Serie A

21ª rodada: Nevasca de gols

Não adiantou Milito fazer quatro: Inter tropeça contra o Palermo e vê Lazio e Udinese avançarem após vitórias (Reuters)

Dá para chamar de rodada um meio de semana que teve apenas seis jogos? Com quatro adiamentos pelo forte frio que assola o norte da Itália e leva muita neve à região, fica evidenciado mais uma vez a completa obsolescência de quase todos os estádios italianos. Todo ano, entre janeiro e fevereiro, há uma partida em Bologna adiada por causa da neve. Não é mais segredo, mas nada se faz para melhorar a estrutura dos estádios. Entre os jogos que aconteceram, o destaque ficou por conta da abundância de gols mesmo em um campo congelado, no San Siro, entre Inter e Palermo. Quem sorri com o empate é a Lazio, que venceu muito bem o Milan e subiu na tabela, e a Udinese, que continua na terceira posição e agora está a apenas dois pontos do Diavolo. Enquanto isso, Napoli e Roma continuam sem vencer.

Inter 4-4 Palermo

Ficou todo mundo louco! Pela segunda vez na temporada, Inter e Palermo fazem partida cheia de gols. No primeiro turno, vitória do Palermo por 4 a 3. Em Milão, a Inter iria dando o troco, mas aos 40 do segundo tempo, Miccoli aprontou mais uma vez contra a equipe nerazzurra e fez seu terceiro gol no jogo (havia dado também a assistência para Mantovani marcar o primeiro), dando números finais ao marcador. Foi apenas a segunda vez na temporada que o Palermo fez gols fora de casa – a primeira havia sido contra o lanterna Novara. O que chamou a atenção foi como a partida foi muito bem jogada mesmo na neve que caía com força e que cobria boa parte do gramado do Giuseppe Meazza, que suportou bem a nevasca. 

Surpreendeu, também, como a defesa da Inter esteve atrasada em todos os gols rosanero. Milito, por sua vez, realizou pela primeira vez na Itália quatro gols em uma mesma partida e assumiu, juntamente a outros quatro jogadores, a vice-artilharia do torneio. Destaque ainda para a boa partida de Poli, para a boa estreia de Palombo e para a partida regular de Sneijder atuando aberto pelo lado esquerdo do meio-campo. O setor funcionou melhor, mas já pode contar com a ausência do holandês novamente na partida contra a Roma: ele tomou uma pancada e pode ficar de fora.

Lazio 2-0 Milan

O grande resultado da rodada aconteceu no Olímpico de Roma. O Milan até dominou a partida, mas a Lazio se defendeu bem, lutou bastante e mereceu os três pontos. Nem parecia que minutos antes da partida o técnico Edy Reja e o atacante Miroslav Klose (lesionado) haviam batido de frente com o diretor Igli Tare pelos erros cometidos no mercado – que incluem a não-contratação de um atacante. Desta forma, com todos os atacantes indisponíveis à exceção de Rocchi, o jovem Rozzi, da Primavera, era a única alternativa para o ataque no banco. 

Menos mal que Marchetti estava em dia bom, Lulic continuou a sua ótima fase fazendo partida exemplar pela ala esquerda e que os laziale brigaram muito para saírem com a vitória. No segundo tempo, com dois gols praticamente simultâneos de Hernanes e do capitão Rocchi, os aquilotti não deram chance para que o Milan pudesse reagir e definiram a partida. Continua a escrita: quando Hernanes marca, a Lazio vence. E, dessa vez, o brasileiro voltou a jogar bem, como há algum tempo não acontecia.

Cagliari 4-2 Roma

Com Daniele Conti em campo, a Roma já sai atrás do Cagliari no marcador. O capitão cagliaritano, filho do ídolo Bruno Conti e desprezado pelos romanos no início da carreira, costuma jogar bem contra sua equipe do coração e marcar gols. Dessa vez, ele não fez nenhum, mas lançou para o primeiro dos dois golaços de Thiago Ribeiro na noite de ontem. O fato de o brasileiro ter reencontrado os gols (havia marcado apenas um, contra o Novara, meses atrás), é uma boa amostra de que o Cagliari estava em um bom dia. 

A defesa romanista, por sua vez, ainda apresentou fraquezas, como no gol de empate de Pinilla, ainda no primeiro tempo. O primeiro gol do chileno com a camisa rossoblù aconteceu quando a Roma já havia virado a partida, com Borini e Juan, e permitiu que os insulares chegassem com perigo, com lançamentos verticais. No segundo tempo, a Roma pressionou demais, quando perdia por 3 a 2, e quase chegou ao empate diversas vezes. Mas quando o Cagliari chegava, também levava perigo. E, no final, em contra-ataque puxado por Ibarbo e em jogada genial do colombiano, a partida foi decidida. Como no primeiro turno, Roma e Inter se enfrentarão precisando da vitória a todo custo.

Udinese 2×1 Lecce (Rodrigo Antonelli)
Com o empate da Inter e as derrotas de Milan e Roma, nada melhor para a Udinese do que jogar em seu estádio nesta rodada. No Friuli, o time de Guidolin ainda não foi derrotado e faz campanha impecável até aqui: apenas um empate, por enquanto, contra a Juventus. Diante do Lecce, não foi diferente e os alvinegros conquistaram mais uma vitória. Nas 11 partidas jogadas em casa, foram 10 triunfos. O desta quarta-feira, porém, foi especial. Os três pontos colocam a equipe em situação confortabilíssima no campeonato. Agora, a desvantagem para o segundo colocado Milan é só de dois pontos e a diferença para a Inter, que ocupa a quinta posição, é de cinco pontos.

O jogo marcou o retorno de Pazienza ao clube. Repatriado da Juventus, o meio-campista iniciou o jogo e não decepcionou. Participou bem da partida e ainda abriu o placar, de cabeça, após aproveitar cobrança de falta de Di Natale. O Lecce não demorou muito para empatar, com Di Michele, mas não conseguiu se defender tão efetivamente quanto no fim de semana, ante a Inter, e cedeu o resultado dez minutos depois. Di Natale chutou no canto para fazer seu 15º gol no campeonato, empatar com Ibrahimovic na artilharia e colocar seu time em boa situação na tabela, reafirmando que o objetivo friulano é a Liga dos Campeões. No segundo tempo, o time da casa apenas administrou o resultado e não teve grandes problemas. Assim, o Lecce continua sua infindável luta contra o rebaixamento.

Napoli 0x0 Cesena (Rodrigo Antonelli)
“O Napoli não sabe mais vencer”. Esse foi o título que a Gazzetta Dello Sport deu à matéria sobre o empate entre Napoli e Cesena, no San Paolo. Já é a quarta rodada seguida sem vitória da equipe de Mazzari e o momento realmente não é bom. Mas dessa vez os azzurri foram claramente prejudicados pela arbitragem. Primeiro, em um impedimento mal marcado de Cavani, que aparecia em condições de gol. Depois, em gol mal anulado de Pandev, já no final da partida.

Fora isso, o Napoli até que tentou e não fez a pior das partidas. Cavani acertou uma na trave e o time pressionou bastante o Cesena. Porém, o dia era mesmo do goleiro Antonioli, que efetuou pelo menos dois milagres na noite gelada de ontem em Nápoles. Assim, o Napoli vai a 30 pontos e vê até a vaga para a Liga Europa começar a ficar distante. Já são seis pontos de diferença para a Inter, última classificada para a competição europeia. Para o Cesena, a situação na parte de baixo da tabela continua feia, mas o time ainda tem chances de se salvar. O Siena é o primeiro fora da zona da degola e tem apenas três pontos a mais que os cavalos marinhos.

Novara 1×2 Chievo (Rodrigo Antonelli)
Na estreia do técnico Mondonico, o Novara não conseguiu vencer em casa e chegou a quinta derrota seguida no campeonato. O resultado deixa a situação do time cada vez mais complicada: com apenas 12 pontos, os piemonteses ocupam a última colocação isolada da competição, quatro pontos atrás do vice-lanterna e sete distante do Siena, primeiro fora da zona de rebaixamento. Enquanto isso, o Chievo dá prosseguimento à uma campanha tranquila. O time já acumula 27 pontos e ocupa uma confortável nona posição.

O gramado sintético do Piola foi palco de dois jogos diferentes. No primeiro tempo, as duas equipes jogaram com vontade e procuraram o gol, fazendo partida bem movimentada. Só o Chievo conseguiu marcar, no entanto, com Pellissier, que chegou ao seu centésimo gol na Serie A. Na etapa final, o frio parece ter congelado as ações e o jogo perdeu muito em qualidade. Thereau fez 2 a 0 para o Chievo, aos 33 minutos, e Mascara descontou, um minuto depois. Mas foi só. A equipe da casa não conseguiu buscar o empate e o jogo acabou mesmo em 2 a 1 para os visitantes. Para tentar acabar com a série negativa, o Novara enfrenta o Cagliari na próxima rodada. Já está passando da hora de acordar.

Seleção da 21ª rodada (sujeita a mudanças conforme partidas sejam recuperadas)

Marchetti (Lazio); Isla (Udinese), Biava (Lazio), von Bergen (Cesena), Lulic (Lazio); Poli (Inter), Hernanes (Lazio), Cossu (Cagliari); Miccoli (Palermo), Milito (Inter), Thiago Ribeiro (Cagliari). Técnico: Edy Reja (Lazio).

Deixe um comentário