Serie A

Parada de inverno: Cagliari

Fini e Acquafresca: espinha dorsal da equipe

A campanha (até o fim de 2008)
13ª colocação. 17 jogos, 21 pontos. 6 vitórias, 3 empates, 8 derrotas. 19 gols marcados, 21 sofridos.

O time-base
Marchetti; Pisano, Bianco, López, Agostini; Fini, Conti, Biondini; Cossù; Acquafresca, Jeda.

O comandante
Massimiliano Allegri. Responsável pela subida do pequeno Sassuolo para a Serie B, Allegri mostra que também pode fazer bons trabalhos na máxima divisão do país. Num ambiente conturbado de trabalho, por causa das loucuras do presidente Massimo Cellino, o treinador toscano surpreende, em seu primeiro trabalho num clube da Serie A. Ninguém esperava que o Cagliari desse trabalho nesta temporada, mas, voilà, a equipe promete permanecer na elite mais uma vez.

O herói
Michele Fini. Líder em assistências na Serie A, com sete, no total, o meia é o jogador mais importante do Cagliari na temporada, por mais que Acquafresca e Jeda marquem seus gols e que Bianco e Marchetti estejam em ótima fase, ajudando na parte defensiva e garantindo pontos importantes. É pelos pés de Fini, que deverá deixar o clube rossoblù ao fim da temporada, que todas as bolas passam.

O vilão
Joaquín Larrivey. O atacante argentino vai se convertendo em um verdadeiro flop na Sardenha. Pela segunda temporada consecutiva, o ex-Huracán não consegue demonstrar o mesmo futebol que ajudou a levar o clube portenho à primeira divisão de seu país. Larrivey e Alessandro Matri, ambos em má fase, são as opções de ataque com as quais Allegri precisará apostar caso os titulares Acquafresca e Jeda não possam entrar em campo. Talvez por isso, a diretoria rossoblù recuse tanto os pedidos da Inter para ter Acquafresca de volta.

A perspectiva
Meio da tabela. O bom trabalho de Allegri parece que será suficiente para que o time acumule gordura e permaneça na Serie A. A volta do defensor Michele Canini, lesionado por toda a primeira parte da temporada, deve dar mais consistência à defesa. Presença constante em todas as seleções de base italianas, o defensor da equipe sarda, perdeu a titularidade graças à lesão sofrida. A boa fase de López e Bianco, dupla de zaga titular no momento, torna difícil que o azzurrini consiga a vaga de volta. Dessa forma, Allegri deve contar com pelo menos uma boa opção defensiva no banco. Fini e Jeda, buscando transferir-se para outros clubes, devem se dedicar ainda mais. Acquafresca, cotado para fazer parte do elenco da Inter na próxima temporada, também deve trabalhar dobrado, para conseguir jogar na atual campeã da Itália. Contra a Inter, no jogo que abriu o ano de 2009, ele deixou o seu.

Deixe um comentário