Extracampo

Os restaurantes dos ex-jogadores

Num país onde a cultura culinária tem tanta importância, é comum que os astros do futebol invistam na abertura de restaurantes e tratorias ao fim da carreira. Hoje, fizemos um top 5 dos melhores lugares para comer na Itália que sejam tocados por ex-jogadores. Clique nos nomes para acessar o site oficial de cada um.

Dac a trá (Lecco, na Lombardia)
O restaurante contemporâneo aberto por Mauro Tassotti e Roberto Donadoni, ícones do Milan nos anos 1980, ganhou uma estrela Michelin em 2013. Provavelmente é a melhor opção da lista, mas vá com um bom cartão de crédito: o menu degustação mais barato custa €70.

El Gaucho (Milão)
Aqui, os holofotes estão em ex-jogadores da Inter: o eterno capitão Javier Zanetti e os também argentinos Nelson Vivas e Andrés Guglielminpietro. É comum encontrá-los por lá. As carnes do restaurante vêm da Argentina, dizem os garçons. A conta do casal não sai por menos de €100.

Fashion Foodballer (Florença)
Os sócios são o técnico Luciano Spalletti, o zagueiro Dario Dainelli e o atacante Alberto Gilardino. O lugar se divide entre um pequeno hall da fama do futebol italiano e um restaurante contemporâneo com ingredientes orgânicos. Entrada, prato principal e sobremesa: cerca de €45.

Undici (Roma)
Roberto Scarnecchia, meia bicampeão da Coppa Italia com a Roma, é o chef da cozinha do Undici. Ao se aposentar, estudou gastronomia e realizou o sonho de infância: cozinhar profissionalmente. A refeição completa sai por cerca de €35 por pessoa. O restaurante fica perto do Olímpico.

Al Campione (Bolonha)
Ídolo de Bologna e Lazio, Beppe Signori é um dos sócios do restaurante-enoteca, que tem a camisa 10 do ex-atacante logo na entrada. Os pontos fortes do local, aberto em 2011, são o cardápio mediterrâneo e a cartela de vinhos. É a opção mais barata da nossa lista.

Este artigo foi enviado em setembro para os assinantes da Calciopédia Pro. Clique aqui para conhecer o serviço.

Deixe um comentário