Liga Europa

Pela Liga Europa, Milan e Napoli somam boas vitórias, enquanto a Roma tropeça em casa

A segunda rodada da fase de grupos da Europa League foi positiva para os clubes italianos. O Milan foi o primeiro a entrar em campo nesta quinta, às 14h55, e aplicou um 3 a 0 tranquilo contra o Sparta Praga – placar que lhe permitiu chegar a 23 jogos seguidos sem perder. Ibrahimovic até perdeu pênalti, mas com Dalot e Bennacer em alta, o time rubro-negro mostrou bom desempenho.

Às 17, no horário de Brasília, o Napoli venceu com um placar magro, mas também não teve dificuldades durante a partida contra a Real Sociedad, líder do Campeonato Espanhol. O bom desempenho defensivo do time passou confiança para seu torcedor. Se os azzurri agradaram, a Roma decepcionou. Apesar de continuar na liderança do grupo, a Loba empatou sem gols com o modesto CSKA Sofia, em casa. Abaixo, confira com mais detalhes como foram os jogos.

Ó, pá! Portugueses Dalot e Leão marcaram na vitória do Milan sobre o Sparta Praga (Getty)

Milan 3-0 Sparta Praga

Com time misto, o Milan não teve dificuldades de superar o Sparta Praga: o líder do Campeonato Checo não chutou nenhuma vez ao gol defendido por Tatarusanu. Na última vez que os clubes se enfrentaram, nas oitavas de final da Champions League, em 2004, o clube italiano teve tanta facilidade quanto nesta quinta – avançou por 4 a 1 no placar geral.

No primeiro tempo, o Milan sufocou os visitantes através de ataques centrais. Depois dos 20 primeiros minutos, o Sparta tentou se impor no jogo, mas sofreu um baque: Brahim Díaz aproveitou o vacilo de Lischka, roubou-lhe a bola e tocou para Ibrahimovic, que devolveu na medida para o espanhol abrir o placar. O mesmo zagueiro derrubou Ibra na área pouco depois, mas teve sorte de o sueco cobrar o pênalti no travessão.

Para a segunda etapa, Pioli voltou com Rafael Leão no lugar de Ibrahimovic, para poupar o veterano de 39 anos. O português não demoraria a encontrar as redes e, aos 57, marcou o seu depois de boa jogada de Bennacer: o argelino lançou Dalot, que cruzou de trivela para seu compatriota finalizar para o gol aberto. Sem Hernandez, o jogador emprestado pelo Manchester United jogou no lado oposto de sua posição de origem e acabou se mostrando uma excelente opção para a lateral esquerda. Dalot ainda foi coroado com um gol, após linda enfiada de bola por parte de Bennacer.

Pela primeira vez em sua história, o Milan marcou dois ou mais gols em 12 partidas consecutivas, o que é mais uma grande propaganda para Pioli e a decisão da diretoria por sua manutenção no cargo. Na Liga Europa, o Diavolo lidera o Grupo H com 6, pontos, seguido por Lille (4), Celtic (1) e o próprio Sparta Praga (0).

Uma exibição suntuosa do capitão Koulibaly ajudou o Napoli a bater a Real Sociedad (AFP/Getty)

Real Sociedad 0-1 Napoli

Apesar de ter mais posse de bola e chutar mais a gol, a Real Sociedad perdeu para o Napoli em sua casa, numa das principais vitórias de Gattuso desde que chegou ao time partenopeo. Diante da líder de La Liga, os napolitanos tiveram ótima atuação defensiva, com destaque para Koulibaly e Maksimovic: a dupla de zaga esteve bem postada durante a partida inteira e foi um dos principais fatores para que a equipe saísse do Anoeta com três pontos.

O primeiro tempo começou os visitantes mais ativos, atacando pelo lado esquerdo: Insigne e Mário Rui tiveram boas oportunidades, que passaram rente à trave. Só que Gattuso teve que mexer no time antes do que gostaria, pois Insigne sentiu um problema muscular e pediu para sair, dando lugar a Lozano. O camisa 24 azzurro voltara de lesão no final de semana, contra o Benevento.

A Real Sociedad foi, então, conquistando a posse aos poucos e colocando seu estilo para funcionar, mas não conseguiu transformar o domínio da bola em lances de perigo. Aos 10 do segundo tempo, o Napoli abriu o placar com Politano, através de um míssil de fora da área. Precisando igualar o placar, o treinador Imanol Alguacil colocou o atacante brasileiro Willian José em campo e mandou o time basco para cima, mas Ospina mostrou segurança quando exigido. O Napoli chegou a ter um gol de Osimhen anulado pela arbitragem e ainda viu o atacante nigeriano ser expulso no finalzinho, por acúmulo de cartões amarelos.

Pela primeira vez em cinco anos, o Napoli conseguiu uma vitória com uma posse de bola de 35% ou menos. Fugir de suas características e, mesmo assim, triunfar, foi muito importante para o time campano: Gattuso e companhia se recuperam na competição depois de começarem perdendo em casa para o AZ Alkmaar. Os holandeses lideram o Grupo F da Liga Europa, com 6 pontos, enquanto Napoli e Real Sociedad vem atrás, com 3. O Rijeka, zerado, fecha a chave.

Borja Mayoral teve uma noite opaca no empate entre e CSKA Sofia (Insidefoto)

Roma 0-0 CSKA Sofia

A Roma tentou de todos os jeitos, mas não conseguiu a vitória contra o CSKA Sofia, pelo Grupo A da Liga Europa. O time teve 21 finalizações na partida, sendo seis no gol, mas o goleiro adversário – o brasileiro Gustavo Busatto – teve ótima atuação.

O time da capital foi a campo com um 3-5-2 e novidades entre os titulares: Bruno Peres, Villar e Mayoral começaram a partida. Logo no início, Smalling chegou a marcar, mas estava em posição de impedimento e teve o tento anulado. Depois, Mkhitaryan teve uma boa oportunidade de abrir o placar, mas a bola beijou o trave. Do outro lado, Pau López não tinha muito trabalho debaixo das traves.

Paulo Fonseca, então, mexeu no time e colocou Pedro e Karsdorp no segundo tempo, no intuito de construir pressão pelos lados. Só que o time da Bulgária não se intimidou, mesmo estando fora de casa, e teve boa oportunidade com o meia Sankharé: de cabeça, ele obrigou o goleiro da Roma a se esticar para defender. Como o gol do CSKA Sofia parecia questão de tempo, o técnico romanista tirou o artilheiro Dzeko do banco. Mas Busatto estava em um dia inspirado e, pouco após defender uma boa finalização de Pellegrini, também parou o bósnio e segurou o empate.

Mesmo com o tropeço no Olímpico, a Roma está na liderança do Grupo A, com 4 pontos, e divide a ponta com o Cluj, seu adversário da semana que vem. Young Boys e CSKA Sofia, com 1 pontinho, fecham a chave.

Deixe um comentário