Liga dos Campeões

Mirando oitavas da Champions League, Juve e Lazio se mostram como visitantes incômodos

Depois de uma terça bastante ruim para os clubes italianos na Champions League, a quarta foi positiva. No primeiro dos dois jogos itálicos do dia, a Lazio saiu perdendo, mas conseguiu empatar com o salvador Caicedo, que novamente apareceu nos minutos finais. O time agora tem cinco pontos em três jogos e ocupa o segundo lugar de um grupo embolado, no qual disputa as vagas com Borussia Dortmund e Club Brugge.

A Juventus, por sua vez, teve tranquilidade diante do Ferencváros. Na primeira vez em que enfrentou os húngaros em competições oficiais, o time bianconero marcou quatro gols e conquistou os três pontos em Budapeste, chegando a seis em seu grupo. O Barcelona está invicto e lidera a chave, enquanto a Juve vem logo atrás e, Dynamo Kyiv e Ferencváros estão longe, com apenas um ponto, pode garantir vaga na próxima fase se vencer os húngaros novamente, na quarta rodada. Confira como foram os jogos.

Ferencváros 1-4 Juventus

Pelo Grupo G, a Juventus venceu o Ferencváros com tranquilidade, contando com mais uma boa partida de Morata. O time responde ao péssimo desempenho apresentado contra o Barcelona e teve como destaque a atuação no segundo tempo, quando Pirlo trocou peças do meio-campo e melhorou a transição entre a defesa e o ataque.

Com menos de 10 minutos, Morata balançou as redes – e não teve impedimento dessa vez. Cuadrado fez boa jogada pela lateral e cruzou rasteiro, Ronaldo errou a tentativa de toque de letra e a bola sobrou para o espanhol marcar. Depois do gol, o time controlou a bola e pouco atacou. O camisa 9 teve uma boa oportunidade de fazer uma doppietta logo cedo, mas resolveu tocar para o craque português e errou na tomada de decisão.

Como o time estava pouco ativo pelo meio, Pirlo promoveu a entrada de Bentancur no lugar de Arthur e, logo depois, teve de lidar com uma baixa: Ramsey, que vinha jogando bem, sofreu uma lesão e teve que ser substituído por McKennie. O norte-americano acabou participando do segundo gol, marcado novamente por ele: Álvaro Morata. Cristiano, que tinha perdido um gol feito pouco antes, foi levando a bola pela lateral e tocou para McKennie, que fez um corta luz, permitindo que Morata finalizasse bonito, da entrada da área.

Com dois gols atrás, o Ferencváros praticamente aceitou a derrota. O time, que vinha jogando bem, dentro de suas limitações, teve um “apagão” e sucumbiu com duas trapalhadas defensivas do goleiro Dibusz. Dybala, que entrara no segundo tempo, aproveitou um recuo errado do zagueiro Blazic e falha de domínio do arqueiro para marcar o seu primeiro na temporada. La Joya poderia ter anotado uma doppietta, após erro de passe do guarda-redes húngaro, mas Dvali tentou cortar antes de a bola cruzar a linha e a Uefa confirmou o gol contra do zagueiro. Ainda deu tempo para Boli anotar o de honra para o time da casa e fechar o placar.

Caicedo voltou a marcar um gol na reta final de uma partida para garantir pontos para a Lazio (Getty)

Zenit 1-1 Lazio

Em meio a mais um desacerto entre os testes de covid-19 feitos na Serie A e os feitos pela Uefa – entenda aqui –, a Lazio viajou para a Rússia com alguns desfalques importantes, positivados em exames realizados pela entidade europeia dias atrás. Sem Immobile, a equipe italiana teve dificuldades no ataque e conseguiu empatar graças a Caicedo. O atacante foi decisivo na vitória sobre o Torino, no campeonato nacional, e agora ajudou o time celeste a empatar seu compromisso na Champions League.

O primeiro tempo em São Petersburgo foi bem fraco. Nenhum dos times chegava com perigo ao gol e a partida ficava concentrada na troca de passes no meio-campo, já que os rivais não conseguiam encontrar espaços para progressão. Até que, aos 32 minutos, o Zenit tabelou pelo alto, dentro da área: em um lance típico de futebol de areia, Erokhin recebeu de Dzyuba e emendou um belo voleio para abrir o placar.

Na segunda etapa, o jogo fraco dos visitantes continuava, até que Inzaghi fez três substituições: colocou Cataldi e Andreas Pereira no meio-campo, e Caicedo no ataque. O time melhorou ofensivamente, mas não criou lances de perigo para o goleiro Kerzhakov: a defesa russa estava bem postada e a Lazio tentou 11 finalizações de fora da área, sem sucesso. Até que, aos 82 minutos o zagueiro Acerbi fez boa jogada pela esquerda e achou Caicedo, que decretou o resultado final.

Com o segundo empate fora de casa, Inzaghi pode celebrar dois pontos conquistados durante uma situação atípica, em que teve poucas opções disponíveis para escalar seu time. A Lazio está em boa situação no Grupo F, no qual ocupa a vice-liderança, com 5 pontos. O Borussia Dortmund tem 6, enquanto Club Brugge (4) e Zenit (1) estariam eliminados a esta altura.

Deixe um comentário