaín, Ronaldo.

Milan: Donnarumma; Calabria, Léo Duarte, Romagnoli, Hernandez; Lucas Paquetá, Bennacer, Krunic; Suso, Piatek, Çalhanoglu.

Fique de olho

Uma das sensações da temporada, o Cagliari de Simeone busca se manter no G4 (Getty)

Sábado, 9/11, 16h45

Napoli x Genoa

Os azzurri e os rossoblù costumavam fazer partidas marcadas pela amizade entre suas torcidas, mas dessa vez será diferente. Para começar, porque a parceria entre as organizadas, que durou 37 anos, foi encerrada em abril e este será o primeiro jogo entre Napoli e Genoa desde o fim dessa união, conhecida como gemellaggio. Além disso, o clima nos elencos não é dos melhores por conta dos momentos negativos dos times.

Embora o Genoa flerte com a zona de rebaixamento, o Napoli vive situação mais tensa. Jogadores, técnico e diretoria não estão se entendendo e houve até mesmo uma rebelião dos atletas, que se recusaram a passar alguns dias em regime de concentração. Tal desarranjo se nota em campo – os partenopei não somavam tão poucos pontos na Serie A desde 2011 – e foi alvo de protestos da torcida na cidade de Nápoles e até num treino aberto no San Paolo. Em virtude dessa pressão, a equipe de Thiago Motta tem capacidade para aproveitar o período negativo do adversário. Os grifoni mostraram evolução desde a contratação do técnico, conquistaram uma boa vitória contra o Brescia e só perderam para Juventus e Udinese por causa de gols no final. Com um pouco mais de atenção, os resultados devem melhorar.

Domingo, 10/11, 8h30

Cagliari x Fiorentina

Cagliari e Fiorentina chamaram atenção pela postura ambiciosa no mercado de transferências e têm colhido bons resultados. Os sardos iniciaram o campeonato com seu melhor aproveitamento desde a campanha do título de 1969-70 e estão na luta pelo G4: dividem a quarta colocação com Lazio e Atalanta. Por sua vez, os toscanos têm recuperado terreno na busca por uma vaga na Liga Europa e estão na oitava posição, cinco pontos atrás do pelotão supracitado.

O Cagliari é uma verdadeira pedra no sapato da Fiorentina: já venceu a viola 22 vezes na Serie A e apenas contra a Sampdoria tem um retrospecto melhor. A equipe de Maran é sólida, não perde desde a segunda rodada e não tem dependido de Nández e Nainggolan, muito menos de Simeone, ex-viola – o técnico, inclusive, gosta de rodar o elenco. A equipe de Florença tem atuado bem como visitante (está invicta há quatro jogos fora do Franchi) e deve apostar nos contra-ataques, com Chiesa, e na boa fase do jovem Castrovilli. Ribéry, suspenso, não joga.

Demais partidas

Sexta, 8/11, 16h45
Sassuolo x Bologna

Sábado, 9/11, 11h
Brescia x Torino

Sábado, 9/11, 14h
Inter x Verona

Domingo, 10/11, 11h
Lazio x Lecce
Sampdoria x Atalanta
Udinese x Spal

Domingo, 10/11, 14h
Parma x Roma



Deixe um comentário