Liga Europa

Mais uma na conta

Pode fazer cara feia, Cissé. Resultado foi ruim para a Lazio (Reuters)

Uma decepção atrás da outra. Essa é a situação da Itália nas competições continentais. Em 2011-12, os clubes do Belpaese somam resultados que deixam o país como apenas o 17º de melhor desempenho na temporada, atrás até de Israel e Chipre. A Lazio, que tinha um trabalho simples contra os romenos do Vaslui contribuiu para a má fase, ao empatar a partida, em pleno Olímpico.

Poupando alguns titulares como Klose, sequer relacionado, e Hernanes, que começou no banco, a Lazio enfrentou nesta quinta-feira o time do atacante Adaílton, figurinha conhecida na Bota por ter defendido Verona, Parma, Genoa e Bologna. Atuando em uma espécie de 3-4-1-2, com Sculli atuando ora como trequartista, hora aberto na esquerda, a equipe demorou um pouco para criar oportunidades claras de gol, mas dada a fragilidade do adversário, os biancoceleste não precisaram se esforçar muito.

O jogo começou quente demais e aos seis minutos dois cartões amarelos já haviam sido mostrados. A primeira boa chance foi aos 15 minutos, quando Álvaro Gonzalez recebeu ótimo passe na entrada da área e obrigou Cerniauskas a defender com a ponta dos dedos. Pouco depois, aos 18, Rocchi recebeu cruzamento de Cissé e perdeu um gol na pequena área. Quando chegou novamente ao ataque, a equipe abriu o placar. Rocchi sofreu pênalti e Cissé converteu cobrando forte e no alto. Depois do gol, a Lazio cozinhou o jogo.

O parâmetro manteve-se no segundo tempo até que… Aos 14 minutos, o brasileiro Wesley aproveitou cruzamento vindo da direita, ganhou de Zauri e, com uma cabeçada fulminante, empatou a partida. A postura do time de Roma parecia ter mudado após o susto, mas, com entrada estabanada, Zauri falhou pela quarta vez no quarto gol sofrido pela Lazio na temporada, cometeu pênalti e acabou expulso. O brasileiro Wesley não perdoou e, cobrando a penalidade, marcou seu segundo gol.

Pouco depois, Kozák entrou no lugar de Rocchi e adiou mais uma vez o centésimo gol do veterano pelo clube celeste. A Lazio chegou ao empate aos 26 minutos, em jogada de Cissé, melhor jogador em campo. O francês descolou ótimo cruzamento da direita e o baixinho Sculli marcou de cabeça. Faltando dez minutos para o final, Hernanes e Konko substituíram Sculli e González, mas a chance mais perdida do jogo não foi de nenhum dos dois. Aos 44 minutos, Ledesma cobrou escanteio, Kozák acertou o travessão e, no rebote, Diakité, com uma pucheta, jogou a bola por cima do gol.

Não foi o resultado que a torcida esperava, mas pode servir para que Edy Reja abra os olhos. A Liga Europa não é o primeiro escalão europeu, mas se a equipe de Roma quiser chegar longe, precisa levá-la a sério. A perda de dois pontos quase certos em casa não deve por em risco a sequência da Lazio no grupo, que é liderado pelo Sporting de Lisboa, que venceu o Zürich na Suíça. Seriedade é a chave para evitar vexames.

Deixe um comentário