Liga dos Campeões

Em casa, a Lazio surpreendeu o Bayern Munique pela ida das oitavas da Champions League

Mesmo jogando em casa, a Lazio era considerada zebra no primeiro duelo contra o Bayern Munique, válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Isso se confirmou durante boa parte do jogo, com os alemães dominando a posse de bola, mas sem marcar gols. Porém, no meio do segundo tempo, o time bávaro cometeu pênalti, teve um jogador expulso e a situação se inverteu. Com gol do capitão Immobile, os biancocelesti venceram por 1 a 0 e, de forma surpreendente, saíram na frente num confronto direto tido, anteriormente, como desequilibrado.

Apesar da pompa envolvendo o duelo, não é como se ambos os times estivessem vivendo dias maravilhosos. A Lazio perdeu recentemente a semifinal da Supercopa Italiana para a Inter e está na sétima colocação na Serie A, a cinco pontos da zona de classificação para a Champions League. Já o Bayern vive uma situação melhor na Bundesliga, porém não a esperada pela sua torcida. Os bávaros ocupam a vice-liderança, cinco pontos atrás do Bayer Leverkusen, e ainda acumulam precoce eliminação na Copa da Alemanha às custas do Saarbrücken, da terceira divisão. Assim, a pressão por resultados que coincidam com o tamanho do clube está fazendo com que o técnico Thomas Tuchel balance no cargo.

A torcida laziale começou fazendo uma linda festa no Olímpico, mas teve que ver os visitantes tomando a iniciativa. Logo no comecinho da partida, o Bayern daria dois sustos: primeiro, com Kimmich vindo de trás e arriscando um perigoso chute a gol; e, por último, com Müller ajeitando para Kane arrematar para fora.

Em jogo truncado, o pênalti convertido por Immobile foi suficiente para dar uma inesperada vantagem à Lazio (Getty)

A marcação pesada dos alemães fazia com que os donos da casa tivessem poucas chances no ataque. Tanto que a melhor chance da Lazio no primeiro tempo foi na casa dos 20 minutos, quando Luis Alberto soltou uma bomba de longe, que passou perto da baliza defendida por Neuer. No entanto, o momento durou pouco e logo o Bayern voltou a dominar o jogo. Antes do intervalo, os bávaros quase abriram o placar: Upamecano achou Sané livre e o ponta deu lindo passe para Musiala, deixando-o na cara do gol. O meia, porém, desperdiçou a chance e chutou para fora.

Na volta dos vestiários, a Lazio ficou mais ligada na partida. Tanto que, aos 48 minutos, surgiu a sua melhor chance até o momento: Luis Alberto deu um presente para Isaksen marcar, mas o jovem atacante desperdiçou e, mesmo cara a cara com Neuer, finalizou em cima do arqueiro. O Bayern, por outro lado, continuava pressionando, porém sem marcar.

O lance decisivo da partida viria somente aos 67 minutos – e com um contra-ataque da Lazio. Felipe Anderson correu até a área adversária e passou para Immobille. O artilheiro carregou a bola, meio desajeitado, e acabou perdendo a sua posse. Porém, quando Isaksen ia correr para recuperá-la, Upamecano surgiu com a sola do pé na canela do dinamarquês e o derrubou. Pênalti claríssimo e, de quebra, o zagueiro do Bayern foi expulso. Coube a Immobile abrir o placar no Olímpico de Roma.

Com um a menos e atrás do placar, o Bayern tentou correr atrás do prejuízo, mas sem sucesso. Mesmo com Tuchel fazendo alterações, o forte esquema defensivo da Lazio segurou os adversários e o magro triunfo por 1 a 0 – considerado improvável para muitos. Certamente não é um resultado confortável, mas o bastante para deixar os biancocelestes com a vantagem no jogo de volta. A partida acontecerá daqui a três semanas, no dia 5 de março, às 17 horas pelo horário de Brasília.

Compartilhe!

Deixe um comentário