Serie A

Um retorno aguardado

Pablo González abriu o caminho com um gol de falta na final do play-off para a promoção do Novara (LaPresse)
Na última coluna de Serie B falávamos que faltavam apenas duas definições: o último a subir para Serie A e o rebaixado pelo play-out. Na briga pelo acesso, a decisão ocorreu entre Novara e Padova. Já pela incômoda disputa pela permanência, AlbinoLeffe e Piacenza se enfrentaram. A vantagem para AlbinoLeffe e Novara por terem melhor campanha na fase de pontos corridos, seria decidir em casa e também jogar por dois empates, pois nestes jogos não há vantagem pelos gols fora de casa.
Pelo play-off, Novara e Padova, jogaram a primeira partida na quinta, no estádio Euganeo, em Pádua. Porém, dessa vez, os patavini não conseguiram tomar conta da partida em seus domínios: em uma partida com poucas finalizações, os visitantes conseguiram controlar a posse de bola e voltaram para o Piemonte com um vantajoso 0 a 0. Para a finalíssima, a torcida dos azzurri lotou as dependências do estádio Silvio Piola e fez barulho praticamente durante todos os 90 minutos.

Jogando em casa, o treinador Attilio Tesser armou a sua equipe no 4-3-1-2 e jogou o tempo todo pressionando os patavini. A partida ficou totalmente sob o controle do Novara e, aos 14 minutos da primeira etapa, Pablo González recebeu na frente e foi puxado pelo brasileiro César: cartão vermelho e falta na entrada da área, já que ele era o último homem. O argentino bateu muito bem a falta para marcar seu 15° gol na Serie B e colocou os azzurri com boa vantagem.

Para recompor a defesa, o jovem treinador Alessandro Dal Canto (36 anos), uma das revelações do campeonato deste ano, desde que assumiu o time no meio de março, fez opção estranha ao sacar El Shaarawy – um dos destaques dos biancoscudati na reta final da Serie B. Com um jogador a mais e a torcida empurrando muito o time, o domínio dos donos da casa apenas aumentou. A festa ficou completa no segundo tempo, quando Rigoni fez seu quarto gol na competição, aos 25 minutos.

O 2 a 0 recoloca o Novara na Serie A após 55 anos ausente e mostra que a manutenção da base campeã da Lega Pro Prima Divisione foi a boa escolha, garantindo a segunda promoção consecutiva. No entanto, o clube já perdeu o diretor esportivo Pasquale Sensibile para a Sampdoria, que tentará fazer o mesmo caminho.

No jogo final do play-out, o Piacenza acabou sendo vítima das rodadas finais da Serie B, que foram bastante diferentes para o clube e para o AlbinoLeffe. Os lupi perderam três partidas e foram ultrapassados pelos celestes. Com isso a vantagem no play-out mudou de lado e ela fez muita diferença na decisão de quem ficaria mais uma temporada na segundona.

Na partida em Piacenza, no sábado de 4, o 0 a 0 deixou para Bérgamo a decisão da incômoda vaga na Lega Pro Prima Divisone. Se o jogo na casa dos biancorossi foi pouco movimentado e com raras oportunidades de gol, na Lombardia, o panorama foi totalmente diferente – talvez por ser a última chance de ambos se manterem na segunda divisão italiana.

O Piacenza foi surpreendido na primeira etapa e, aos 34 minutos de jogo, os donos da casa já contavam com a boa vantagem de 2 a 0. Para escapar do rebaixamento, os lupi teriam que virar a partida, uma missão muito difícil, que afastava a equipe da esperança da salvezza. No começo do segundo tempo, quem deveria aparecer, apareceu: Cacia voltou a marcar, após um jejum que parecia interminável. O gol de pênalti, aos 4 minutos, reascendeu a esperança biancorossa.

Porém, os seriani conseguiram segurar o placar, dominando a posse de bola. Aos 31 minutos, o Piacenza empatou, mas não alcançou a virada e, portanto, acabou mesmo sendo rebaixado, menos de dez anos depois de jogar a Serie A. O trabalho de reconstrução será mais do que árduo.

1 comentário

Deixe um comentário