Serie A

Luto



Lidar com a morte é algo complicado. Ainda mais quando se vai uma pessoa que você ainda não havia tido a honra de conhecer pessoalmente.

Entre aqueles que jamais tive oportunidade de trocar palavras ou mesmo um dar abraço de agradecimento pelo perene incentivo, é provável que Luiz Fernando Bindi seja o ser humano que mais admiro. E não é sua perda que o tirará desta condição. Receber elogios dele, algo que foi assustadoramente freqüente nos últimos dois anos, era algo que me deixava bastante encabulado.

Confio no discernimento de seus amigos mais próximos para dizer que Bindi é uma perda irreparável. Geógrafo de formação, perdemos um grande comentarista, escritor, jornalista, debatedor, colecionador de distintivos ou qualquer outra coisa no campo futebolístico. Que a família saiba superar a dor de um momento tão delicado. Descanse em paz, mestre Luiz Fernando Bindi.



3 comentários

Deixe um comentário