Serie A

7ª rodada do Italiano terá Derby d’Italia valendo a liderança; confira a prévia



A reta inicial da Serie A, repleta de clássicos e jogaços, atinge o seu ápice neste final de semana. Afinal, teremos um Derby d’Italia digno de sua rica história. Líder invicta e com 100% de aproveitamento, a Inter recebe a Juventus, octacampeã que tem apenas dois pontos a menos. Em suma, o clássico decidirá se a ponta da tabela continuará com os nerazzurri ou voltará às mãos dos bianconeri, que  nos oito últimos anos.

A sétima rodada terá apenas nove jogos nesse final de semana. Isso porque a partida entre Brescia e Sassuolo, que abriria os trabalhos nesta sexta, foi adiada para o dia 18 de dezembro. O motivo para o adiamento foi a morte de Giorgio Squinzi, presidente do clube neroverde. Confira a prévia das

Assista ao Campeonato Italiano no Dazn com 1 mês grátis. Assine.

O jogão

Inter x Juventus

Data e horário: domingo, 6/10, 15h45
Transmissão: DAZN, Rai e Bet365

Havia quase 20 anos que um Derby d’Italia não tinha uma importância tão grande na Serie A. Afinal, tanto Inter quanto Juventus viveram períodos de baixa na última década e as disputas diretas por scudetti entre dois dos maiores times da Itália são raras. Dessa vez, porém, tudo indica que nerazzurri e bianconeri serão os grandes concorrentes pelo título nacional e, já na sétima rodada, o clássico de número 236 entre as equipes valerá a liderança do campeonato.

A Inter venceu apenas um dos 13 últimos clássicos contra a Juve, mas vem em grande fase: teve 100% de aproveitamento nas seis primeiras rodadas pela segunda vez em sua história, deu um calor no Barcelona e tem uma defesa muito sólida, montada por Conte, seu antigo carrasco. Do outro lado, a octacampeã vive período de crescimento. A Velha Senhora fez suas duas melhores partidas nesta temporada e se impôs ante Spal e Bayer Leverkusen.

Entre os mandantes, a novidade fica por conta do retorno de Lukaku aos onze inicial, após um desconforto muscular que o tirou do jogo contra o Barcelona. Conte repetirá nove jogadores que foram titulares no Camp Nou e, além do belga, só D’Ambrosio ganha uma vaga no time. O napolitano fechará a ala direita no lugar de Candreva, reforçando a marcação no setor. Sarri responde com o 4-3-1-2 que tem feito a Juve melhorar sua produção e deve confiar novamente em Ramsey como trequartista e Higuaín e Ronaldo no comando do ataque. Cristiano, aliás, marcou nas suas duas primeiras visitas a San Siro e pode ser o primeiro a anotar em suas três primeiras aparições no estádio desde Shevchenko, em 1999.

Prováveis escalações

Inter: Handanovic; Godín, De Vrij, Skriniar; D’Ambrosio, Barella, Brozovic, Sensi, Asamoah; Martínez, Lukaku.

Juventus: Buffon; Cuadrado, Bonucci, De Ligt, Alex Sandro; Khedira, Pjanic, Matuidi; Ramsey; Ronaldo, Higuaín.

Fique de olho

Nainggolan voltará a Roma para encarar mais uma antiga equipe: o Cagliari visita a Roma (Getty)

Sábado, 5/10, 15h45

Genoa x Milan

Sob pressão, Giampaolo volta à cidade em que viveu o auge de sua carreira. Se Gênova lhe trazia boas memórias por conta de seu trabalho à frente da Sampdoria, o cenário agora é bem diferente. Afinal, um tropeço na Ligúria pode significar o fim da linha para o ítalo-suíço, que somou quatro derrotas nas primeiras seis rodadas como técnico do Milan. Andreazzoli, por sua vez, também não está confortável no comando do Genoa e um resultado negativo pode significar o fim da linha para o toscano.

O Milan tem levado vantagem sobre o Genoa nos jogos mais recentes: não perdeu nenhum dos últimos cinco, tendo vencido quatro e sofrido gols apenas naquele realizado em outubro de 2018. Para não dar sopa ao azar, Giampaolo promoverá a volta de Lucas Paquetá ao onze inicial, no intuito de fornecer mais peso ofensivo ao time rossonero e uma alternativa a Suso e Piatek – os dois, que se destacaram no Genoa, vivem má fase. Na zona de rebaixamento e com uma das piores defesas do campeonato, com 13 gols sofridos, o time da casa se contentará com um empate.

Domingo, 6/10, 10h

Roma x Cagliari

Em meados dessa década e da anterior, o Cagliari chegou a obter o status de carrasco da Roma. Contudo, o time sardo não vem ameaçando os romanos: o triunfo mais recente dos casteddu ocorreu em 2013, 10 jogos atrás. Foi justamente nessa partida, vencida por 4 a 2, que os cagliaritanos marcaram pela última vez no Olímpico. Só que o Cagliari se reforçou bem no mercado e vem de quatro partidas de invencibilidade, o que gera a expectativa de que este duelo com os romanistas seja o mais equilibrado em muito tempo.

A partida promete pegar fogo no meio-campo, setor em que Fonseca e Maran trabalham de forma bastante diversa. O português não terá Pellegrini e Mkhitaryan, lesionados (o italiano, por dois meses), mas manterá o estilo de longas trocas de passes e associação entre Veretout e Zaniolo. Do outro lado, força e intensidade marcam a proposta do Cagliari, que terá Nández, Cigarini, Rog e Nainggolan no centro do gramado. Em seu retorno ao Olímpico, aliás, o belga jogará mais avançado, como trequartista: foi nessa função que teve alguns de seus melhores momentos na Cidade Eterna.

Domingo, 6/10, 13h

Torino x Napoli

De um lado, o melhor mandante de 2019 na Itália; do outro, o time com ataque mais positivo como visitante no mesmo período. Promete pegar fogo o confronto entre um Torino que venceu 10 de seus 13 últimos compromissos em casa contra um Napoli que marcou 30 gols em 13 jogos fora do San Paolo – e que anotou pelo menos dois tentos nas sete últimas vezes em que foi visitante.

Torino e Napoli ainda não empataram nesse campeonato, mas já somaram derrotas doloridas. Inclusive em casa, o que deixa transparecer que a dupla perdeu solidez defensiva em relação a 2018-19 – tal dificuldade de evoluir, inclusive, estaria fazendo o técnico Ancelotti pensar em encerrar seu contrato ao fim da atual temporada, um ano antes do fim. Para o jogo de domingo, as duas equipes terão mudanças no setor de defesa, visto que Bremer e Koulibaly estão suspensos e os azzurri contam com peças no departamento médico. Lyanco atuará ao lado de Nkoulou e Izzo no Toro, enquanto Luperto fará dupla com Manolas pelo lado partenopeo.

Demais partidas

Sábado, 5/10, 10h
Spal x Parma

Sábado, 5/10, 13h
Verona x Sampdoria

Domingo, 6/10, 7h30
Fiorentina x Udinese

Domingo, 6/10, 10h
Atalanta x Lecce
Bologna x Lazio

Quinta-feira, 18/12, 15h45
Brescia x Sassuolo



Deixe um comentário