Serie A

As 15 revelações da Serie A 2013-14

Destaque do Sassuolo, Berardi foi um dos melhores jovens de 2013-14 na Itália (Four Four Two)

Confirmando as expectativas, os jovens novamente foram destaque na Serie A. Como Pogba, Icardi, De Sciglio, Insigne, Florenzi, Perin, Mustafi, Kovacic, Sansone e Benassi na temporada passada, vários novos nomes surgiram. E mesmo que Belfodil, Obiang, Cofie, Livaja, Murru, Onazi, Stoian e Krsticic não tenham confirmado as boas impressões que deixaram em 2012-13, investir na juventude segue sendo a melhor fórmula para desenvolver o futebol italiano e colocá-lo de volta entre os melhores.

Nessa temporada também tivemos jovens que não corresponderam em relação à lista que fizemos no início do ano, como os desafortunados Saponara, Alibec, Lazarevic e Bellomo, que não tiveram o espaço que deveriam. Como Laxalt e Chibsah, que se destacaram enquanto tiveram bons minutos. Já Berardi, Fernandes, Regini e Vrsaljko tiveram espaço e corresponderam. Bardi e Zaza, por outro lado, não tiveram regularidade, mas também mostraram suas qualidades.

Em 2013-14 ainda tivemos os casos de Immobile, Iturbe, Acquah e Ryder, que surgiram das “cinzas” e responderam críticas do passado com grande futebol. No caso de Immobile, autor de 22 gols na Serie A, infelizmente mais um artilheiro da primeira divisão a sair da Bota, pelo terceiro ano consecutivo – antes, saíram Ibrahimovic e Cavani. Jorginho teve grande semestre pelo Verona e partiu para o Napoli, mantendo o nível, apesar da irregularidade. O ítalo-brasileiro foi um dos craques da temporada e poderá ser nome para a seleção de Prandelli pós-Copa.

Fora da lista abaixo, Sturaro, Nico López, Konaté, Cristante, Pedro Mendes, Fornasier, Bubnjic, Duncan, Sala, Sportiello e Koné, além de Laxalt, Ryder e Chibsah, merecem menção honrosa.

Domenico Berardi
Idade: 19 anos (01/08/1994)
Posição: atacante
Clube: Sassuolo

Quatro gols no Milan e três na Fiorentina. Quem seria capaz disso? Tévez, Immobile, Di Natale, Higuaín, Rossi? Não. Domenico Berardi. O garoto calabrês de história curiosa foi o grande fenômeno do campeonato, com dezesseis gols e nove assistências em 29 jogos. Tudo isso pelo modesto e carismático Sassuolo, que teve quase 60% dos gols marcados com participação direta dele. E se por um lado o atacante chamou atenção pelo mau comportamento e três violações ao código ético da seleção italiana, e, por isso perdeu grandes oportunidades na sub-21 e em testes com Prandelli, Berardi corresponde em campo e mostra personalidade. Em co-propriedade com a Juventus, já afirmou que seguirá em Reggio Emilia em 2014-15.

Herdeiro de Buffon? Scuffet deve ganhar espaço na seleção italiana (Swide)

Simone Scuffet
Idade: 18 anos (31/05/1996)
Posição: goleiro
Clube: Udinese

Perin, Bardi e Leali, inegáveis talentos para o futuro do gol italiano. Mas um garoto de 18 anos começa a ameaçar a vaga do trio sub-21. Com apenas 16 anos, Scuffet assumiu a titularidade da Udinese Primavera, o sub-19, e foi o grande destaque da Itália sub-17 no Europeu da categoria, perdendo na final para a Rússia. Já no banco em 2012-13, o goleiro seguiu à espera de uma oportunidade no time principal, o que viria acontecer em fevereiro, com a lesão de Brkic. Scuffet superou Kelava e não largou mais a titularidade, terminando o campeonato com 16 partidas, 22 gols sofridos e seis sem levar gols. Tecnicamente, é um goleiro muito ágil, com grandes reflexos. Além disso, é frio e precisa corrigir apenas as saídas em cruzamentos. Tem tudo para ser herdeiro de Buffon e já foi até mesmo chamado para treinamentos com o time principal da Itália.

Ibrahima Mbaye
Idade: 19 anos (19/11/1994)
Posição: lateral
Clube: Livorno

Depois de poucos minutos em 2012-13, a Inter emprestou Mbaye para ganhar maturação na Serie A. Como outros companheiros interistas, foi para o Livorno. E no time toscano mostrou bom futebol, justificando a expectativa que deixara no time Primavera da Inter. O senegalês é versátil, pode jogar como zagueiro e volante, mas é como lateral/ala que se comporta melhor, e assim foi um dos poucos destaques dos amaranto. Primeiro pela esquerda, depois pela direita, lado em que se destacou mais, com dois gols e duas assistências. Foram 25 jogos, e só não terminou com mais por um problema na virilha, perdendo os últimos oito jogos.

Bruno Fernandes
Idade: 19 anos (08/09/1994)
Posição: meia-atacante
Clube: Udinese

Reserva nas onze primeiras rodadas, Fernandes demorou para conquistar a confiança de Guidolin, mas desde então não saiu mais do time por motivos técnicos. O pequeno português encantou em poucos meses em solo italiano, jogando a segunda metade de 2012-13 pelo Novara, e a Udinese o comprou em co-propriedade. Agora termina 2013-14 com 24 jogos, quatro gols, seis assistências e boa expectativa para o próximo ano. Talentoso, dinâmico, preciso na bola parada e em chutes de longa distância, o meia-atacante é mais um talento a surgir na Serie A pela Udinese. Foi destaque em uma temporada amarga no Friuli.

Luca Antei
Idade: 22 anos (19/04/1992)
Posição: zagueiro
Clube: Sassuolo

Mesmo na segunda defesa mais vazada do campeonato, Antei foi bom o bastante para ser um dos melhores zagueiros da temporada. Com média de 7.33 no WhoScored (a quinta melhor entre zagueiros), o italiano também teve bons números em desarmes, interceptações, recuperações e duelos aéreos, os aspectos mais valorizados entre zagueiros. Inicialmente a segunda opção no banco, contou com lesão do capitão Terranova e superou o flop Rossini, se tornando o titular na defesa neroverde na oitava rodada e também ganhando vaga na seleção sub-21 italiana, treinada por Di Biagio. Antei, da base da Roma e em co-propriedade com o clube da capital, demorou para surgir, mas deu grande passo para entrar na mira de clubes maiores e, quem sabe, de Prandelli.

Formado no Barcelona, o laziale Keita é muito habilidoso (AP)

Keita Baldé Diao
Idade: 19 anos (08/09/1995)
Posição: atacante
Clube: Lazio

Keita
Baldé Diao, ou simplesmente Keita, um dos mais jovens da lista. Poucos
acreditavam que o classe ’95 teria algum destaque na Lazio. Mas ele
teve, e terminou o ano como protagonista, justamente sob o comando do
pragmático Reja. O espanhol de origem senegalesa foi criado no Barcelona
e contratado em 2011 pela Lazio, onde começou a aparecer na temporada
2012-13, pelo sub-19. Foi promovido para o time principal nesta
temporada, e começou ganhando espaço pela Liga Europa. E, “comendo pelas
beiradas”, chegou ao time titular e fez 33 jogos entre Serie A e a
competição continental, com seis gols e nove assistências. Bela marca,
potencializada pela grande personalidade demonstrada com muitos dribles,
arrancadas, categoria e técnica nos passes.

Francesco Bardi
Idade: 22 anos (18/01/1992)
Posição: goleiro
Clube: Livorno

Mais um dos tantos jovens do Livorno, Bardi entra na lista mais pelo que promete ser, não exatamente pelo que foi em 2013-14. Mas não deixa de ser uma das maiores promessas italianas e candidato a futuro camisa 1 da Inter – à qual é vinculado desde 2011. Em 35 partidas no campeonato, o garoto nascido e crescido em Livorno sofreu 69 gols, o mais vazado, e em apenas três ocasiões não sofreu gols. Números que podem ser explicados pelo péssimo sistema defensivo do time, visto que o goleiro, apesar de algumas falhas e irregularidade, teve seus bons momentos, sobretudo nos primeiros jogos da temporada, e especialmente em defesas em que lhe era exigido ou puro reflexo ou muita coragem para crescer contra os adversários. Apesar de ter sido chamado por Prandelli para um período de treinos, deixou o indicativo que ainda não está pronto para uma grande equipes. Terá mais uma temporada como goleiro de um time menor para amadurecer.

Nikola Maksimovic
Idade: 22 anos (25/11/1991)
Posição: zagueiro
Clube: Torino

Chamado de “o novo Vidic”, Maksimovic chegou badalado em Turim. E, em 20 partidas como titular, confirmou o potencial. O sérvio entrou definitivamente para o time de Ventura apenas na 16ª rodada, mas mostrou suas qualidades (desarmes e recuperações precisos e boa técnica) e terminou a temporada jogando de forma peculiar: na ausência de Pasquale e Masiello, Darmian foi improvisado na esquerda e o zagueiro foi para a ala direita, onde, surpreendentemente, se saiu muito bem. Ao todo fez 23 partidas, sendo dez como zagueiro e dez como ala. Então emprestado pelo Estrela Vermelha, o Torino exerceu o direito de compra por 2,5 milhões de euros do jogador, que já chegou a ser convocado para a seleção sérvia.

Vasco Regini
Idade: 23 anos (09/09/1990)
Posição: lateral
Clube: Sampdoria

De candidato a flop a titular, Regini superou as más impressões que deixou e a falta de espaço com Rossi. Após a saída do treinador, foi titular absoluto na lateral esquerda no time de Mihajlovic, e mostrou o futebol dos tempos de Empoli. Voltado mais para a defesa, até sendo improvisado algumas vezes como zagueiro, o que já lhe rendeu comparações com Chiellini, o defensor doriano mostrou também um lado ofensivo na Samp de Miha e terminou a temporada com cinco assistências em 29 partidas.

Demorou, mas explodiu: El Kaddouri foi destaque do Torino, abaixo de Cerci e Immobile (Getty Images)

Omar El Kaddouri
Idade: 23 anos (21/08/1990)
Posição: meio-campista
Clube: Torino

El Kaddouri surgiu muito bem no Brescia na Serie B, teve seu passe valorizado e foi levado ao Napoli por Mino Raiola. Pois com Mazzarri não encontrou espaço e foi uma das decepções da temporada passada. O Torino, porém, sabia do seu potencial e contratou por empréstimo. No time de Cerci e Immobile, o marroquino foi o coadjuvante que Ventura precisava. Com cinco gols e oito assistências em 29 partidas, foi a referência técnica no meio-campo e que garantiu o suporte necessário para a dupla de ataque brilhar. Volta para Nápoles, se que é voltará, com moral.

Simone Zaza
Idade: 22 anos (25/06/1991)
Posição: atacante
Clube: Sassuolo

Outro garoto do Sassuolo, Zaza não teve grande ano, mostrou a irregularidade típica de seus anos na Primavera e Serie B, mas seus nove gols e duas assistências em 33 partidas (24 como titular) não devem ser desprezados. Com cinco gols em 14 jogos, teve início de temporada interessante, mas em seguida perdeu espaço para os veteranos Floro Flores e Floccari, além de ter colecionado cartões amarelos e más atuações nesse período. Mas restando dez rodadas para o fim, o atacante deu às caras e participou ativamente na salvação do Sassuolo, com quatro gols e duas assistências.

Sime Vrsaljko
Idade: 22 anos (10/01/1992)
Posição: lateral
Clube: Genoa

Se as grandes equipes esperavam um ano de adaptação/teste de Vrsaljko na Serie A, os observadores devem ter ficado satisfeitos. A revelação croata, que está na Copa do Mundo integrando o grupo dos xadrezes, teve bom ano no Genoa e justificou a badalação, mostrando ser um lateral/ala ofensivo, de bom cruzamento, posicionamento e também disposição defensiva. A despeito de uma lesão que o fez perder 15 rodadas, foi titular absoluto sempre que esteve apto e colecionou 22 partidas, com duas assistências. 

Alessio Romagnoli
Idade: 19 anos (12/01/1995)
Posição: zagueiro
Clube: Roma

Até 2012-13, Romagnoli fizera apenas uma partida na Serie A, na qual inclusive marcou um gol, e sua posição no elenco principal da Roma era de terceira opção para a zaga. E foi assim em grande parte da temporada, até a 24ª rodada. Rudi Garcia perdeu seus dois laterais-esquerdo e chegou a improvisar Torosidis, mas então decidiu dar uma oportunidade para o garoto sentado no banco o ano inteiro. Para a surpresa, Romagnoli rapidamente se adaptou na função e mostrou boa disposição, com passe refinado e segurança defensiva no lado que era o maior defeito de uma Roma quase intransponível. Apesar de apenas uma partida como zagueiro (foram sete na lateral), o defensor deixa boa impressão e espera ganhar espaço.

Daniele Baselli
Idade: 22 anos (12/03/1992)
Posição: meio-campistas
Clube: Atalanta

Apesar de ter uma das melhores categorias de base da Europa, a Atalanta não revelou muitos jogadores nesta temporada. Entre os formados recentemente pela base, apenas Koné, Sportiello e Baselli tiveram chance como titulares, e o último foi quem mais aproveitou as lesões e suspensões de outros, terminando o ano com 28 partidas, 14 como titular (10 nas últimas 14 rodadas). Média 6.94 e destaque em passes, desarmes e interceptações no WhoScored, além de duas assistências, o que rendeu especulação em Inter, Juventus, Fiorentina e Paris Saint-Germain. O garoto tem futuro e pode ser o meia central que muitos times grandes procuram.

Silvan Widmer
Idade: 21 anos (05/03/1993)
Posição: lateral
Clube: Udinese

Widmer chegou calado, para no máximo ser um reserva de Basta. Mas o suíço mostrou potencial para ser mais do que isso e que a equipe de observadores da Udinese, ou dos clubes dos Pozzo, é realmente excelente. Habilidoso, tem boa ultrapassagem e é forte nos cruzamentos. Mas também tem bons números nos aspectos defensivos, e teve média de 7.23 na Serie A – maior que a de Basta. Foram 16 partidas na competição nacional, onze como titular, e mais quatro na Coppa Italia, com duas assistências. De presente, a presença na lista reserva da convocação suíça pra Copa do Mundo. Será o herdeiro de Lichtsteiner?

Deixe um comentário