Mercado Serie A

Com boas aquisições, Cagliari monta um dos projetos mais interessantes da Serie A 2019-20



Historicamente, o Cagliari não é um time que compete por grande objetivos na Serie A. Neste século, por exemplo, o clube da Sardenha terminou o campeonato na primeira parte da tabela apenas duas vezes. Além disso, militava na segunda divisão na virada do milênio – subiu à elite em 2004 – e voltou a frequentar a Serie B em 2015. Desde que retornaram à primeirona, em 2016, os sardos brigam na parte de baixo da classificação. Porém, a situação tem tudo para melhorar nesta temporada.

Visando o centenário do Cagliari no ano que vem, o presidente da agremiação, Tommaso Giulini, reforçou a equipe de Rolando Maran com boas aquisições. O mandatário se aproveitou da venda do meio-campista Nicolò Barella à Inter, por 49 milhões de euros (incluindo bônus), para efetuar contratações que elevam o potencial os rossoblù. Se nas últimas duas campanhas na Serie A os casteddu terminaram o certame na porta do rebaixamento, a expectativa para 2019-20 é bem mais animadora.

Entre os reforços mais interessantes da janela de verão estão, obviamente, os meio-campistas Radja Nainggolan, Nahitan Nández e Marko Rog. Eles serão os jogadores responsáveis por dar gás ao time e fazer a bola chegar limpa aos homens da frente. A tendência era a de que os três fossem o pilar da meiuca no 4-3-1-2, mas Maran deverá dar continuidade ao 5-3-2, esquema utilizado na derrota por 2 a 1 para a Inter, na Sardegna Arena, pela segunda rodada da Serie A. Outra possibilidade ventilada é a utilização de Nainggolan como trequartista num meio-campo em losango.

Na derrota para a Inter, o “Ninja” desempenhou o papel de regista, enquanto Nández atuou como ala-direito e Rog fez a função de interior pela direita. A eventual manutenção dessa estrutura, aponta a imprensa italiana, se daria por uma série de motivos – entre eles, a lesão do artilheiro Leonardo Pavoletti. O centroavante foi submetido a uma cirurgia para reconstruir o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e, se tudo ocorrer conforme o prognóstico médico, só voltará aos gramados entre março e abril de 2020. Por isso, a diretoria sarda acertou a contratação de Giovanni Simeone junto à Fiorentina.

Sem o “Pavoloso”, o “Cholito” tende a ser o homem-gol da equipe. A missão não é fácil, sobretudo se Maran explorar o jogo aéreo como na temporada passada – o Cagliari foi o time que mais utilizou essa jogada na Serie A 2018-19 para estufar as redes. Não à toa, dos 16 gols anotados por Pavoletti no campeonato, 11 vieram de cabeçadas. Junto com os outros homens de frente do elenco (João Pedro, Valter Birsa, Alberto Cerci e Daniele Ragatzu), Simeone tentará melhorar a média de gols dos isolani. Na Serie A anterior, esse número só não foi pior do que os dos rebaixados Chievo e Frosinone.

Além de Simeone, o goleiro Robin Olsen também aportou na Sardenha nos últimos dias da janela. Após não vingar na instável Roma da temporada passada, o sueco buscará se firmar na Itália defendendo a meta rossoblù. A princípio, será titular, pois o excelente Alessio Cragno se recupera de uma cirurgia no ombro direito e deve desfalcar a equipe até dezembro.

À frente de Olsen, a defesa do Cagliari é o ponto mais fraco do time. No esquema com três zagueiros, Fabio Pisacane, Luca Ceppitelli e Ragnar Klavan não passam solidez defensiva. E mesmo assim a diretoria abriu mão de Filippo Romagna, que foi emprestado, com direito de compra, ao Sassuolo. A volta de Luca Pellegrini, cedido pela Juventus, é uma ótima notícia para os sardos, visto que o lateral/ala-esquerdo é um dos mais promissores italianos da posição e já foi até convocado para a seleção principal.

Em síntese, a direção do Cagliari montou uma equipe bem atrativa para a Serie A 2019-20. O centenário do clube será comemorado no ano que vem e uma vaga na Europa League seria um presente simbólico. Antes, contudo, Rolando Maran, cujo contrato fora renovado até 2022, precisa extrair o máximo do time – o que não aconteceu nem mesmo no ano passado, quando teve alguns bons momentos. Apesar das duas derrotas iniciais na liga, para Brescia e Inter, a expectativa em torno do Cagliari é alta. Vale a pena ficar de olho no projeto dos rossoblù.



1 comentário

  • Projeto interessando do Cagliari, apesar das vagas as ligas europeias serem bastante acirradas(Roma, Milan, Lazio e Torino- o qual eu torço que consiga voltar a Liga Europa ), desejo boa sorte ao rossoblù.

Deixe um comentário