Liga Europa

Simplicidade e eficácia



Ex-Bahia, brasileiro Ryder Matos marcou seu primeiro gol pela Fiorentina (Ansa)

Ninguém esperava que as equipes italianas envolvidas nos jogos de hoje da Liga Europa tropeçassem. Porém, nada mais “Itália na Liga Europa” do que tropeçar em times fracos. Fiorentina e Lazio, porém, jogaram com seriedade e boa parte dos titulares em campo. E, por isso, passaram com tranquilidade por Paços de Ferreira e Legia Varsóvia, respectivamente. Os gols dos brasileiros Ryder Matos e Hernanes foram importantes. Acompanhe o resumo.

Fiorentina 3-0 Paços de Ferreira

Seria muita cara de pau se a viola perdesse em casa para o Paços, último colocado do Campeonato Português, jogando com boa parte dos titulares ou com jogadores que facilmente estariam entre os onze, caso o elenco não fosse tão forte. Embora os castores tivessem alcançado a gloriosa terceira posição na última Liga Sagres, o feito está longe de se repetir agora. Sabendo disso, o time comandado por Vincenzo Montella levou a partida a sério, e se impôs. Apesar de criar pouco no primeiro tempo, o time ia vencendo o jogo “por pontos”, até chegar ao gol marcado pelo zagueiro Gonzalo Rodríguez, de cabeça.

No segundo tempo, uma Fiorentina mais objetiva não se furtou ao ataque e viu os portugueses chutarem uma vez ao gol: Tony, de fora da área, obrigou Neto a uma boa defesa. Porém, o segundo gol saiu aos 22 da segunda etapa: Borja Valero (o melhor em campo) fez ótima jogada pela esquerda, onde um desatento Joaquín não fez grande partida, e cruzou para Ryder Matos, de apenas 20 anos, desviar e marcar. 

Com menos de um minuto em campo, o ex-jogador do Bahia mostrou que tem estrela. Ele voltou a Florença após um período ruim em Salvador e, embora o técnico Cristóvão Borges desejasse contar com o jogador (que até havia sido colocado na lista de dispensas anteriormente), a Fiorentina fez jogo duro para mantê-lo. Dez minutos depois, Giuseppe Rossi ainda marcou o terceiro, fechando a conta e abrindo a sessão de dribles desconcertantes à qual os jogadores da Fiorentina submeteram os do Paços até o fim do jogo.

Lazio 1-0 Legia Varsóvia

Mais preguiçosa, a Lazio se contentou apenas com os pontos diante do Legia, campeão polonês da última temporada. Afinal, o mais importante para a temporada laziale não é a Liga Europa, e sim a Serie A. E, tão importante quanto o campeonato nacional, é o campeonato à parte disputado com a Roma: domingo, a partir das 10 horas, horário de Brasília, será disputado o dérbi romano. Melhor se poupar, então.

Bem postada em campo, a Lazio praticamente não sofreu com os ataques da equipe polonesa, que parava no fechadinho 4-1-4-1 montado pelo técnico Vladimír Petkovic e bem executado pelos seus jogadores. Neste esquema, o gol só poderia surgir mesmo em uma jogada pelos lados: Keita Baldé, uma das grandes promessas da equipe romana, fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para que Hernanes aparecesse como uma flecha e testasse bem, para o fundo das redes. O brasileiro, que não vem em grande fase técnica e física, jogou bem, e até poderia ter ampliado, em bela jogada individual, minutos depois, mas acertou a trave. O treino para o dérbi valeu a pena. Melhor para a torcida biancoceleste.



Deixe um comentário