Liga dos Campeões

Um novo vigor

Leonardo e Figo festejam classificação contra o Bayern. Hoje, também estão felizes: sorteio da Liga dos Campeões não reservou o caminho mais difícil para a Inter (Associated Press)

A temporada da Inter vai ganhando novas dimensões a cada dia. O time virou o ano desacreditado e tendo de se reconstruir por dentro para voltar a brigar por alguma coisa em 2010-11. Primeiro, o time garantiu a vaga nas semifinais da Coppa Italia, depois oficializou a perseguição ao Milan pelo scudetto. A vitória contra o Bayern Munique, nesta terça, mostrou que o espírito de luta da equipe está plenamente recuperado e que o time pode brigar por algo mais, mesmo não sendo tão sólido defensivamente como nos tempos de José Mourinho. O sorteio da Liga dos Campeões, na manhã de hoje, redimensionou ainda mais a temporada nerazzurra: repetir o Triplete da última temporada nunca foi tão seriamente considerado.

As bolinhas, sorteadas pelo escocês Gary Lineker, ex-atacante de Barcelona e Tottenham, reservaram à Inter um dos caminhos mais fáceis até a final, escapando do Barcelona e do Real Madrid. Nas quartas de final, a equipe de Milão enfentará o Schalke 04 de Raúl, maior artilheiro da história da LC. Caso se classifique para a fase seguinte, enfrentará Chelsea ou Manchester United, que não tem sido, nesta temporada, tão sólidos quanto em outros anos. O caminho interista é um tanto similar ao da última temporada, quando precisou de uma prova de força nas oitavas e, a partir das quartas, decidiu os confrontos fora de casa – e, na fase atual, enfrentou um adversário mais acessível.

Os Azuis Reais, que demitiram Felix Magath e acertaram com Ralf Rangnick, do Hoffenheim, nesta semana, eram os adversários mais abordáveis da chave e, mesmo que a primeira partida seja na Itália e a decisão aconteça em Gelsenkirchen, o favoritismo é da Inter. Schalke e Inter já se enfrentaram outras duas vezes em competições internacionais, ambas na década de 90. Na primeira oportunidade, em 1996-97, na final da Copa Uefa, 1 a 0 para cada lado em casa e vitória alemã nos pênaltis, em pleno Giuseppe Meazza. Na temporada seguinte, as equipes voltaram a se enfrentar nas quartas de final do mesmo torneio, com revanche interista: vitória em casa por 1 a 0 e empate por 1 a 1 na Alemanha. Na mesma temporada, a equipe, liderada por Ronaldo, venceria a competição.

Outro ponto favorável para a Inter é que a equipe terá quase um mês sem viagens, a partir de hoje: nas três próximas rodadas da Serie A, a Beneamata joga apenas em Milão – os jogadores farão viagens para defenderem seus países na data Fifa dos dias 25 e 28 de março. O primeiro jogo das quartas acontece dia 5 de abril, três dias depois do dérbi contra o Milan. Enfrentar a rival, em um jogo decisivo pelo título, sem ter a pressão de fazer uma longa viagem para, por exemplo, Donetsk, na Ucrânia, ou enfrentar um adversário complicadíssimo pode favorecer a Inter nas duas frentes.

Caso confirme a passagem para as semifinais, a Inter enfrentará um entre Chelsea e Manchester United, que foram adversários da equipe na fase eliminatória da Liga dos Campeões nos últimos dois anos. O retrospecto recente, que inclui eliminação para os Red Devils em 2009 e classificação sobre os Blues na última temporada, é um tanto favorável: são duas vitórias (ambas sobre o Chelsea), um empate e uma derrota. Nesta temporada, nem Chelsea nem Manchester United tem sido brilhantes – assim como a Inter, ao menos defensivamente – e provavelmente fariam um duelo equilibrado contra a equipe italiana.

A partir de agora, Leonardo terá como objetivo gerenciar a tensão no elenco, que está ávido para repetir a última temporada, mas que ainda precisa de uma recuperação na Serie A e de avançar, passo a passo, no mata-mata da Liga dos Campeões e da Coppa Italia. Na reta final do campeonato, a plena recuperação de Milito, que está descansado pelo baixo número de partidas que fez nesta temporada, pode ser fundamental. Agora, está na hora de o elenco mostrar que o espírito de trabalhar com situações-limite, aprendido com Mourinho, continua vivo. Como o português enfatizou, há exatamente um ano atrás, quando sua equipe estava viva em três competições: a Inter pode ganhar tudo ou nada. Qual será o destino da equipe de Leonardo?

Abaixo, veja os confrontos e o caminho das equipes na Liga dos Campeões.

Quartas de final
Real Madrid x Tottenham
Barcelona x Shakhtar Donetsk
Chelsea x Manchester United
Inter x Schalke 04

Semifinais
Real Madrid/Tottenham x Barcelona/Shakhtar Donetsk
Inter/Schalke 04 x Chelsea/Manchester United

2 comentários

Deixe um comentário