Jogadores

Giacomo Losi foi um dos primeiros ídolos da história da Roma

Para a atual geração de torcedores da Roma, Francesco Totti é o grande ídolo. Antes dele, houve outro jogador que também foi fonte de inspiração, disciplina e, sobretudo, lealdade aos giallorossi. Foi Giacomo Losi, um dos primeiros ídolos do clube após a volta definitiva à Serie A, em 1952.

Nascido em Soncino, província de Cremona, Losi começou a carreira amadora no Cremonese, em 1951. Enquanto isso, a Roma passava por problemas internos, o que gerava diversas trocas de treinador, e acabaria caindo de divisão no mesmo ano. Em 1954, Losi foi comprado, chegou à capital e viu uma equipe que tentava se estruturar após voltar à Serie A. Os anos 1950 foram difíceis para a equipe, que alternava boas e más campanhas. Além disso, nesse meio tempo, a Roma deixou o Estádio Nazionale e passou a atuar no Estádio Olímpico.

Apesar dos modestos 1,69m de altura, Losi se destacou por ser um defensor que se colocava muito bem e também sabia usar a força a seu favor. Mesmo sendo um jogador de defesa, nunca foi expulso nos 14 anos em que jogou pela Roma. Em partida contra a Sampdoria, em janeiro de 1961, estava lesionado, mas não eram permitidas substituições. Já capitão, permaneceu em campo e marcou o gol da vitória em um escanteio.

Naquele dia, para alguns, Losi mostrou como deve agir um verdadeiro torcedor giallorosso: amar seu time acima de qualquer dor. Pela prova de amor e lealdade ao clube, ganhou o apelido de Core di Roma, coração de Roma no dialeto romanesco. Losi liderou a equipe na conquista de duas Copas Itália, as principais vitórias da equipe após o retorno à divisão de elite e as primeiras em âmbito nacional depois do scudetto em 1942.

Pela Squadra Azzurra, Losi fez apenas 11 partidas e esteve no elenco que disputou – e foi eliminado – ainda na primeira fase da Copa do Mundo de 1962, no Chile. Em 1969, aos 34 anos, encerrou a carreira para tentar a sorte como técnico. Entre 1972 e 1974, treinou o Turris e o Lecce. Em 1975 foi contratado pelo Alessandria, mas acabou demitido. Depois foi para o Bari, time em que fez seu melhor trabalho, quando levou à equipe para Serie B. Antes de encerrar a carreira, em 1982, treinou o Banco di Roma, o Piacenza e o Virtus Casarano.

Giacomo Losi
Nascimento: 10 de setembro de 1935, em Soncino
Posição: defensor
Clube: Roma (1954-1969)
Títulos: 2 Coppa Italia (1963-64 e 1968-69), Taça das Cidades com Feiras (1960-61)
Seleção italiana: 11 jogos

Deixe um comentário