Serie A

“Sou um homem de 4-3-3”



As aspas acima são de José Mourinho, ao dar a primeira entrevista coletiva desde que o elenco nerazzurro se reuniu para o tradicional retiro de pré-temporada em Brunico, no norte da Itália. Em seu típico estilo direto de se comunicar, Mourinho declarou que pretende aplicar o 4-3-3 na Inter, já tão acostumada ao 4-3-1-2, utilizado por Roberto Mancini (Mourinho confessou não gostar da Inter do seu antecessor). A pergunta é: como aplicar esta tática a uma equipe tão cheia de centroavantes de ofício? Pelo menos três deles tem deficiências em utilizar as faixas laterais do campo. Cruz, Adriano e Crespo não são propriamente deuses da movimentação.

“O 4-3-3 é um esquema que me agrada muito, e quando eu falo desse esquema, eu falo de três atacantes de ofício. A posição deles não é importante e pode variar, de partida para partida”, disse Mourinho. Será mesmo que uma hipotética Inter com Cruz e Ibrahimovic caindo pelas pontas daria mesmo certo? O mercado dos interistas ainda promete, tanto para saídas quanto para chegadas.

Mourinho: “Me deixa pensar na tática, cazzo!”

Confira a coletiva (em inglês): Parte 1| Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5 | Parte 6.



3 comentários

  • Acho que o Mourinho não deve usar o trio Adriano-Cruz-Ibra na frente.
    Com a chegada de Mancini e a permanência de Figo, o português deve apostar nesses dois e Ibrahimovic formando o tridente ofensivo.
    Outra possibilidade é a entrada de Adriano no centro com a saída de Figo. Neste caso, o sueco iria para uma das pontas (esquerda, preferencialmente).
    Lembrando também que em todos ‘4-3-3’ montados por Mourinho os pontas precisam marcar os laterais adversários.

Deixe um comentário