Serie A

5ª rodada: De vento em popa

Felipe Melo tomou conta do meio campo interista e em pouco tempo já é referência na equipe de Mancini (Getty)

Cinco vitórias em cinco jogos. Campanha perfeita da Inter num início de campeonato em que os principais favoritos tropeçam a cada rodada. Juventus e Roma voltaram a decepcionar. Os bianconeri cederam o empate para o novato Frosinone, em casa, enquanto a Roma caiu para a Sampdoria, em Gênova. O Napoli segue inconstante e o Milan, mesmo vencendo, ainda não conseguiu apresentar um futebol envolvente. Os comandados de Mancini seguem na liderança, agora seguidos pela empolgante Fiorentina e pelo surpreendente Sassuolo. Veja o resumo da rodada.

Inter 1-0 Verona
Felipe Melo (Alex Telles)
Tops: Felipe Melo (I) e Sala
(V) | Flops: Ljajic (I) e Juanito (V)
Regularidade. Essa é a definição da Inter para o início de
temporada. Mesmo sem fazer grandes apresentações e vencendo com placares magros,
a equipe de Mancini tem se mostrado eficiente a ponto de se isolar na liderança,
com cinco vitórias em cinco jogos (igualando a melhor campanha num início de
temporada, de 1966/67) e já com certa vantagem para seus principais
concorrentes: 6 sobre o Milan, 7 sobre a Roma, 9 sobre o Napoli e 10 à frente da Juventus.
O gol de Felipe Melo, o “novo ídolo de San Siro” foi um
alívio para a equipe que pouco fez no primeiro tempo e viu o Verona assustar na
segunda etapa, acertando a trave interista, com Sala. Com a vantagem no placar, a Inter
melhorou, mas a mentalidade defensiva de Mancio, mais uma vez fez a Inter sofrer.
Enquanto as vitórias vierem, não há reclamações.
Juventus 1-1 Frosinone
Zaza (Cuadrado) | Blanchard
Tops: Cuardrado (J) e Leali (F) | Flops: Lichtsteiner (J) e
Castillo (F)
Quem imaginava uma arrancada da Juve após a primeira
vitória na Serie A, ficou decepcionado com o jogo contra o lanterna Frosinone. A Velha Senhora
se impôs e dominou o jogo. Pogba, Cuadrado e Zaza (que fez sua primeira partida
como titular) quase marcaram. A disparidade era tanta que a Juve, mesmo no
zero, abusou da soberba e quase se complicou. O Frosinone chegou e acertou a
trave de Neto; na sequência, os jogadores reclamaram pênalti após toque na mão de Barzagli após chute de Frara. A Juve respondeu com duas bolas na trave, com Pogba e Zaza.
O gol de Zaza, após tantas chances, parecia ser o início de
uma noite de alegria para a torcida bianconera. Allegri aproveitou o jogo fácil
para fazer alterações e testar a pedida dupla Zaza e Dybala. A Juve seguia
perdendo oportunidade e quando os três pontos já pareciam certos, numa jogada de
escanteio, Blanchard – declarado torcedor juventino – subiu mais que toda a zaga juventina e garantiu o empate
histórico. Os canarini somam seu primeiro ponto em sua história na Serie A, enquanto a Juve segue
inconstante.
Udinese 2-3 Milan
Badu e Duván Zapata
(Théréau) | Balotelli, Bonaventura (Montolivo) e Zapata (Bonaventura)
Tops: Zapata (U) e Bonaventura (M) | Flops: Di Natale (U) e
Bacca (M)
No primeiro jogo como titular desde sua volta ao Milan, Balotelli
foi a estrela do jogo, não apenas pelo futebol, mas também por não ter reagido às provocações que sofreu. Com a bola no pé, Balo
mostrou que os ares italianos lhe farão novamente bem. Super Mario abriu o
placar, em bela cobrança de falta, e viu a equipe abrir 3 a 0 ainda na primeira etapa. A Udinese melhorou após a entrada de Zapata, chegou a
descontar no início do segundo tempo e pressionou o Milan no final, mas Diego
López garantiu mais uma vitória rossonera, a primeira no Friuli desde 2012. Por
outro lado, a Udinese já acumula quatro derrotas consecutivas e Colantuono já começa
a ser pressionado.
Sampdoria 2-1 Roma
Éder e Manolas (contra) | Salah (Pjanic)
Tops: Éder (S) e Salah (R) | Flops: Correa (S) e Manolas (R)
Em queda desde a vitória contra a Juventus, a Roma
voltou a tropeçar e segue caindo na tabela. Apesar de dominar a partida, com folga, a Roma
perdeu muitos gols, viu Éder abrir o placar e precisou reagir após o gol sofrido no início da segunda etapa. Se
o empate já não era bom resultado, a derrota após o gol contra de Manolas
piorou ainda mais a situação da equipe, que não vai ando pinta de que terá regularidade para brigar pelo título. Por outro lado, a Samp
parece estar se acertando após os problemas com Zenga e a humilhante
desclassificação da Liga Europa. Hoje, a equipe ocupa a quinta colocação.
Carpi 0-0 Napoli
Tops: Ryder Matos (C) e Higuaín (N) | Flops: Mbakogu (C) e Valdifiori
(N)
Num jogo fraco e de poucas emoções, o Napoli mostrou toda
sua inconstância e não saiu de um empate em 0 a 0 contra o Carpi. Foi o primeiro jogo sem gols em todo o campeonato – uma ótima média, considerando as 50 partidas realizadas. Os
napolitanos foram melhores e criaram inúmeras chances, mas pecaram na hora da
finalização – ao contrário de suas duas últimas partidas, nas quais anotou 10 gols. O Carpi se defendeu como pode e arrancou um empate que não altera
a situação da equipe, que ainda não venceu na Serie A.

Fiorentina 2-0 Bologna
Kuba e Kalinic
Tops: Kuba (F) e Oikonomou (B) | Flops: Babacar (F) e Destro
(B)
“Sem medo da Inter”, a Fiorentina vai aproveitando o tropeço
dos favoritos e segue subindo na tabela. Contra o Bologna, no Dérbi do Appennino, o time de Paulo
Sousa foi dominante, mas conseguiu marcar apenas na segunda etapa, a terceira
consecutiva. Segunda colocada, a Viola agora encara a Inter na próxima rodada,
valendo a primeira posição. Esperança do Bologna, Destro desperdiçou a melhor
chance dos emilianos e ainda segue sem marcar na atual temporada.
Lazio 2-0 Genoa
Djordjevic (Lulic) e
Felipe Anderson
Tops:  Marchetti (L) e Rincón (G) | Flops: Pandev e Cissokho (G)
Depois da acachapante goleada sofrida na última rodada, a
Lazio reagiu rápido e, jogando no Olímpico, bateu o Genoa, aliviando a pressão
em cima de Pioli. Os genoveses criaram bastantes oportunidades, mas esbarraram
na falta de pontaria e nas boas defesas de Marchetti. Felipe Anderson
desencantou, após 5 meses, em grande estilo. Saiu do banco, cavou a expulsão de Cissokho e, depois, decidiu o jogo cm um golaço de fora da área. Se a Lazio subiu, o Genoa beira a
zona de rebaixamento, em seu pior início de campeonato desde que retornou à elite, em 2007.

Chievo 1-0 Torino
Castro
Tops: Meggiorini (C) e Molinaro (T) | Flops: Pellissier (C) e Quagliarella
(T)

Mais uma vitória que coroa o bom início de temporada do
Chievo. Contra o bem montado Torino, a equipe de Verona soube se
postar e controlar as ações ofensivas do adversário, ao mesmo tempo que
encontrava espaços para assustar no contra-ataque. Já no final, Castro chutou
de longe e não deu chances à Padelli. Os
veroneses assumiram a terceira colocação, enquanto o Toro caiu para a quinta,
mas ainda continua sendo o “melhor time de Turim”. 

 
Palermo 0-1 Sassuolo
Floccari
Tops: Colombi (P) e Floccari (S) | Flops: Gilardino e Jajalo (P)
Vitória fora de casa e a terceira colocação na
classificação. Mais uma vez sensação da temporada, o Sassuolo tem surpreendido a muitos. Num jogo franco e aberto, com chances de gols para os dois lados, os
neroverdi foram mais eficientes e superaram os donos da casa num belo chute de
fora da área de Floccari. Os emilianos tentarão, outra vez, chegar a seu recorde de pontos na elite.

Empoli 0-1 Atalanta
Rafael Toloi (Moralez)

Tops: Saponara (E) e Rafael Toloi (A) | Flops: Piu (E) e Pinilla (A)

Em jogo isolado que fechou a 5ª rodada, a Atalanta conseguiu sua primeira vitória fora de casa na temporada, e justo contra um concorrente direto contra o rebaixamento. A partida, que foi bem parelha e brigada, teve como destaques Saponara, pelo time da casa, e o brasileiro Rafael Toloi, que marcou seu primeiro gol em solo italiano. O resultado colocou os nerazzurri no meio da tabela, de forma surpreendente.

* Os nomes entre parênteses nos resultados indicam os responsáveis pelas assistências para os gols

Relembre a 4ª rodada aqui.

Confira estatísticas, escalações, artilharia, além da classificação do campeonato, aqui.

Seleção da rodada
Marchetti (Lazio); Vrsaljko (Sassuolo), Rafael Toloi (Atalanta), Cesar (Chievo), Alonso (Fiorentina); Fernando (Sampdori), Felipe Melo (Inter), Bonaventura (Milan); Felipe Anderson (Lazio); Balotelli (Milan), Floccari (Sassuolo). Técnico: Eusebio Di Francesco (Sassuolo).

Deixe um comentário