Serie A

Estréia morna…



Estreando as análises da fase de grupos da Liga dos Campeões da Uefa, o empate arrancado pela Lazio frente ao Olympiacos no estádio Geórgios Karaïskákis.

Olympiacos 1-1 Lazio

Partida sem torcedores, Olympiacos punido por mau comportamento de seus adeptos na última partida pela Liga dos Campeões do ano passado. Fazendo um jogo muito apático, os comandados de Delio Rossi saíram da Grécia com um enorme ponto, se comparado ao seu futebol. Até o momento do gol, a equipe da Lazio se mostrou muito defensiva e sem criatividade no ataque, contentando-se apenas em esperar na retaguarda a equipe grega trabalhar a bola, na espreita de um bom contra-ataque. O Olympiacos, por sua vez, ditou o ritmo de jogo, fazendo a bola circular de um lado para o outro pacientemente, e buscando uma brecha na retranca biancoceleste. A volta de Mauri deu à equipe laziale uma boa referência de criação de jogadas no meio-de-campo, porém em algumas jogadas pôde-se notar o visível despreparo do atleta e falta de ritmo de jogo. Contratempo esse devido ao atraso na preparação, enquanto o jogador se recuperava de uma lesão.

O argentino Galletti ultrapassa Ballotta: Lazio em apuros logo na estréia

Aos seis minutos do primeiro tempo, Patsatzoglou fez boa jogada pela ponta direita, dando um drible da vaca no defensor laziale, e cruzou para Đorđević, que desviou assustando o goleiro Ballotta. Logo em seguida, porém, Patsatzoglou deu uma entrada violenta em Mauri, e foi advertido com o cartão amarelo. Ledesma (o da Lazio) cobrou a falta com perigo, fazendo Nikopolidis se esticar todo para alcançar a bola no seu canto inferior direito. Mauri teve algumas oportunidades com a bola na área do adversário, porém desperdiçou todas, ora por falta de ritmo e agilidade para definir a jogada, ora por competência da zaga. A melhor oportunidade do primeiro tempo foi dos erythrolefki, após belo lançamento cruzado de Ledesma (o do Olympiakos) Galletti teve a chance de finalizar sozinho, bateu muito forte, mas não tão distante do arqueiro da Lazio, que com bom reflexo conseguiu colocar para escanteio.

No segundo tempo, a Lazio voltou tomando pressão. Ballotta fez outra boa defesa numa cabeçada de Antzas após escanteio. Minutos depois porém Ballotta nada pôde fazer quando numa bela jogada Đorđević serviu Galletti com uma bola açucarada, deixando-o livre na cara do gol. O argentino só precisou driblar o goleiro e rolar a bola abrindo o marcador para deleite da multidão de torcedores, que se aglomeravam do lado de fora do estádio, e faziam o máximo de barulho possível para apoiar o time.

Zauri empata: desde novembro de 2003 a Lazio não marcava gol na competição

Delio Rossi abriu substituiu Mauri por Mutarelli, deixando o time ainda menos criativo no ataque. Somente quando Del Nero entrou no lugar de Manfredini é que a equipe do Lácio conseguiu alguma projeção no ataque. Aos 77 minutos, esforço individual de Pandev que se esgueirou no meio da zaga grega, para fazer o passe pra Zauri, que em posição duvidosa apareceu para fuzilar o gol de Nikopolidis empatando a partida. Feito o gol, a Lazio pareceu ficar mais calma, e começou a dominar as investidas ofensivas, criando ainda antes da partida duas boas oportunidades, primeiro com Pandev perdeu uma chance incrível sozinho frente o goleiro grego, e depois com Rocchi, que num de seus poucos lapsos de qualidade, acertou um bom chute no ângulo, bem defendido por Nikopolidis.

Fim de jogo. E como bem escreveu a Gazzetta dello Sport, para a Lazio um empate de ouro em Atenas. Os aquilotti vão precisar de um desempenho muito melhor que esse de hoje para sonhar em conseguir uma chance na próxima fase da Liga. Após a derrota do Werder Bremen para o Real Madrid por 2 a 1, com uma hipotética vitória sobre os alemães na terceira rodada e Mauri em melhor condição de jogo, a equipe biancoleste pode pegar no tranco e embalar. Depende somente dela fazer isso acontecer.



Deixe um comentário