Serie A

13ª rodada: Irreconhecíveis

Com camisa esverdeada, a Lazio parou no Parma. Apresentação irreconhecível
de Hernanes (esquerda), na pior partida dele no campeonato até aqui (AP Photo)

Contra o Parma, Edy Reja mudou bastante o time titular da Lazio que vinha dando certo no campeonato. Não se deu bem. Rafa Benítez escalou o que podia, nas atuais condições médicas da Inter. Não se deu bem. A ex-líder e atual pentacampeã fizeram partidas irreconhecíveis e voltaram a decepcionar. Com os resultados, o líder Milan abriu três pontos sobre a Lazio e ensaia a primeira fuga com destino ao scudetto. Confira os jogos de domingo:

Chievo 2-1 Inter

Duas derrotas seguidas, nove pontos abaixo do líder Milan, 12 pontos abaixo da campanha conquistada até a mesma 13ª rodada do campeonato passado, incontáveis lesionados. Este é o atual quadro da Inter, irreconhecível perto daquela grande equipe campeã europeia de meses atrás. Contra um Chievo bem armado na defesa e que apostava nos contra-ataques, o time de Rafa Benítez jogou nervoso, de forma confusa e não conseguiu reverter no campo a falha de Santon que permitiu que Pellissier abrisse o placar – pela Serie A, é o quinto gol do capitão clivense contra a Inter. A cabeçada à Zidane de Eto’o no esloveno Cesar é um bom resumo do atual momento nerazzurro. Até mesmo aquele que marcou 16 dos 25 gols da Inter nesta temporada está com os nervos à flor da pele. E o emprego de Benítez, é claro, balança. A Inter tem 20 pontos em 13 rodadas, mesmo número do Palermo, que gasta cinco vezes menos que a equipe de Massimo Moratti.


Parma 1-1 Lazio

Quem acompanhou o forte início da temporada laziale se surpreenderia bastante com Hernanes aberto pela direita, Floccari recuado para o meio-campo, Zárate como centroavante e Matuzalém dividindo a linha de marcação com Brocchi. Mas foi assim que Edoardo Reja escalou o time contra o Parma – e pagou pelos erros que cometeu. O meio-campo biancoceleste foi facilmente dominado pelo time de casa e só no segundo tempo conseguiu deixar a pressão de lado. Foi este buraco no meio-campo que permitiu que Ângelo recebesse a bola sem problemas e cruzasse na cabeça de Crespo. O empate da Lazio surgiu num escanteio que Antonelli desviou contra o próprio gol depois de cabeceio de Floccari. De nada adiantou atacar tanto após o intervalo. O segundo tempo foi bastante intenso e com várias oportunidades para a vice-líder do campeonato, mas Floccari, Hernanes e Zárate falharam nas melhores chances.

Genoa 0-2 Juventus

O noticiário pré-partida garantia que Krasic seria poupado por Luigi Delneri. Longe da melhor forma física, seria arriscado escalar o sérvio na partida das 12h30 (horário italiano). Mas Krasic entrou em campo e voltou a ser decisivo. Tão decisivo quanto as traves, acertadas quatro vezes pela bola – duas pela Juve e duas pelo Genoa. As do time bianconero entraram mesmo assim, enquanto as da equipe rossoblù foram bombas que ricochetearam e pararam longe do gol. A Juventus abriu o placar com um chute desviado por Dainelli e convertido ao bater nas costas de Eduardo, e definiu o resultado com uma ótima disparada de Krasic pela direita que culminou na enésima falha do goleiro português na temporada. Com o resultado, a Velha Senhora chegou a nove jogos de invencibilidade na Serie A e se consolidou na quarta colocação.

Brescia 1-2 Cagliari

Treze meses depois, Roberto Donadoni está de volta à Serie A. O ex-treinador de Livorno, seleção italiana e Napoli foi contratado para o lugar do jovem Pierpaolo Bisoli, que não resistiu aos resultados ruins. A estreia foi boa mesmo no gramado encharcado do estádio Mario Rigamonti. Caracciolo sofreu e converteu o pênalti que colocou o Brescia em vantagem no primeiro tempo. E o time da casa ainda teve várias oportunidades para definir o reultado, sem sucesso. No contra-ataque permitido por um escanteio mal cobrado pelo Brescia, Cossu pôs Matri na frente de Sereni e mudou a história da partida. Três minutos depois, Conti acertou de muito longe para matar a partida e, quem sabe, a passagem de Giuseppe Iachini pelo Brescia: são sete derrotas e dois empates nos últimos nove jogos dos rondinelle.

Cesena 1-2 Palermo

A vitória do Palermo em Cesena pode se tornar a grande virada para o campeonato rosanero. A equipe de Delio Rossi, depois de tantos altos e baixos por motivos que foram de lesões a arbitragem, parece finalmente ter encontrado uma continuidade fundamental para mirar o alto. A cereja no bolo foi o retorno de Miccoli às redes em uma partida praticamente perfeita do baixinho de Salerno. O esloveno Ilicic segue em grande fase e marcou o quinto gol dele no campeonato ao desviar de calcanhar um cruzamento do lateral-esquerdo Balzaretti. Também pela esquerda, do outro lado, Nagatomo cruzou para o empate de Bogdani. O gol da vitória palermitana veio com o ótimo chute de Miccoli, o melhor em campo. E assim o Palermo alcançou 20 pontos no campeonato, mesmo número da atual pentacampeã Inter.

Lecce 2-3 Sampdoria

A grande partida de superação do Lecce não foi suficiente para segurar o ímpeto de Pazzini, que havia marcado apenas um só gol em todo o campeonato e hoje anotou três. O primeiro em falha conjunta de Rosati e Fabiano e o segundo após pênalti sofrido por Marilungo, pouco depois de Chevantón ser expulso por agredir Ziegler. Di Michele e Diamoutene conseguiram o empate, mas aos 43 minutos Dessena encontrou Pazzini para o terceiro gol do artilheiro. Um bom dia para esta ótima prova do camisa 10: o presidente blucerchiato Riccardo Garrone garantiu, pouco antes da partida, que Cassano não voltará a jogar pela Sampdoria.

Catania 1-0 Bari

O zagueiro Terlizzi marcou o gol da partida, mas antes dele, aos 37 minutos do segundo tempo, todo o sistema ofensivo do Catania parou no goleiro Gillet, único ponto de equilíbrio do Bari, cada vez mais lanterna. As 15 finalizações mal sucedidas até o gol de Terlizzi fizeram Maxi López perder a cabeça e ser expulso por reclamação. Pelo Bari, nenhuma das sete finalizações precisaram ser defendidas por Andújar. As intermináveis lesões no elenco biancorosso vetaram sete titulares de Gian Piero Ventura e o ataque foi o mais prejudicado. Com o hondurenho Álvarez improvisado por ali, é complicado esperar mais que apenas erros. Para as estatísticas: o Catania ainda não perdeu em casa, nos 18 jogos que fez no Angelo Massimino em 2010.

Napoli 4-1 Bologna
Na partida noturna que encerrou a rodada, o Napoli exagerou no primeiro tempo, se segurou no segundo e não encontrou dificuldades para bater este caótico Bologna, que tem salários atrasados, pode perder três pontos no campeonato caso se comprovem irregularidades financeiras e parece correr até mesmo risco de falência. O time partenopeu precisou de apenas dois minutos para começar a goleada, com Maggio, que não comemorou para se queixar das críticas recebidas recentemente. Sob chuva forte, Hamsík marcou duas vezes e Meggiorini descontou, mas parou neste suspiro a retomada do Bologna. Cavani fechou o placar, se igualou a Eto’o na artilharia da Serie A e recolocou o time a cinco pontos do líder Milan.

Para resultados, escalações, classificação e estatísticas da 13ª rodada, clique aqui.

Para relembrar os jogos de sábado, clique aqui.

Para relembrar a 12ª rodada, clique aqui.

Seleção da 13ª rodada

Abbiati (Milan); Paci (Parma), Chiellini (Juventus), Andreolli (Chievo), Balzaretti (Palermo); Krasic (Juventus), Ménez (Roma), Hamsík (Napoli); Ibrahimovic (Milan), Pazzini (Sampdoria), Pellissier (Chievo). Técnico: Claudio Ranieri (Roma)

4 comentários

  • Andreolli merece a nazionalle..a italia esta c uma bella zaga formada por giovani talenti: ranochia, bonucci, criscito, motta, ogbonna, schelloto, de sceglie..e tb n pode faltar o andreolli!!!!

  • Sou torcedor da Sampdoria, Vocês viram o que Pazzini fez né,?? o cara joga muito mas com a Ausência de Cassano ele caiu sim de rendimento, ainda falando sobre Cassano.. depois da saída dele, se a Samp não se reforçar, acredito que chegara na Liga da Europa isso se o time esforçar muito, pois o Di Carlo acabou com a Samp de Del Neri !! afff

  • Cassano eh o melhor da italua e tb tem belo carater! Ate recusou convite do genoa, afirmnado q n trairia seus tifosi..eh uma pena..o bom q o di carlo esta dando chance p o marilungo..a samp tem um goleiro xamado fiorillo, cata mto, vai ser com crteza 3 x melhor q buffon, podem apostar!!! Pazzini e quagliarella sao hj sao os 2 melhores bombers da italia..pazzo per pazzini!!!!!!!

Deixe um comentário