Serie A

Prepare-se: 6ª rodada do Italiano tem duelo entre grandes ataques e expectativa de chuva de gols

A 6ª rodada da Serie A começa com boa perspectiva de honrar as jornadas anteriores, que produziram uma média de 3,73 gols por jogo. Para esse fim de semana, estão programados duelos entre equipes de estilo propositivo e com ataques prolíficos, com destaque para a partida entre os vice-líderes Napoli e Sassuolo, que acontece no estádio San Paolo. Também terão importância o encontro entre Roma e Fiorentina e o clássico da Ligúria, entre Sampdoria e Genoa. Confira a prévia.

O jogão

Domingo, 1/11, 14h

Napoli x Sassuolo

O embate entre vice-líderes promete um show de futebol. Napoli e Sassuolo valorizam a posse de bola com propósito e estão no topo de um quesito interessante: os azzurri (71) e os neroverdi (95) são duas das três equipes que mais ações criaram com pelo menos 10 passes trocados entre seus jogadores. Essa toada pode ser enfraquecida com a ausência de uma peça importante em cada lado – Insigne e Djuricic –, mas o padrão de jogo estabelecido pelos treinadores falará mais alto.

Historicamente, o Napoli tem larga vantagem sobre o Sassuolo: só perdeu uma vez em 15 jogos para os neroverdi e está invicto contra o adversário em partidas disputadas no San Paolo. Porém, a equipe de De Zerbi já mostrou poder de reação em três jogos, nos quais saiu em desvantagem e arrancou uma vitória e dois empates, e vai enfrentar os partenopei de peito aberto. Caputo, autor de gols nas quatro últimas rodadas – na melhor sequência de sua carreira – é um dos fatoresque geram tal equilíbrio de forças no jogão da rodada.

Prováveis escalações

Napoli: Ospina; Di Lorenzo, Manolas, Koulibaly, Hysaj; Ruiz, Zielinski; Lozano, Mertens, Politano; Osimhen.

Sassuolo: Consigli; Müldür, Chiriches, Ferrari, Kyriakopoulos; Obiang, Locatelli; Berardi, Traorè, Raspadori; Caputo.

Fique de olho

Edin Dzeko of AS Roma celebrates after scoring the goal of 2-1 during the Serie A football match between AS Roma and Benevento Calcio at Olimpico stadium in Roma Italy, October 18th, 2020. Photo Antonietta Baldassarre / Insidefoto antoniettaxbaldassarre

Domingo, 1/11, 14h

Roma x Fiorentina

Ainda inconstantes, Roma e Fiorentina alternam momentos em que entregam futebol atrativo a outros em que não conseguem transformar seu jogo em resultados – não à toa, estão no meio da tabela, com número proporcional de vitórias e tropeços. Até agora, a equipe capitolina teve momentos de menos brilhantismo do que a Viola, mas mostrou maior solidez e colheu frutos mais saborosos. Os empates dos giallorossi contra Juventus e Milan, por exemplo, são prova de força superior às vitórias toscanas ante Torino e Udinese, por exemplo.

Além de ter um elenco mais forte do que o da Fiorentina e contar com jogadores mais decisivos por setor, a Roma tem um histórico bastante favorável contra sua adversária de domingo. A Viola costuma fazer jogo duro, é claro, mas só bateu a Loba no Olímpico em duas ocasiões nos últimos 20 anos. A fortaleza capitolina, tão aconchegante para Dzeko – que lá marcou seis dos seus últimos oito gols –, será ameaçada pelo poder de fogo de Bonaventura, Ribéry, Kouamé e Castrovilli (improvável artilheiro, com quatro gols), mas a eficaz muralha aurirrubra estará erguida, pronta para rechaçar as investidas rivais.

Domingo, 1/11, 16h45

Sampdoria x Genoa

Clássico é clássico, mas a Sampdoria entra em campo como favorita ante o Genoa. Com três vitórias nas últimas três rodadas, o time de Ranieri tem mostrado atributos interessantes na construção do jogo – o que surpreende, já que montar times ofensivos não é exatamente a especialidade do treinador. Nesse sentido, Jankto, Thorsby e Damsgaard têm chamado a atenção, enquanto Quagliarella já guardou quatro bolas nas redes neste campeonato.

Do outro lado, Maran é eficaz em fechar a casinha, mas os grifoni sentem imensa dificuldade de agredir seus rivais. Todos os seus quatro gols no campeonato foram marcados na primeira rodada, contra o Crotone. Desde então, os rossoblù acumulam partidas abaixo da crítica, como a da última rodada – na qual nem mesmo finalizou contra a Inter. Como o Derby della Lanterna é muito sentido na cidade e o Genoa ganha o retorno de meio elenco, que estava afastado por covid-19, a tendência é de que o time saia um pouco mais para o jogo. Contudo, quando tentou fugir de suas características, no sábado passado, acabou punido. A Samp pode usar esse dilema em proveito próprio.

Demais partidas

Sábado, 31/10, 11h
Crotone x Atalanta

Sábado, 31/10, 14h
Inter x Parma

Sábado, 31/10, 16h45
Bologna x Cagliari

Domingo, 1/11, 8h30
Udinese x Milan

Domingo, 1/11, 11h
Spezia x Juventus
Torino x Lazio

Segunda, 2/11, 16h45
Verona x Benevento

Deixe um comentário