Outros torneios

Serie B: Falta pouco ao Torino, mas equilíbrio impera

O grande destaque da rodada foi a humilhação que o Pescara proporcionou ao Padova fora de casa (LaPresse)

Após a tragédia do falecimento de Morosini, a bola voltou a rolar nos gramados da Serie B na última sexta-feira (20), com partidas válidas pela 36ª rodada. Mesmo sem vencer nesta rodada, o Torino conseguiu abrir quatro pontos de vantagem para o vice-líder nesta semana e fica ainda mais próximo da volta à elite, mesmo com um jogo a menos.

No sábado, o líder foi ao sul enfrentar o Bari, no San Nicola, não conseguindo nada mais do que um 0 a 0 com o time da casa, em um jogo tenso. O empate deixava os granata com 67 pontos, um a mais que o Verona, porém, o segundo tempo da partida contra a Reggina, válida pela 34ª rodada e que foi adiada devido às fortes chuvas que atingiram Turim, foi disputado nesta quarta-feira. O resultado de 1 a 0 no primeiro tempo desta partida não foi alterado e, com isso, o Toro somou mais três pontos, chegando aos 70 pontos.

Mesmo se os três pontos contra a Reggina não fossem confirmados, o Torino contaria com uma rodada quase perfeita: das sete equipes que vêm logo na seqüência da tabela, apenas uma delas venceu. Unindo a regularidade do clube turinense à irregularidade dos adversários, a cidade mais importante da economia italiana está muito perto de contar com dois representantes na Serie A do futebol italiano novamente.

No pelotão que persegue o Toro, os resultados foram os seguintes: o Hellas Verona, vice-líder, caiu diante do Crotone, fora de casa, por 3 a 1; o Pescara fez inacreditáveis 6 a 0 no Padova, sexto colocado, fora de casa, e subiu para a terceira colocação; o Sassuolo não conseguiu vencer pela terceira rodada seguida, perdendo para o vice-lanterna Gubbio, em casa, por 2 a 0; e a Varese caiu em casa, para o Grosseto, em casa, por 3 a 1; a Sampdoria poderia ter passado ambos, Varese e Padova, e, finalmente, entrar na zona de play-off, mas não saiu do 1 a 1 com o Vicenza, fora de casa. Entre todos esses os jogos, o destaque, mais uma vez, vai para a dupla infernal do Pescara: Insigne e Immobile.

Um outro resultado que vale um destaque especial é o da Juve Stabia. Jogando a Serie B apenas pela segunda vez em sua história, as Vespas venceram a lanterna AlbinoLeffe, por 2 a 1. Esta foi a quarta vitória consecutiva do time, que chegou aos 52 pontos, na nona colocação, quatro pontos a menos que o primeiro time na zona de play-off, o Padova. O time napolitano poderia estar ainda melhor, não fosse a punição que lhe tirou quatro pontos no início do campeonato, por irregularidades. O Brescia, oitavo colocado, perdeu para a Ascoli por 2 a 1 – a segunda derrota seguida.

Os resultados deixaram a tabela com a seguinte disposição: o Verona é o segundo, com 66 pontos, e subiria diretamente neste momento; o Pescara é o terceiro, com 65, o Sassuolo é o quarto, com 64, a Varese é a quinta, com 56, e o Padova é o sexto, também com 56, fechando o grupo que, hoje, disputaria os play-offs. Na cola, a Sampdoria tem 55, na sétima posição, o Bresica tem 53, na oitava, e a Juve Stabia tem 52, na nona.

Na briga para fugir da Lega Pro, os cinco últimos colocados vêem aumentar suas chances de cair a cada rodada. Destes, o único a conseguir uma vitória foi o Gubbio, que bateu o Sassuolo. A lanterna AlbinoLeffe, a Nocerina e o Empoli perderam, enquanto o Vicenza arrancou o empate contra a Sampdoria. Porém, o clube perdeu uma grande chance, pois desperdiçou um pênalti aos 40 minutos do primeiro tempo, defendido pelo goleiro Romero, da Samp.

A situação é a seguinte, na parte de baixo da tabela: a AlbinoLeffe é a lanterna, com 25 pontos; o Gubbio chegou aoa 31, na 21ª posição; a Nocerina tem os mesmos 31 pontos, ainda na 20ª colocação. Os três times seriam rebaixados diretamente, se o torneio terminasse hoje. Já na zona de play-out se encontram o Vicenza, 19º colocado com 34 pontos, e o Empoli, com os mesmos 34, na 18ª.

Deixe um comentário